Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Glam Magazine

Glam Magazine

Lone e Bateu Matou substituem Actress e Superstar & Star

Por motivos de força maior o concerto de Actress teve que ser reagendado para 16 de Novembro ao passo que continuamos à espreita de uma oportunidade que permita marcar nova data para Superstar & Star. Assim na Quarta 25 junta-se a Caroline Lethô e a Solution o britânico Lone que acaba de lançar novo álbum pela Dj Kicks e apresenta-o pela primeira vez por cá. Bateu Matou é um projeto muito especial que nascerá no Jameson Urban Routes e que junta na mesma formação Quim Albergaria, Dj Riot e Ivo Costa. 
O caminho é claro: um explosivo cocktail de influências traduzidas para pista de dança por três dos mais ecléticos e versáteis bateristas do país. 

a8c592e7-e65b-4a4e-8a05-abe13c565d6b


O Jameson Urban Routes acontece de 24 a 28 de Outubro no Musicbox e apresenta nomes como Black Lips, Black Bombaim & Peter Brotzmann, Havoc (Mobb Deep), Austra, Laid Back, Surma entre muitos outros.

ModaLisboa Luz… Cores e Etnias a desligar a Luz

Morecco, Nair Xavier, Eureka, Olga Noronha, Nadir Tati, Luís Carvalho, Mustra e Filipe Faísca apresentaram ontem as suas coleções para o verão 2018.

301.jpg

Morecco cruzou as cores e os trajes do Rajastão com a Moda e o universo estético do início do século XIX. João Magalhães, designer da marca, reinterpretou o sportswear ocidental, reciclando materiais como o PVC e os bordados. Transparências, cores fortes e aplicações de rendas, penas, pelo, pele e fitas marcaram as suas propostas.

302.jpg

Nair Xavier apresentou uma coleção de menswear citadina e contemporânea, que aliou o seu design e inovação à excelência da produção da empresa Diniz & Cruz. Nesta estação, a jovem designer refletiu sobre a ancestralidade, cruzando o legado do grupo revolucionário, Black Panthers, na década de 70, com a identidade da tribo Maasai.

Eureka apresentou uma coleção de calçado com uma abordagem “glam-natural”, focada no artesanal. O minimalismo destacou-se com silhuetas delicadas, uma paleta de cores subtis e materiais metálicos. A marca apresentou também sneakers inspirados nos anos 90 e as propostas dos designers Nuno Gama e Luís Carvalho, no âmbito das COxLABS.

303.jpg

Olga Noronha surpreendeu, uma vez mais, pela diferença. Nesta estação, a jovem designer de joalharia procurou “espelhar e revelar variações físicas e (in)clemências emocionais” através de um conjunto de 8 esculturas vestíveis feitas em aço e resina epoxi pigmentada.

304.jpg

Nadir Tati voltou a trazer a tradição e estética africana para a passerelle da ModaLisboa. Para senhora propôs vestidos longos em tecidos africanos multicoloridos. Para homem: calças e camisas de linha reta, com encaixes de tecidos padronizados.

305.jpg

A forma e textura da águia foram a inspiração de Luís Carvalho. Nesta estação, o designer trabalhou silhuetas mais retas e longas, com várias layers, plissados e folhos, e uma paleta de cores composta essencialmente por tons pastéis. O ocre surgiu como tom de contraste em materiais mais estruturados como as sarjas de algodão e os alinhados, bem como nos tecidos mais fluidos como os cetins e cupros.

306.jpg

Mustra apresentou uma coleção de menswear citadina, contemporânea e sofisticada, inspirada numa viagem a Sicília e nas silhuetas dos anos 1950. A cor e os padrões florais, gráficos, vichy e listrados foram protagonistas.

307.jpg

Filipe Faísca fez as honras de encerramento desta 49ª edição da Lisboa Fashion Week. Na sua coleção, intitulada “Fertilizer”, o criador trouxe o passado ao presente, trabalhando fibras tradicionais como o algodão, linho, seda e viscose com acabamentos tecnológicos inovadores. Bordados, foil, padrões, rendas, vidrilhos conferiram texturas múltiplas às suas elegantes e femininas propostas.

