Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Glam Magazine

Glam Magazine

Metronomy convocam Xinobi para a festa de 30 de Outubro

Na próxima segunda-feira, Metronomy trazem ao Coliseu dos Recreios o novo álbum,"Summer '08", e temas como "The look", "The bay" e "Love Letters". Xinobi actua na primeira parte do concerto, com o seu segundo álbum, "On The Quiet", lançado em Março deste ano, que chegou a alguns dos melhores festivais e clubes da europa.

foto

Joe Mount, líder e alter-ego de Metronomy, que ao vivo é acompanhado por quatro músicos, promete uma viagem funkadélica electro-pop, o warm up ideal para o Halloween.

Xinobi, que andou em digressão pelo mundo com Moullinex, partilha a escola funkadélica de Metronomy. Juntos transformarão o Coliseu numa verdadeira pista de dança.

Exposição de Henrique Pavão na Culturgest Porto

A obra ainda necessariamente curta de Henrique Pavão revela uma preocupação com a temporalidade e a memória apresentada em diversos suportes. A utilização do vídeo, da escultura, da fotografia ou do som decorre sempre das necessidades específicas de cada projeto ou situação que o artista propõe. Para a Culturgest Porto, Henrique Pavão concebeu uma instalação que joga com a degradação de esculturas aparentemente minimais, especificamente pensada tendo em conta o edifício da Culturgest e a sua morfologia, nomeadamente a zona das caixas fortes. As tónicas na temporalidade, na observação e na inacessibilidade são transportadas do seu trabalho anterior, mas ligam-se indissociavelmente à estrutura arquitetónica da antiga sede bancária.

antes-e-depois-de-antes

A vigilância permanente do processo de degradação dos objetos escultóricos, quase minimais quando realizados mas progressivamente convertidos em detritos, revela uma paixão pela escatologia do tempo que é um reflexo da nossa própria transitoriedade. Esta intervenção constitui a primeira exposição em contexto institucional de Henrique Pavão, que estudou escultura em Lisboa e artes visuais em Malmö, na Suécia.

 

De 28 Outubro 2017 a 21 Janeiro 2018

O Inverno está a chegar... é a altura delas!

Das esplanadas e saladas para as tascas e cabidelas apuradas….  
As 50 Melhores Tascas de Lisboa, um guia que vem acompanhado com tudo a que temos direito. São 50 espaços lisboetas bem castiços para serem (re)descobertos pelos seus pratos tradicionais e suas gentes. Este é um guia leve, com pitadas de humor que nos traz doses generosas a preços justos, nunca acima os 10 € por cabeça.

Image1

Tiago Pais leva-nos do Zé dos Cornos na Mouraria até ao Zé Pinto em Benfica, da Bica ao Príncipe Real, recomendando os melhores pratos do dia destes espaços típicos e genuínos de Lisboa que vão desaparecendo. Estrelas Michelin? Não. Este guia contempla 7 tascas com o Prémio Palito d’Ouro!

Para além das belíssimas fotografias que quase nos deixam cheirar os tachos, este guia ajuda ainda os foodies, mais ou menos experientes, com as moradas, os números de telefone, e claro, o mapa das tascas de lisboa. Agora é só desapertar o cinto e abrigar-se nas tascas, com um belo prato de cozido e vinho a acompanhar.

 

Texto: Tiago Pais (alfacinha de gema, jornalista freelancer, trabalhou na Time Out Lisboa e mais recentemente no Observador)

Edição: Zestbooks

Halloween… e a festa de Aniversário do Pacha Ofir…

A Festa de Aniversário do PACHA Ofir vai ter lugar no dia 31 de Outubro juntamente com a já reconhecida noite de Halloween do PACHA, preenchendo as 6 pistas de dança da discoteca. Estes 25 anos de PACHA Ofir terão como grandes atracções: Pedro Abrunhosa, Sam the Kid & Mundo Segundo, Messias Maricoa e Cosmo Klein. A discoteca portuguesa que chegou a ser classificada entre as 21 melhores do mundo pela revista britânica Musik irá receber ainda os dj's de renome internacional: Allan Fitzpatrick, Anja Schneider e Rebekah. Nas 6 pistas do PACHA actuarão os melhores dj's nacionais através das presenças confirmadas de: Rui Vargas, Frank Maurel, Carlos Manaça, Miss Sheila, Fauvrelle, Miguel Rendeiro e Soundprofile, entre muitos outros que serão anunciados em breve.

