Henri Texier, Owen Pallett e Selma Uamusse no Auditório de Espinho no início de 2023

A programação do Auditório de Espinho | Academia no período de janeiro a março de 2023 vai apresentar artistas como o contrabaixista de jazz francês Henri Texier, o compositor e multi-instrumentista canadiano Owen Pallett, e a cantora luso-moçambicana Selma Uamusse (na foto).

As escolhas do próximo ano envolvem um cartaz que cruza valores emergentes com músicos consagrados. Para já, o Auditório de Espinho | Academia (AdE) revela cinco nomes para os primeiros três meses do ano.

 

Esta é apenas uma pequena amostra do que iremos propor para os três primeiros meses de 2023. Teremos um nome histórico do jazz europeu, samba com uma história, ‘world music’, erudita e dois nomes essenciais da música independente das últimas décadas. Apesar dos tempos incertos que vivemos, esperamos que as pessoas continuem a escolher a cultura e a ver nela um refúgio”, refere André Gomes, programador do Auditório.

 

O trimestre começa com Selma Uamusse, a 21 de janeiro, num concerto que acentua o património imaterial africano através das suas letras e melodias, abrindo espaço para outras influências, da música portuguesa e Brasileira.

Em cartaz, estará a 3 de fevereiro, o cantor e compositor brasileiro Luca Argel, com o espetáculo “Samba de Guerrilha”, para contar a história com música e imagem deste género musical que enfrentou muitas batalhas até à sua aceitação social” enquanto símbolo da luta que populações negras e periféricas vêm travando por reconhecimento, direitos e dignidade.

Henri Texier, contrabaixista francês e com uma das carreiras mais emblemáticas e ricas da história do jazz, estará em palco a 4 de fevereiro com o trio que integra ainda Sebastien Texier, no saxofone, e Gautier Garrigue, na bateria.

O trimestre encerra com Owen Pallett a 31 de março numa atuação em que se junta a Joel Gibb, da banda The Hidden Cameras, no âmbito da digressão europeia dos dois músicos, como uma celebração do 20.º aniversário do disco “The Smell of Our Own

Owen Pallett e Joel Gibb encerram a passagem por Portugal em Espinho, depois de concertos em Braga (gnration, 24 março), Viseu (Teatro Viriato, 25 março), e Lisboa (Culturgest, 30 de março).

 

A programação inclui ainda um concerto pela Orquestra Clássica de Espinho, a 17 de fevereiro, sob a direção de Pedro Neves, dará a ouvir uma emblemática obra de Modest Mussorgsky e Maurice Ravel.

A programação completa de janeiro a março de 2023 será anunciada em breve…

 

photo: Luis S. Tavares

 

Partilha