Nation Of Language em estreia absoluta em Portugal

Os Nation Of Language terão a sua estreia absoluta em Portugal já no próximo dia 6 de Maio, na sala M.ou.Co no Porto.

 

A banda nasceu em 2016, em Brooklyn, sendo composta pelo vocalista, guitarrista e teclista Ian Richard Devaney e por Aidan Noell igualmente nas teclas, sendo que, ao vivo, recorrem ao baixista Alex MacKay, dos Cutouts. Muito influenciados pela synthpop dos anos 80, de bandas como Orchestral Manoveurs in the Dark, Human League ou New Order a que acrescentam um inconfundível aroma indie contemporâneo, os NoL transfiguram-se ao vivo, oferecendo um concerto pleno de entrega e de energia.

 

O álbum de estreia dos Nation Of Language, adequadamente intitulado “Introduction, Presence”, foi lançado em 2020 e recebeu rasgados elogios da crítica musical, além de sucesso comercial com os hits “On Division Street” e “The Wall and I”. Na altura, a Paste Magazine não teve dúvidas em considerar o disco como “a melhor estreia synthpop dos últimos anos”, a Pitchfork a aplaudir “a nostalgia que o percorre mas que nunca o consome” e o NME a declarar que a banda havia criado um espaço só seu.

 

Um ano depois surgiu “A Way Forward”, onde os NoL não só consolidam o seu som como “seguem em frente”. “Across That Fine Line”, música de apresentação, foi incluída em muitas das listas de “melhores canções do ano”, mas ainda sobrou espaço para outras pérolas, como “Wounds of Love” e “The Grey Commute”. O NME atribui ao álbum cinco estrelas, a classificação máxima, e rotulou-o de “clássico”.

 

Agora, chegou a vez de Portugal conhecer os Nation of Language, marcando a estreia d’Os Suspeitos na sala M.ou.Co.

 

Partilha