Último concerto dos The Doors “Live At the Isle of Wight 1970” editado em Fevereiro – Glam Magazine

Último concerto dos The Doors “Live At the Isle of Wight 1970” editado em Fevereiro

O último concerto que se conhece dos The Doors, “The Doors: Live At the Isle of Wight 1970” foi novamente remontado e remisturado a partir das gravações originais. Com o selo de aprovação dos The Doors, este concerto foi restaurado graças a meios tecnológicos só disponíveis no século XXI, com correções de cor e visuais que vieram melhorar as imagens originais.

Algumas imagens deste concerto integraram o filme de 1997 “Message to Love”. No entanto, este DVD revela todo o concerto na sua totalidade e com o máximo de qualidade visual e sonora.

Tudo aconteceu em agosto de 1970. O caso de tribunal por obscenidade que Jim Morrison enfrentava na altura, devido a um incidente que tinha ocorrido um ano antes em Miami, tinha na altura um peso grande na bada. Este que era então denominado como “o último grande festival” realiza-se em Inglaterra, e no cartaz constavam artistas como Jimi Hendrix, The Who, Miles Davis, Joni Mitchell, Joan Baez, entre outros.

The Doors: Live At the Isle of Wight 1970” capta a essência desta atuação acutilante, ao mesmo tempo que traça um retrato de uma era, com imagens dos fãs (mais de 600 mil) a derrubar as cancelas de forma a conseguiram ter acesso ao festival.

Os The Doors começaram o concerto às 2h da madrugada de 30 de agosto de 1970, dando um espetáculo que provou a força musical que os tornou um dos faróis do denominado “Summer of Love”. Neste DVD de 84 minutos, Morrison, o organista Ray Manzarek, o guitarrista Robby Krieger e o baterista John Densmore passam por canções icónicas como “Roadhouse Blues”, “Break On Through (To The Other Side)” e “Light My Fire”. Iluminados apenas por uma pequena luz vermelha (a banda não tinha sido informada que tinha de levar o seu próprio equipamento de iluminação), os Doors deram um concerto que ficou para a história.

A nossa atuação foi subjugada, mas muito intensa”, disse Manzarek mais tarde. “Tocámos com uma fúria controlada e o Jim estava em pico de forma vocal. Cantou por tudo o que valia, mas mal mexia um músculo. Dionísio teria ficado atordoado.”

O DVD fica completo com “This is the End”, um vídeo de 17 minutos com entrevistas conduzidas pelo realizador Murray Lerner a Krieger, Densmore e o manager original dos Doors, Bill Siddons. Também são incluídas imagens de arquivo de Manzarek datadas de 2002.

Os The Doors tiveram um enorme impacto nos poucos anos de existência antes da morte de Jim Morrison, em 1971. “The Doors: Live At the Isle of Wight 1970“, que se junta ao vasto catálogo dos filmes dos The Doors na Eagle Rock Entertainment (“Classic Albums: The Doors”; “When You’re Strange”; “Live At The Bowl ’68”; “Feast Of Friends”; “R-Evolution”; “Live In Europe 1968”; “Mr. Mojo Risin’: The Story Of L.A. Woman”; “No One Here Gets Out Alive – The Doors’ Tribute To Jim Morrison”; e “Soundstage Performances”) capta um momento crucial na sua história.

 

The Doors: Live At the Isle of Wight 1970” será lançado em DVD, Blu-ray, DVD/CD e formato digital a 23 de fevereiro de 2018.

 

Partilha