47 de Fevereiro editam “Luta pela Manutenção” em vinil e lançam-se à 2ª volta da tour

Para reforçar a edição em vinil do álbum de estreia “Luta pela Manutenção” dos 47 de Fevereiro (produzido por Rui “Caps” Ferreira), cuja pré-venda estará disponível a partir de 5 de Outubro (dia da Implantação da República), chega agora o 3º e último single “Líder à Condição“, cujo videoclip é uma vez mais da autoria de 1/2 Pirata Mau (Augusto Lado).

Este tema, cujo texto foi extraído do livro O Tambor de Lata (Gunter Grass), perfila-se como um dos mais fortes do disco e aborda uma das temáticas centrais da banda: guerrilheiros, governos e suas lutas pelo poder, tendo por isso sido escolhido pelo realizador para finalizar a trilogia de vídeos que suportam Luta pela Manutenção.

A promoção do vinil dará origem à 2ª volta da tour cujas datas para já confirmadas são:

– 12 Outubro – Will`s Rock Club, Lousada

– 26 Outubro – Barracuda, Porto

– 31 Outubro – Avenida Café-Concerto, Aveiro

– 2 Novembro – Madrid, Espanha

– 3 Novembro – Ertekaleor/ Vitória-Gasteiz, Euskal Herria, Espanha

– 9 Novembro – Sabotage Club, Lisboa

– 10 Novembro – DRAC, Figueira da Foz

– 16 Novembro – Uncle Joe`s, Esmoriz

– 30 Dezembro – Porto

 

Nos concertos do Porto, Lisboa e Aveiro, a primeira parte ficará a cargo de Bandex com as suas músicas e vídeos arrasadores e em Aveiro haverá ainda a presença do dj Van Basten (aka Nesta Afrogrooves) para apimentar a festa numa noite que será um segundo round de La Diablada.

A Glam Magazine esteve à conversa com a banda na passada sexta feira onde de viva voz ficamos a saber tudo sobre a digressão e o disco. Para recordar aqui


Provenientes de projectos tão díspares como Touro, Retimbrar, Zen, Anger, Souq, Fadomorse, Mi Ku Bô, Teia, Funkyard, Turn Off, Stopestra, Xícara, Mina, Miguel Araújo, André Indiana, etc, os membros dos 47 de Fevereiro juntaram-se para dar seguimento à vontade comum de exprimir a música que lhes corre nas veias, sem filtros ou condicionalismos, e assim detonarem palavras sob a forma de Fute-Rock Mediterrânico.

Sai assim à rua o novo contra-golpe da intertugalidade, em forma de rock de barricada. Guerrilheiros, caciques, mafiosos e outros que tais têm a palavra, ou as palavras de livros e crónicas sobre eles escritos. Em várias línguas, em vários tons de voz, na ilharga dos que criaram e perpetuam esta situação. 47 de Fevereiro baralha e volta a dar.

 

O plantel do F. C. 47 de Fevereiro é composto por:

– El Killo (Francisco Beirão): bateria, voz, percussão

– Capitão Moura (Jorge Loura): guitarra, voz

– Roque Xandeiro (Nuno Xandinho): guitarra tuga e eléctrica, voz

– Fiscal Santos (Pedro Santos): baixo, voz

– Capadócio (Rui “Caps” Ferreira): audio

Partilha