Mais fotografias no página do facebook da Glam Magazine
Texto: Helena Dias
Fotografias: Paulo Homem de Melo

Swans despedem-se dos palcos… em Portugal

Depois de em 2010 terem voltado aos palcos após 13 anos de ausência, os Swans despediram-se de Portugal ontem, no Hard Club, com um concerto intenso. Com as portas a abrirem à hora do jantar, a primeira parte ficou ao cargo de Baby Dee. A excêntrica artista, acompanhada na guitarra pelo seu sobrinho, tratou das entradas para o prato principal que seria servido pelos Swans. Munida de um acordeão, Baby Dee criou um ambiente intimista e bem disposto, apesar do barulho de fundo que se fez ouvir pelo público que aproveitou para colocar a conversa em dia.

DSC_2242 (Cópia)

Às 21h30 em ponto, entram em palco os Swans e não perderam tempo a aquecer o recinto do Hard Club, com os fortes acordes a calarem de imediato aqueles que incomodaram o concerto anterior. Ao longo de 2h30, o público presente no Hard Club sentiu a onda experimental e punkrock que se mantém bem conservada, num concerto caoticamente organizado, praticamente sem pausas entre músicas.

DSC_2486 (Cópia)

Em junho, a banda que se estreou no mundo da música em 1984 com Filth tinha já marcado presença na cidade do Porto no festival NOS Primavera Sound. Pensou-se na altura que essa seria a última oportunidade para ver a banda de Michael Gira nos palcos portugueses mas a despedida viu-se adiada para outubro com dois concertos (no Hard Club do Porto e em Lisboa). Com este concerto, os Swans conseguiram despedir-se em grande. Resta apenas saber se esta foi uma despedida definitiva ou se vão voltar com nova formação.

 

Reportagem e Fotografias: Vasco Coimbra

Oh Lee Music Showcase no Porto… Tomorrow Comes Today

A Oh Lee Music apresenta um mini festival-showcase ao longo de dois dias no Porto em parceria com o festival - conferência Tomorrow Comes Today. Um evento de livre acesso e que apela à participação de todos, desde músicos, jornalistas, fotográfos e fãs. É neste ambiente de sinergias que a Oh Lee Music promove e convida todos os interessados para um evento intimista repleto de atuações, em formato acústico, nos dias 12 e 13 de outubro, na Casa do Livro, no coração da cidade do Porto. Ambos os dias, quinta e sexta-feira, assim como as respetivas performances, têm início marcado para as 18h.

2dd891e4-6fd5-41bb-8f7f-07190778be3d

"Celebrar a vida através da música e mantermos-nos conetados", é o mote principal e que espelha, na sua realidade, o que deve ser a expressão artística independentemente da sua vertente.

 

Este evento está integrado no warm-up do festival-conferência "Tomorrow Comes Today", a realizar-se só em Outubro do próximo ano no Porto. Entre os primeiros convidados e, já para abrir o apetite, estão nomes como James Stirling (BBC Music), Jon Eades (Abbey Road Red), Josh Saunders (Warner Music) and Paul Pacifico (Association of Independent Music) que vêm dar a sua perspetiva relativamente ao estado atual da indústria da música. Nos mesmos dias, 12 e 13, estão programadas outras atuações no Plano B (promovido pela Omnichord Records) e no Hard Club, respetivamente.

Peste & Sida ao Vivo no RCA… Os Melhores Êxitos de Sempre.

Com o objectivo das reedições dos 3 primeiros álbuns (“Veneno” de 1987, “Portem-se Bem!” de 1989 e “Peste & Sida é que é!” de 1990) finalmente concretizado, os Peste & Sida apresentaram-se a 6 de Novembro de 2015 no RCA em Lisboa para celebrar com um concerto que acabou por se tornar mais um momento histórico.

capa_pesteV8

 

A noite adquiriu uma aura especial e emblemática pelas circunstâncias extraordinárias que se conjugaram: a localização no bairro de Alvalade, histórico para a banda, a lotação esgotada que em poucas horas deixou a sala a rebentar pelas costuras e a participação de treze convidados, músicos e amigos da banda que ao longo dos anos integraram as diferentes formações ou que colaboraram e contribuíram para a família Peste & Sida com o seu talento e criatividade, juntos de novo para revisitar os quase 30 anos de músicas dos Peste & Sida, num palco com duas baterias montadas e prontas a rockar em simultâneo!

