Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Glam Magazine

Glam Magazine

Mark Eitzel regressa a Portugal para apresentar “Hey Mr Ferryman”

Mark Eitzel dispensa qualquer tipo de apresentação.

Primeiro com os American Music Club e agora a solo, é já apelidado por muito como o “herdeiro de Leonard Cohen”. No seu último álbum, “Hey Mr Ferryman”, amplamente celebrado pela imprensa e produzido por Bernard Buttler, ex-guitarrista dos Suede, mostra um Mark Eitzel em plena forma, recuperado de três anos de ausência do mundo musical. Do disco fazem parte um conjunto de canções sobre a fragilidade humana, os músicos e a música, misoginia, a longa sombra da história, oceanos, céus e corações.

MarkEitzel_(c)MarkHolthusen.jpg

photo: Mark Holthusen

 

Ao Auditório de Espinho, traz a sua banda para continuar a relatar a vida tal como ela é.

No dia 28 de Outubro, inicia em Espinho uma breve passagem por Portugal que o leva igualmente no dia 29 de Outubro à Galeria ZDB em Lisboa

Aline Frazão e Vitor Ramil celebram Hemisfério Sul

A Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão comemora o seu 16º aniversário, no dia 3 de Junho, com o espectáculo “Cruzeiro do Sul”, inspirado em culturas que se vivem no hemisfério sul. Do alinhamento fazem parte Aline Frazão, natural de Angola, e Vitor Ramil, do Brasil.

DSC_0006 (Cópia).jpg

photo: Paulo Homem de Melo

 

Com um repertório escolhido criteriosamente, Aline Frazão abre a noite, acompanhada das suas guitarras e kissange, para cantar as suas influências, preferências e identidade: “Nasci e cresci em Luanda, no norte de Angola. Lá nós dizemos “do Norte”, por mais do Sul que seja a nossa latitude no mapa-mundi. Desde a sua fundação, há mais de 400 anos, que Luanda olha mais para o Oceano Atlântico do que para o sertão continental às suas costas. Eu mesma, nas praias da minha infância imaginava que, se nadasse muito-muito, chegaria ao Brasil. (…) Me digo ‘do Sul’, sabendo que precisamos desmentir os mitos que outros escreveram sobre nós. Me digo ‘do Sul’ carregando em mim a infinita curiosidade de conhecê-lo e reinventá-lo.”

 

O gaúcho Vitor Ramil, autor de “A Estética do Frio”, sobe depois ao palco, para apresentação de alguns dos temas mais marcantes da sua carreira: “Em minha trajetória tenho reagido aos estereótipos da brasilidade e do gauchismo (esse último, caracteriza os rio-grandenses). Parte desse esforço se traduz em minhas tentativas de criar uma linguagem síntese a partir, principalmente, das milongas e das canções. (...) Em minha primeira apresentação solo em Famalicão reunirei canções e milongas, sempre buscando suas conexões e seus desdobramentos como expressão do meu imaginário. No repertório músicas de “délibáb” e “Foi no mês que Vem”, meus álbuns mais recentes, e alguma inédita de meu próximo disco, “Campos Neutrais”, com lançamento previsto para 2017.”

Festival A Porta #3… Todo um mundo que se abre em Leiria na próxima semana

Falta oficialmente menos de uma semana para A Porta abrir-se em Leiria e revelar uma cidade repleta de cultura e convívio, com concertos, exposições, jantares, workshops ou ainda, feiras e intervenções plásticas numa programação que abrange crianças, adultos, Leirienses e visitantes de todas as idades.

A Porta abre-se a 30 de Maio, a partir das 20h, com dois jantares temáticos, um cubano e outro francês, em casas privadas de habitantes da cidade. Cada jantar é acompanhado por uma actuação de uma banda, estando para este dia confirmados os Buena Vista Antisocial Club e Sheriff Papaya. A 31 de Maio, mais duas casas privadas e dois jantares temáticos, desta feita com os sabores da Grécia e Malta, e a prestação de Obaa Sima e FOAM.

Cartaz Musical A PORTA.jpg

A programação de 1 e 2 de Junho ficará marcada por música.

A 1 de Junho, Sean Riley & The Slowriders, em parceria com a Fade In, apresentam um concerto exclusivo para 300 pessoas na histórica Villa Portela. Já a 2 de Junho, pelas 22h30, a Porta inaugura o palco do Jardim Luís de Camões, com Them Flying Monkeys, Stone Dead e a banda israelita Ouzo Bazooka.

 

Dia 3 é o verdadeiro dia D do Festival A Porta, com uma programação que vai das 10h até às 2h da manhã. O Festival toma de assalto a Rua Direita, uma das principais artérias comerciais da cidade, com uma programação que inclui workshops para crianças e adultos propostas pela Inpulsar-Associação para o Desenvolvimento Comunitário, teatro, curtas metragens com curadoria Shortcutz Lisboa e Leiria Film Fest, jogos de mesa, dança, pinturas de fachadas e há até uma porta para a China. Inaugura-se a Casa Plástica, uma exposição multidisciplinar, inspirada em “Cidades Invisíveis” de Italo Calvino e a Feira Bandida e a Feira Independente dão espaço à venda de itens em segunda mão e edições de autor respectivamente. Musicalmente falando, A Porta apresenta nomes como Lavoisier, The Twist Connection, Galgo, The Poppers entre muitos outros, em inúmeros palcos, numa programação que se estende à noite ao palco do Jardim Luís de Camões.

