São 5 novos artistas no Sol da Caparica… – Glam Magazine

São 5 novos artistas no Sol da Caparica…

Do Brasil a África e da Nova MPB à soul, dos músicos aos DJs e dos filmes à street art: cabe tudo dentro do festival mais solarengo do país. O Sol da Caparica procura estar atento a todas as ondas e apresentar uma programação inclusiva que abrace diferentes tendências musicais e que vá de encontro à natureza da própria Costa de Caparica, lugar de encontro de múltiplos sotaques e culturas, que sempre recebeu tudo e todos de braços abertos.

Silva, Tiago Nacarato & Orquestra Bamba Social, Moullinex e Kamala juntam-se ao Sol. Rich & Mendes encerram a ultima noite e Virgul apresenta espetáculo especial!

Silva, um dos mais aplaudidos nomes da nova geração de estrelas de MPB, trará ao Sol da Caparica o seu novo álbum, Brasileiro, que tem data de saída agendada para o próximo dia 25 de maio. “A Cor é Rosa” é o título do single de apresentação que certamente não faltará no alinhamento do concerto: “Acho que o disco reflete a forma como eu me enxergo no mundo, e também a maneira como hoje me enxergo brasileiro, profundamente ancorado na esperança do que surgirá de bom de todo esse caos em que vivemos”.

Tiago Nacarato, filho de músicos brasileiros, que vem fazendo um percurso musical a solo e em participação com vários grupos, entre os quais a Orquestra Bamba Social que já passou por grandes salas nacionais, tem vindo a chamar a atenção de todo o país, bem como do país irmão. Momento certamente imperdível deste novo nome da Musica Portuguesa.

Com o balanço certo estará igualmente a Tiago Nacarato & Orquestra Bamba Social. A paixão pelo samba juntou este coletivo de músicos luso-brasileiros oriundos de vários projetos de renome nacional que fundaram em 2013 o projeto Bamba Social, com que desde cedo começaram a lotar as casas de espetáculo da Invicta, com a sua irresistível roda de samba. A Orquestra Bamba Social revisita em cada atuação inúmeros sucessos da música brasileira, desde os anos 30 aos dias de hoje, acrescentado ao samba, novas sonoridades como o jazz, funk e hip-hop.

 

E como às vezes um homem só também pode ser orquestra, o cartaz d’O Sol da Caparica tem igualmente espaço para DJs como Moullinex e Deejay Kamala. Moullinex também é músico, produtor e compositor, líder de banda e incansável artista que tem percorrido os palcos de muitos festivais, mas às vezes gosta de pousar todas as ferramentas, pegar na coleção de discos e apresentar-se como DJ, puxando dos seus próprios argumentos e dos de outros, puxando pelo disco e pelo funk, pela eletrónica mais dançável e descontraída para fazer a festa. O mesmo se pode dizer de Deejay  Kamala, nome incontornável nas mais agitadas noites do país, homem que tem puxado pelos mais fortes êxitos do hip hop e do r&b, tanto nacionais como internacionais, para agitar pistas de todos os tamanhos.

A história de Virgul faz-se de sucessivos sucessos – dos Da Weasel aos Nu Soul Family e daí a uma muito aplaudida carreira a solo. O músico, que se encontra atualmente envolvido na sua “Saber Aceitar Tour”, está a preparar um espetáculo especial para O Sol da Caparica: “É o meu segundo ano consecutivo no festival e vou preparar algo especial, até porque estou em casa, cresci aqui na margem sul e vou ter a minha família na primeira fila“, adiantou o artista. “Não posso desvendar ainda muito, mas garanto que vai ser especial. Vivemos um excelente momento da música portuguesa e eu também quero celebrar isso”.

Em 2017, o cantor editou “Saber Aceitar”, o seu primeiro álbum a solo. “Rainha“, “I Need This Girl” e “Só Eu Sei” foram 3 hits estrondosos que alcançaram milhões de plays nas diferentes plataformas de streaming, atestando a capacidade de criar autênticos terramotos pop em nome próprio.

Partilha