Brasileira Iara Rennó em digressão por Portugal – Glam Magazine

Brasileira Iara Rennó em digressão por Portugal

Iara Rennó é cantora, instrumentista, produtora musical, performer, atriz, poeta, compositora brasileira e circula com shows de projetos variados. Com cerca de 100 músicas gravadas e lançadas em discos físicos, Iara tem entre seus intérpretes Elza Soares e Ney Matogrosso, além da cantora portuguesa Maria Jõao Quadros. No final de 2016 lançou os álbuns gêmeos Arco&Flecha (ybmusic/ Selo Circus), com excelente repercussão na mídia e público, e este ano prepara o lançamento digital do álbum Macunaíma Ópera Tupi, além de lançamento de seu primeiro disco infantil, “Iaiá e os Erês”.

Na sua primeira digressão em Portugal, a artista apresenta-se com diferentes shows. Dia 30 de junho no festival Ponta do Sol, Iara sobe ao palco com Ricardo Dias Gomes (baixo) e Felipe Bastos (bateria e eletrônicos) e promete revisitar os sucessos dos seus discos solo, como “Já Era”, “Miligramas”, “Macunaíma”, “Dói Dói Dói”, além de músicas de “Arco&Flecha”.

Com repertório autoral, brasileiro, dançante e eletrizante, o concerto conta ainda com o vídeo da cineasta Patrícia Black.

Dia 5 de junho é a vez de apresentar a Macunaíma Música e Prosa, workshop na Biblioteca Almeida Garret, em Porto. Macunaíma O Herói sem nenhum Caráter – obra original de Mário de Andrade, completa 90 anos e Iara está a realizar uma série de eventos comemorativos. Iara musicou trechos do livro em disco lançado em 2008 e desde então apresenta diversas montagens de sua Ópera Tupi, a leitura musical do livro modernista fundamental na literatura brasileira.

Em Lisboa, serão 2 eventos diferentes. Dia 7 de julho, na Fabrica da Musa, concerto a solo (voz, guitarra e eletrônicos) onde a artista explora canções de seus discos além de interpretações únicas, em apresentação versátil e dinâmica. Com momentos à capella ou tocando com bases eletrônicas, o espetáculo é um grito visceral e eletrizante da força feminina.

Dia 8 de julho Macunaíma pocket-show, uma pequena amostra do disco “Macunaíma Ópera Tupi”, na Fnac Colombo.

 

No Brasil, a artista está a realizar uma série de atividades relativas `as comemorações de 90 anos do livro Macunaíma – o Herói Sem Nenhum Caráter e 10 anos de seu álbum Macunaíma Ópera Tupi.

Partilha