Clã estão de regresso ao TNSJ para apresentar o “fantasminha” Luca – Glam Magazine

Clã estão de regresso ao TNSJ para apresentar o “fantasminha” Luca

É já hoje que “Fã” (essa palavra pequenina, mas com uma grande história dentro) regressa aos palcos, mais precisamente ao Teatro Nacional São João (TNSJ), depois da estreia no início do ano. O espetáculo musical infantojuvenil “brinca” com o imaginário do teatro, contando com oito canções dos Clã interpretadas ao vivo pela banda, criadas a partir do libreto de Regina Guimarães. A produção do TNSJ, com encenação, cenografia e figurinos de Nuno Carinhas, põe em cena um “fantasminha” (ou um “fantasputo”) que se apaixona por uma cantora em pânico que se vai estrear no palco onde ensaia e passa os dias a pregar partidas e a ensaiar assombrações nos lugares escondidos de um teatro.

” guia-nos pela história de Sabina (Maria Quintelas), uma rapariga que sonha ser cantora desde criança, mas que se vê acometida por uma crise de desesperança. Sara (Manuela Azevedo), a sua irmã e estrela ‘Rock’, e Calu (Pedro Frias), o diretor de cena do Teatro onde a acção se desenrola, tentam convencê-la a perseguir a sua “quimera mais querida”, mas, durante os ensaios, Luca (João Monteiro) começa a pregar partidas a Sabina…. Deixando-a cada vez mais assustada. Ora caem chapéus da tela, ora ouvem-se gargalhadas, ora aparecem barcos e aviões de papel feitos a partir de partituras… etc…

000

Em declarações, Nuno Carinhas refere que “tinha vontade de trabalhar com os Clã à muito tempo. Há 7 anos os Clã deram um concerto na apresentação da programação do Teatro e desde essa altura existiam alguns ‘afectos’, mas nunca tinha conseguido trabalhar com eles… agora achei que era o momento ideal pois tinha gostado muito do disco voador, e resolvi desafia-los para isto, exactamente à um ano atrás no natal.” Questionado se tinha sido fácil trabalhar com uma banda, Nuno Carinhas acrescenta “são super disciplinados, e têm os seus hábitos de trabalho e são muito atinados, pessoas com muita experiência…” Questionado sobre a experiência em palco de Manuela Azevedo, “Manuela é uma atriz, eu sempre achei isso, tem uma capacidade imensa de encarnar personagens, dar-se fisicamente, muito expressiva e tem sido um prazer trabalhar com ela…”

002

Para Manuela Azevedo… “é mais uma aventura…e aventura é mesmo o nome certo pois estamos a pisar em territórios novos para os Clã, esta ‘coisa’ de fazer teatro mete sempre muito respeito… felizmente temos um elenco maravilhoso e generoso que nos tem ajudado muito, principalmente a manter os tempos e não fazer má figura…” reconhece ainda que ser actor “é uma arte difícil e não vamos sair daqui a ser atores, prefiro como é lógico cantar” Manuela Azevedo espera “que saiam daqui muitos fãs de teatro, pois acho que não estamos aqui apenas para conquistar os mais novos, mas é importante trazer gente de todas as idades ao teatro

003

“Fã” pode ser visto até 22 de dezembro: na quarta-feira e sábado, às 19h00; na quinta e sexta-feira, às 15h00 e às 21h00; e no domingo, às 16h00. No último dia está prevista uma Sessão Descontraída para as crianças com défice de atenção, pessoas com deficiência intelectual, com condições do espectro do autismo ou com qualquer deficiência sensorial, social ou de comunicação, entre outras.

O CD com as músicas do espetáculo está já à venda por 12 euros, sendo que no final de cada récita está prevista uma sessão de autógrafos com os Clã.

 

photos: Paulo Homem de Melo / Arquivo Glam Magazine

Partilha