Maria Reis, Monday, Desidério Lázaro Trio, Pista e Puto Márcio no MUMA2020

O festival MUMA, com lugar na ilha do Faial de 14 a 16 de Maio, tem mais 5 nomes para acrescentar à edição de 2020. Aos já divulgados concertos de Classe Crua, B Fachada e o espectáculo Murmurinho#1: Folcloritmos juntam-se agora uma mão cheio de jovens talentos capazes de mostrar a riqueza e diversidade da nova música portuguesa: Maria Reis, Monday, Desidério Lázaro Trio, Pista (na foto) e Puto Márcio.

Maria Reis é uma metade das Pega Monstro e a autora de umas das pérolas discográficas de 2019: o seu primeiro longa-duração “Chove na sala, água nos olhos”. Com 17 minutos, o disco traz uma mão cheia de canções de expurgo com receita pop e travo a rock. Tem apresentação em power-trio na última noite do MUMA.

Catarina Falcão também criou uma excursão à banda que partilha com a irmã – Golden Slumbers – com o projecto Monday. O primeiro disco “One” (2018) trazia as suas raízes americanas em formato electrificado mas há uma nova leveza e mais sintetizadores na calha a contar pelos primeiro avanços de “Room for All”, EP com lançamento em 2020. Uma das vozes mais potentes da nova pop nacional para ver no MUMA.

Desidério Lázaro é um dos grandes nomes da nova geração do jazz português. Saxofonista de paleta completa, conta já com seis discos em nome próprio e um sem número de colaborações (Mário Laginha, Maria João, Bruno Pernadas, Carlos Barretto…). Traz ao edifício da Sociedade Amor da Pátria, na Horta, uma das secções rítmicas mais solicitadas da actualidade: António Quintino e Diogo Alexandre.

Os Pista são o grupo de rock mais afro do Barreiro. Tiveram gênese como trio de rapazes com um gosto comum pelas bicicletas e lançaram os registos “Pista” (2013)  “Bamboleio” (2015), antes de virar quarteto em “Ocreza” (2019). Os Pista são suor e festa e prometem levar o calor do Verão ao resto das estações do ano.

A encerrar o festival os Açores vêem a estreia de um dos nomes ligados à Príncipe Discos: Puto Márcio. Fundador da Tia Maria Produções – que no seu inicio aglomerou nomes como DJ Teelio ou Lycox – e um exímio DJ e produtor, Puto Márcio vem ao Faial mostrar a sua mistura de Tarraxo, Batida e Kuduru progressivo.

 

photo: Paulo Homem de Melo / arquivo Glam Magazine

Partilha