 

Da autoria de Rui Canto, fotógrafo e amigo que tem acompanhado a banda nas suas actuações de norte a sul do país, fica o registo visual que documenta este espectáculo para a posteridade, complementado com uma captação áudio planeada em segredo entre o manager Jonny e o técnico de som Bruno Antunes.

 

Esta gravação foi eleita pela banda para concretizar um objectivo há muito perseguido: a edição de um álbum ao vivo! Precisamente por ter sido feita sem o conhecimento prévio dos músicos, salvaguardando assim a espontaneidade e o que de mais genuíno há nos Peste & Sida: uma energia muito própria e característica de uma banda que se orgulha em ser essencialmente uma “live band” e que atinge os seus pontos mais altos no contacto directo com o público.
Edição a 13 de Outubro

Sensible Soccers e “O Homem da Câmara de Filmar”

Depois de um verão intenso com muitos concertos, em Portugal, Madeira, Açores, Reino Unido, Barcelona, Valência, Madrid e Santiago de Compostela. Os Sensible Soccers são desafiados pelo Close-Up, Observatório de Cinema da Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão, a musicar o filme "O Homem da Câmara de Filmar", do realizador russo Dziga Vertov.

1165498

 

Dia 14 de Outubro, às 21:30, os Sensible Soccers irão apresentar ao vivo uma proposta para a banda sonora do filme lançado em 1929. Durante 65 minutos poderemos ver "O Homem da Câmara de Filmar", acompanhado pela música dos Sensible Soccers, boa parte dela original e inédita.

 

“O Homem da Câmara de Filmar” é um autêntico manifesto de Dziga Vertov, o realizador mais radical e futurista da vanguarda soviética dos anos 20. Cinema de montagem, que recusa a trama narrativa, o actor e os intertítulos, cinema da "câmara-olho" (kino-glaz), mais perfeita do que o olho humano. De ressaltar as contribuições de Mikhail Kaufman na fotografia e de Elizaveta Svilova, mulher de Vertov, na montagem. Um "filme ‘ao contrário', com uma expressão fabulosamente ritmada", na opinião de Jean Rouch, para quem Dziga Vertov "era antes de mais nada um poeta, o documentarista das festas revolucionárias", que acabou por ser "rejeitado pela sua sociedade."

Sam Smith está de volta com novo album… “The Thrill of It All”

Sam Smith acaba de anunciar o lançamento do seu muito aguardado novo álbum, “The Thrill of It All”, para o dia 3 de novembro. “Too Good At Goodbyes”, o primeiro single do novo álbum, alcançou um sucesso global, atingindo o 1.º lugar do top de vendas no Reino Unido e da tabela Global Spotify, mas também o n.º 1 do top do iTunes no Reino Unido e nos EUA.

thrill

Em “The Thrill of It All”, Sam volta a trabalhar com o amigo e colaborador de longa data Jimmy Napes, bem como com artistas como Timbaland, Malay, Jason “Poo Bear” Boyd e Stargate. No álbum, Sam colabora ainda com um artista desconhecido, YEBBA, na emotiva canção “No Peace”. Sam revelou um pouco deste novo álbum aos seus fãs durante uma série de concertos intimistas em Londres, Nova Iorque, Los Angeles e Berlim. A 7 de outubro o cantor atuou no “Saturday Night Live”.

 

Em novembro, Sam Smith vai protagonizar um especial televisivo de 60 minutos, exclusivo da BBC. Filmado em frente a uma audiência, o especial inclui canções que Sam nunca interpretou antes na televisão. Já passaram três anos desde que foi lançado o álbum de estreia de Sam Smith e desde então o músico tornou-se um dos maiores artistas do planeta, com mais de 12 milhões de álbuns vendidos em todo o mundo e um número impressionante de prémios, incluindo um Óscar, um Globo de Ouro, três Brit Awards e quatro Grammys, entre outros.