0e75d76f-7b91-41a5-b376-07008f1da84d

Neste que será o momento alto das comemorações dos 25 anos da discoteca que foi o primeiro franchising da marca fora de Espanha, contará ainda com grandes nomes da actualidade: The End, Meninos do Rio, Ricardo Reis, André Alves, Funk You 2, Castilho, Biblas, SahSebastien, Andrego e The Masters Sisters. Os históricos do PACHA: Tó Ricciardi, Chiquinho, Motinha, Patinhas, Rui Magalhães, Eduardo, Belita e Nelly Deep, também estarão presentes neste aniversário. Especial destaque para o Palco Openroom - Área Latina onde vai ser possivel ouvir Messias Maricoa que irá abrir para Sam the Kid & Mundo Segundo, numa rara aparição juntos.

 

Estes 25 anos começaram a ser comemorados em Abril deste ano com a festa “Remember 25 Anos Pacha Ofir”, onde os convidados foram os GNR. Nos últimos meses, o espírito de comemoração manteve-se com os concertos de Virgul, Mastiksoul, Calema, Slow J, Gabriel O Pensador e Matias Damásio

 

Programação e Artistas Confirmados

Pedro Abrunhosa

Sam the Kid & Mundo Segundo

Messias Maricoa

Cosmo Klein

 

DJ's Internacionais

Allan Fitzpatrick

Anja Schneider

Rebekah

 

DJ's Nacionais

Rui Vargas

Frank Maurel

Carlos Manaça

Miss Sheila

Fauvrelle

Miguel Rendeiro

Soundprofile

 

Palco Openroom - Área Latina

Sam the Kid & Mundo Segundo

Messias Maricoa

The Master Sisters

Andrego

 

The End

Meninos do Rio

Ricardo Reis

André Alves

Tó Ricciardi

Chiquinho

Motinha

Patinhas

Rui Magalhães

Eduardo

Belita

Nelly Deep

Francisco Praia

Castilho

Biblas

SahSebastien

 

 

Havoc... no Musicbox

"I got you stuck off the realness. We be the infamous, you heard of us, official Queensbridge murderers." Esta será indiscutivelmente uma das rimas mais conhecidas do rap contemporâneo. “Shook Ones (Part II)”, é o prefácio do até hoje aclamado álbum The Infamous e a bem dizer, a apresentação dos Mobb Deep ao mundo. Depois de uma estreia inexpressiva em 1993 com o álbum Juvenile Hell, é The Infamous que nos dá a conhecer Prodigy e Havoc como um dos colectivos mais relevantes e consensuais desta cultura.

21687424_1190431724390198_2462803944322019931_n

Falar de Mobb Deep é algo que desde 20 de Junho se tornou extremamente delicado. Sem que nada o fizesse prever, Prodigy faleceu. Inegavelmente a importância do seu trabalho e o seu estatuto enquanto um dos pilares desta vertente musical, foram exponenciados ao máximo um pouco por tudo o mundo que padece em choque com a sua ausência. Para a posteridade fica um longo e inegável legado de trabalho com o qual os Mobb Deep nos presentearam durante mais de duas décadas. A dupla de QB editou oito álbuns em nome próprio e um sem fim de colaborações dignas de destaque.

 

Se a morte de Prodigy é um facto impossível de descurar, é impossível descurar também que uma das metades deste icónico duo é Havoc, o criador da sonoridade que levou o grupo ao estatuto de banda de culto a nível global. Definir Havoc é algo que requer um brainstorming exaustivo, sobretudo no momento de travar a quantidade de adjectivos proficientes que o definem. Havoc é um MC proeminente, com um carisma irrefutável e que sempre acompanhou a fasquia elevadíssima de Prodigy, mas é enquanto beatmaker e produtor que o seu trabalho assume contornos de genialidade.

 

É das mãos de Havoc que nascem temas como “Shook Ones (Part II)”, “Survival of the Fittest”, “Hell on Earth”, “Quiet Storm” ou “It's Mine”. Músicas como estas são apenas uma fracção mínima de um reportório absolutamente notável. Com quatro álbuns a solo e um par de álbuns instrumentais, Havoc é um artista completo e acima de tudo consistente. Para além do seu trabalho enquanto beatmaker, onde já colaborou com nomes como Notorious B.I.G., Eminem, Nas, The Game ou Kanye West, Havoc lançou recentemente o álbum The Silent Partner em parceria com The Alchemist.

