O glam rock chega às salas de cinema

O Barranco do Inferno é um filme que retrata uma banda de rock numa aventura improvável. Uma história que mistura música, drama e alguma comédia… o realizador Fábio Duque Francisco é suspeito: “não escondo que tenho uma relação muito próxima e pessoal com a história… Muita gente vai ver o Barranco do Inferno e questionar-se se aquilo aconteceu mesmo. Vai ficar à imaginação de cada um.”

A banda de glam rock “Animal Tones” decide gravar um videoclip no deserto, apesar da doença grave do vocalista (Fibrose Quística). Este é o plot, que conta com Carolina Torres, Pedro Ferreira, Gonçalo Mendes, João Vilas e Guilherme Galhardo.

Tem ainda a participação de Elmano Sancho, Quimbé e Miguel Lambertini (sem contar com os familiares e amigos que foram dar uma perninha).

O filme mostra contextos bem familiares do nosso underground: salas meio vazias, músicos fracassados, falsas esperanças. E músicas bem conhecidas: Deserto, Affaire, Melodraw, My Enchantment dão música ao filme (além dos próprios Tones of Rock). Há ainda outra banda a dar a cara: os Toxikull protagonizam uma das primeiras cenas.

Os Tones of Rock não podiam deixar de entrar no filme. Curiosamente, encarnados numa bizarra banda espanhola, os “Pachacha del Monte”. Digamos que o filme é um espírito livre… Foi produzido por uma equipa parca, sem grandes meios, sem grande experiência, mas com grande ambição.

Eu tive de comprar um carro de cena que se avariou depois das filmagens. O Director de fotografia andou a pregar tábuas de madeira no dia das filmagens para montagem de cenários. O assistente de realização conduziu sem pára brisas sob um dilúvio bíblico. A carrinha do material ficou atascada no deserto…” são algumas das peripécias retratadas.

A Fibrose Quística é um dos temas do filme. Na vida real é uma doença que afeta o vocalista dos Tones of Rock, algo desconhecido mas não deixa de impactar.

O Barranco do Inferno fez a sua antestreia no festival de cinema FestIn, em 2023 (onde a Carolina Torres arrecadou o prémio de melhor actriz), e chega agora aos cinemas NOS no dia 23 de Maio (Alvaláxia em Lisboa, Alma em Coimbra, e Alameda no Porto).

Para uma equipa que era totalmente virgem, esta oportunidade supera todas as nossas expectativas e projecções. É um filme de produção humilde. Não é para doutores intelectuais. É para sonhadores. É para todos aqueles que têm, tiveram ou gostavam de ter uma banda de garagem de m*rda. Venham espreitar.”

O lançamento do filme assinala também o lançamento do novo single dos Tones of Rock – “Hell Ravine”, tema composto e gravado propositadamente para o filme.

Partilha