24º Super Bock Super Rock…. Jorja Smith – Glam Magazine

24º Super Bock Super Rock…. Jorja Smith

Do Reino Unido para todo o mundo, não param de chegar novidades que entusiasmam qualquer bom fã de r&b. Um dos nomes mais estimulantes a sugir nos últimos tempos é Jorja Smith. Aprendeu a tocar o primeiro instrumento quando tinha apenas oito anos e pouco depois recebeu alguma formação de canto clássico, experiência que viria a influenciar a forma diferenciada como usa a voz ao serviço da música que faz.

O single “Blue Lights” foi o primeiro gatilho para o sucesso desta jovem britânica, conseguindo milhões de ouvintes no Souncloud e no Spotify. A consciência social deste tema, apontando para a discriminação racial, surpreendeu toda a gente e provou que Jorja tem preocupações mais profundas para além do desejo de fazer dançar. As letras são, aliás, o mais importante para si, inspirada no olhar do rapper Nas e na honestidade de artistas como Amy Winehouse. “Beautiful Little Fools” é mais um belo exemplo dessa consciência aguçada, preocupada em refletir sobre o real significado de ser mulher no século XXI.

Capaz de nos transportar para um clube de jazz parisiense ou para uma típica rave dos anos 90, o universo de Jorja Smith é versátil ao ponto de produzir singles tão diferentes como são dois dos seus maiores sucessos até à data: “On My Mind” e “Let Me Down”(com Stormzy, um dos homens do momento). O disco de estreia está quase aí e as expectativas são altas! Espera-se um disco de autodescoberta, marcado pelos encontros com o amor e o ódio, um registo feito de músicas escritas entre os seus 16 e 19 anos. E o ano de 2018 só pode ser bom. Diz Jorja Smith: “2 mais 0 mais 1 mais 8 é igual a 11. E 11 é o meu número preferido de sempre.” E certamente que o concerto no Super Bock Super Rock, dia 21 de julho, vai ser um dos momentos do ano para a jovem Jorja Smith

Partilha