“Um Ano Malfeito”… Vai ser assim em Fafe

A Malfeito faz um ano e organiza o mini festival “Um Ano Malfeito” para celebrar a data. Sunflowers, Psychtrus, Fugly e Kings of the Beach vão passar pelo Café Avenida, em Fafe, nos dias 9 e 10 de Março.

A noite de 9 de Março é dos Sunflowers. Com o aguardado segundo álbum acabado de sair, “Castle Spell”, a banda portuense vai fazer em palco aquilo pelo qual é conhecida: muita jarda abastecida por riffs hipnóticos. Os Sunflowers dizem que são uma banda de rock que toca música rock para pessoas que gostam de ouvir música rock e assistir a concertos de música rock. Muito rock, como vêem. Mais info? “Vão ao Google”, aconselham.

Os Psychtrus, uma jovem banda de Santo Tirso, inauguram a noite. Adolescentes e sorridentes, editaram em 2017 um álbum homónimo que já vai rodando por várias rádios nacionais. Além do viciante single “Never Felt So Fine”, somam um punhado de malhas catchy e despretensiosas, para cantar vozes e guitarras.

Fecha-se o primeiro dia na companhia da Pointlist, uma produtora e agência sediada em Évora que já conquistou o seu espaço na nova cena musical portuguesa. Em 4 anos de vida já produziu mais de uma centena de concertos, conta com um festival no seu cardápio, o Black Bass – Évora Fest, e reúne 9 bandas no catálogo de agência. É composta por 5 amigos que, quando se juntam, conseguem incendiar qualquer pista de dança. Assim será.

No segundo dia, 10 de Março, o Café Avenida acolhe os Fugly e os Kings of the Beach. Dois anos depois de lançarem o muito bem acolhido EP “Morning After”, os Fugly voltam à carga com o lançamento do álbum de estreia, “Millennial Shit”. O álbum gira à volta do romance jovem, das noites loucas e espalhafatosas em que tudo de mau e bom acontece. Continuam o seu percurso em busca da cura para a ressaca, alimentado pelo caos e excentricidade frenética do noise e do garage.

Os primeiros a pisar o palco são os Kings of the Beach. A banda galega marcou presença numa das primeiras edições da Matiné Malfeita, e diz quem lá esteve que foi um desvario difícil de esquecer. Vão estar na edição de 2018 do SXSW e fazem parte dos destaques do festival americano na categoria de bandas punk e garage. Trazem um disco novo na bagagem, “Super Awkward, Fucking Awesome”. Definidos por um som selvagem, beachy e rápido, como uma bofetada no rosto, os Kings of the Beach regressam a Fafe na comemoração do primeiro ano de actividade da Malfeito.

O final de noite e encerramento do “Um Ano Malfeito” fica nas mãos da dupla Paulinho e Nuno Bionico. Paulinho é um homem do Minho, é festa e flow, é afro-beat e pop abanador de anca, é cúmbia psicadélica e eletro de 2007. Nuno Bionico é o homem por trás da Dedos Bionicos, uma promotora de Bragança que, há mais de 10 anos, teima em dar a Trás-os-Montes o que lhe é devido. Os 2 conhecem-se bem: já beberam, comeram, e passaram música juntos, e vão girar discos com a mesma naturalidade com que contam histórias de outras andanças.

Partilha