É com este histórico que Havoc se apresentará dia 24 de Outubro no Festival Jameson Urban Routes, no Musicbox Lisboa para um concerto co-programado pela Versus. Havoc será acompanhado por Big Noyd, rapper desde sempre ligado ao colectivo Mobb Deep e para o qual produziu quase na totalidade o seu primeiro álbum de originais Episodes of a Hustla, um clássico do circuito underground nova-iorquino.

Aräyuí… e “Cerca Trova”…

Aräyuí é um projeto solo e inteiramente "Make yourself" feito para aliviar a tristeza e misantropia de ouvidos exigentes e cansados da melancolia do século XXI. Todas as letras foram baseadas em histórias vividas ou absorvidas durante conversas com amigos e parentes.

cover

“Cerca Trova”, são oito faixas que passeiam pelo showegaze/noise. “Cerca Trova” é também um disco produzido em home estúdio, um disco que de um cara que hoje se divide entre os estudos acadêmicos quase que solitários em Curitiba no Paraná e as férias de rever amigos de infância no Piauí, chamado Lucas de Miranda, de apenas 19 anos. Tem como inspiração bandas recentes da cena Brasileira como Lupe de Lupe e gorduratrans e foi gravado entre abril e outubro deste ano.

 

Download gratuito aqui

Elsiane apresentam-se ao vivo no Hard Club

A dupla canadiana, mundialmente projectada após a sua actuação ao vivo no espectáculo do Cirque du Soleil, Le Royaume do Tôle, em 2013, escolheu novamente a cidade do Porto para o reencontro. O Hard-Club a sala que novamente os receberá. Os 4 anos, desde a apresentação de estreia, deixaram uma saudade que poderá agora ser mitigada.

dd20e50b-64d7-492a-b444-914d85b8a3c3

Death of the Artist”, o terceiro álbum, editado em Abril deste ano, é novamente um trabalho intimista, como os dois anteriores (Hybrid  e Mechanics of Emotion), profundo, cheio de véus encantadores e que trilha os árduos caminhos interiores da Elsieanne Caplette. Com ímpares vocalizações, suportadas pelos prodigiosos ritmos do Stephane Sotto, envolve-nos numa fusão criativa de vaporosas e texturadas composições, emocionalmente carregadas e complexas, por vezes sombrias e devastadoras, mas sempre soberbas e viciantes. Uma performance a não perder, onde com certeza se revisitarão os celestiais e enfeitiçantes êxitos de 2007, “Vaporous” e “Paranoia” ou ainda “Underhelped” e “Nobody Knows” de 2012.

 

Para a abertura do espectáculo os portugueses The Black Zebra. Os irmãos Machado, reforçados pela entrada do Davide Lobão, apresentam o seu primeiro longa duração, “Nonsquare”. O single de avanço “Children” roda já nas rádios e o seu videoclipe nas redes sociais. O álbum, com edição Gritos / Cultura Fnac, foi lançado em Fevereiro e rapidamente se sucederam os concertos de promoção.

Concerto com início às 21:30h, na noite de 27 de Outubro na Sala 2 do Hard-Club

Sitiados… 25 Anos

No ano em que se comemoram 25 anos da edição do álbum de estreia dos Sitiados, a Sony Music Entertainment reeditará a 3 de Novembro essa obra seminal na história da música portuguesa.

Capa Sitiados - 25 Anos (c sticker)

O álbum “Sitiados”, há muito indisponível, regressa assim às lojas numa edição especial comemorativa do 25.º aniversário, na qual se incluem 25 temas extra e um luxuoso livreto de 32 páginas recheado de imagens inéditas.

Este álbum duplo inclui os 16 temas originais remasterizados, diversas maquetes com temas inéditos e versões ainda embrionárias de temas que viriam a ser regravados para o disco de estreia, em gravações de 1987 a 1989. No livreto podem ainda encontrar-se dois testemunhos de Pedro Gonçalves e Ricardo Alexandre, diversas fotos do arquivo privado dos artistas e disponibilizadas pela primeira vez ao público e ainda vários documentos históricos.

Pág. 1/31