"ATTERO"… a primeira grande exposição de BORDALO II em Portugal

Após alcançado vasto reconhecimento internacional, BORDALO II apresenta em território nacional a sua primeira grande exposição em nome próprio: "ATTERO". A inauguração do evento, que será muito mais abrangente do que somente a mostra do seu trabalho, acontece no dia 4 de novembro pelas 16H00. A exposição permanecerá aberta até dia 26 do mesmo mês, num armazém localizado no Beato, mais precisamente na Rua de Xabregas, número 49.

9e5a7368-eebd-4442-a8f0-3c983d799e66


Não é por acaso que "ATTERO" foge ao circuito de galerias e museus. Como uma extensão do posicionamento do artista ao longo da sua carreira, e fomentando uma descentralização da atividade artística em Lisboa, com "ATTERO", o artista abre as portas do seu atelier e convida-nos a entrar no seu mundo. Esta mostra promoverá uma retrospectiva pelos corpos de trabalho que o artista desenvolveu até hoje: criações feitas de lixo que é transformado pela mão e visão de BORDALO II em algo maior. Um incontornável comentário à nossa sociedade consumista e à forma como exploramos, muitas vezes de forma abusiva, os recursos que a Natureza nos dá. Inevitavelmente, o visitante será convidado a reflectir sobre o seu próprio papel enquanto actor na sociedade em que se insere. "ATTERO" integrará peças de diferentes escalas, novas abordagens resultantes da exploração de novos media, e peças da sua mais marcante série "Big Trash Animals".

Ao longo das três semanas do evento está previsto um conjunto de iniciativas paralelas, que pretendem ser veículo de transmissão do manifesto ambiental que BORDALO II foca no seu trabalho. Entre as várias iniciativas, destacamos:
- Construção de peças da série “Big Trash Animals” em várias áreas da cidade;
- Visita guiada à exposição pelo artista, pela curadora e/ou convidados de diferentes áreas;
- Visitas guiadas direccionadas a escolas (primárias e secundárias); 
- Tertúlia / Conversa com o artista e outros;
- Projecção do documentário “Bordalo II - A Life of Waste” com presença dos realizadores Trevor Whelan e Rua Meegan
- Workshops;
- Lançamento de Livro (sessão de autógrafos).

A entrada é gratuita
O calendário destas iniciativas paralelas será divulgado brevemente.

Thirty Seconds to Mars em Portugal….

Os Thirty Seconds to Mars anunciaram uma gigante digressão europeia com arranque no próximo mês de março e passagem confirmada por Lisboa, dia 10 de abril, no Campo Pequeno. O grupo tem sido considerada como uma das melhores bandas ao vivo de sempre, graças às suas emocionantes atuações ao vivo, prova dada uma vez mais na apresentação do single “Walk On Water”, no início deste ano, nos MTV Vídeo Music Awards, com uma atuação absolutamente brilhante apresentada através da inovadora tecnologia de infravermelhos, com o convidado especial Travis Scott, que pode ser vista aqui. “Walk on Water” foi o primeiro single do quinto álbum a ser apresentado aos fãs. A banda foi ainda recentemente nomeada para os MTV European Music Awards, na categoria “Best Alternative”.

MARS-2017-FINAL-NO_CP

 

Os Thirty Seconds to Mars são compostos por Jared Leto, Sannon Leto e Tomo Milicevic. Até à data já venderam mais de 15 milhões de álbuns e esgotaram arenas e estádios por todo o mundo. São detentores de vários prémios e elogios ao longo da carreia, incluindo 12 MTV Awards e um Billboard Music Award. A banda é ainda recordista do Guiness com a mais longa digressão na história da música. No passado dia 04 de julho (dia da independência nos Estados Unidos), a banda gravou um documentário “A Day in Life of America”, que contou com uma equipa de 90 pessoas nos 50 estados Porto Rico). O projeto capta a vida americana num só dia e será lançado em 2018.

Neste momento banda encontra-se a trabalhar próximo álbum de originais, o quinto da sua carreira, com data de lançamento a ser revelada brevemente.