Mateo Kingman estreia-se no Musicbox em Junho – Glam Magazine

Mateo Kingman estreia-se no Musicbox em Junho

Mateo Kingman, artista-sensação do Equador estreia-se no Musicbox no dia 16 de Junho, juntando-se a ele o trio de percussões de Bateu Matou, projecto de RIOT, Quim Albergaria e Ivo Costa.

Mateo Kingman é um dos artistas do Equador que está a recuperar a tradição musical local e a dar-lhe um toque de modernidade. A sua música resulta de uma fusão da música tradicional da Amazónia Andina com hip-hop, rock e pop. Respira, o álbum de estreia, é feito de paisagens sonoras que retratam paisagens naturais, fazendo o ouvinte viajar pela selva e as montanhas, através de samples gravados nas montanhas, rios e florestas. Com a fusão dos elementos electrónicos e acústicos, Kingman procura criar um oxímoro musical: uma harmonia caótica.

Kingman nasceu e cresceu em Macas, uma pequena cidade na Amazónia, onde tomou contacto com a riqueza cultural da comunidade de Shuar e das mitologias Amazónicas. Foi neste ambiente que começou a fazer música com a guitarra, percussões e instrumentos tradicionais, explorando a natureza universal da música. Em 2012 muda-se para Quito e inicia a sua carreira musical, assumindo mais tarde um dos lugares centrais na cena musical da América Latina, a solo e como membro da banda EVHA.

A Mateo Kingman junta-se Bateu Matou. Mais do que uma ideia, Bateu Matou é uma vontade – uma vontade de transformar o pulso do Global Bass e a forma como Lisboa se mexe numa banda de baile novo. É tão simples como isso, a força percussiva que se cria quando RIOT (Buraka Som Sistema), Ivo Costa (BATIDA, Sara Tavares) e Quim Albergaria (PAUS) se juntam tem um e apenas um objectivo – fazer dançar.

Partilha