Sílvia Real estreia nova criação no São Luiz Teatro Municipal

Concerto n.º 1 para Laura, nova criação de Sílvia Real, tem estreia marcada na Sala Mário Viegas do São Luiz Teatro Municipal, em Lisboa, de 2 a 6 de fevereiro.

Logo de seguida, a 18 de fevereiro, será apresentado no Teatro-Cine de Torres Vedras e, depois, no Cine-Teatro Avenida, em Castelo Branco, em data a anunciar.

 

Uma chamada à realidade e um apelo à ação, Concerto n.º 1 para Laura é um espetáculo com direção artística de Sílvia Real e para o qual a artista convocou os seus cúmplices de longa data, o coreógrafo Francisco Camacho – que assina consigo a coreografia, a música Sofia Sequeira e a investigadora Simone Longo de Andrade. Em palco, Sílvia Real junta-se aos jovens bailarinos Beatriz Valentim e Magnum Soares, intérpretes e cocriadores do espetáculo.

 

Num tempo noturno de (im)possibilidades, Sílvia Real decidiu mergulhar na sua memória de três décadas de repertório artístico, um universo saturado de referências musicais ecléticas, personagens femininas marcantes e figurinos fantasma. Um repertório em grande parte composto pelos espetáculos criados ao longo dos últimos 25 anos pelas Produções Real Pelágio, a associação cultural fundada em 1997 por Sílvia Real e Sérgio Pelágio, na sequência do trabalho que a coreógrafa e o músico vinham desenvolvendo em conjunto.

 

Concerto n.º 1 para Laura é assim um mergulho íntimo do qual emergiram com um renovado fulgor palavras e canções que, outrora familiares, se somam agora a outras palavras e canções, apropriadas por uma banda em (des)construção, para dar voz ao que mais importa pôr em movimento: a empatia, a cooperação, uma ideia viva de revolução. O palco como lugar de união, combate e utopia.

Partilha