 

Dia 4, domingo o Parque do Avião torna-se o centro de todas as atenções… mais workshops e brincadeiras com crianças, campeonatos de skate, piqueniques, passeios de barco, caminhadas, feiras e até um programa de rádio ao vivo.

A Omnichord Records toma conta da música e apresenta 2 por 3 e Jerónimo.

 

Há Música no Trindade… Tatanka a solo!

No próximo dia 23 de junho começa numa das mais belas salas de Lisboa, um conjunto de concertos pensado para levar ao encontro dos amantes de música alguns dos mais intensos e íntimos concertos em que a voz, a guitarra e o piano concentram paixões e atenções. Tatanka a solo é o primeiro dessa série de concertos…

16174625_1905119523055328_8466721900351784006_n

photo: Paulo Homem de Melo

 

Quem já sentiu de perto a entrega de Tatanka em palco sabe bem que este é um artista completo, que se expressa com o corpo e com a alma, com a guitarra e a garganta, pegando no melhor da música - da soul ao rock, do jazz ao funk - para nos oferecer canções maiores que nos fazem dançar, pensar e apaixonar.

 

Tatanka é o rosto dos muito amados The Black Mamba, projecto com que percorreu o país e o mundo (apresentou-se, ao lado de Áurea, no Rock In Rio Brasil, por exemplo) colecionando um volume invejável de experiência. Vocalista de méritos reconhecidos, guitarrista de exceção, Tatanka tem sabido dividir palcos com algumas das maiores estrelas da música portuguesa – além de Áurea, já se cruzou com António Zambujo, Dengaz ou Rui Veloso, para mencionar apenas alguns exemplos – repartindo com todos o brilho da apresentação. Ao Trindade, Tatanka trará “O Imperio dos Porcos” um espectáculo especial: apresentando-se primeiro a solo, acompanhado apenas pela sua guitarra, desfiando canções e histórias, melodias nuas e acordes como quem se revela ao mundo.

Na segunda parte será com banda que desfilará argumentos, procurando mostrar outras dinâmicas e energias num concerto pensado especialmente para esta ocasião.

Fora de Serralves também Há Festa!

Serralves organiza em 2017, nos dias 2, 3 e 4 de junho, a 14ª edição do Serralves em Festa… Este é o maior evento da cultura contemporânea em Portugal e um dos maiores da Europa, com centenas de atividades a decorrer nos vários espaços da Fundação de Serralves e também em alguns locais da cidade do Porto. À imagem de anos anteriores, o Serralves em Festa acolhe a participação da comunidade local e nacional, mas também de artistas vindos de todo o mundo, e estabelece parcerias com outras entidades culturais, sociais, educativas e artísticas da cidade do Porto e de todo o país.

cabecalho.jpg

A Festa sai, por isso, mais uma vez, dos muros de Serralves e apresenta projetos na Baixa do Porto, em parceria com a Câmara Municipal do Porto, através da PortoLazer.

 

Performance

Ola Maciejewska / Loïe Fuller: Research

1 Junho 2017 | 12.00h - Praça Carlos Alberto

1 Junho 2017 | 17.00h - Jardim da Cordoaria, traseiras da Reitoria da Universidade do Porto

 

Música / Performance

Pierre Berthet & Rie Nakajima / Dead Plants & Living Objects

1 a 3 Junho 2017 | 18.00h - Jardim das Virtudes

 

Instalação

Pierre Berthet & Rie Nakajima / Dead Plants & Living Objects

1 a 3 Junho 2017 | 9.00h - 19.00h - Jardim das Virtudes

 

Circo Contemporâneo / Dança

Claudio Stellato / La Cosa

1 Junho 2017 | 19.00h - Terreiro da Sé do Porto   

mapa.jpg

 

Ao longo dos anos tornou-se ponto de passagem obrigatório para milhares de visitantes portugueses e estrangeiros e em 2016 bateu todos os recordes de público ao receber mais de 161 mil visitantes.

Surf Curse e Mute Swimmer em Bragança

Os Surf Curse, referência da cena DIY de Los Angeles e o Britânico Mute Swimmer atuam dia 30 de Maio em Bragança no Bô Bar Concerto.

Surf Curse são Nick Rattigan e Jacob Rubeck, duo de Reno/Nevada formado em 2012 que se tornou rapidamente numa referência da cena DIY de Los Angeles, onde residem desde então. Depois de terem lançado durante 2013 o LP "Buds" e o EP "Sad Boys", apresentam agora o novo e viciante “Nothing Yet”, disco editado no início deste ano e apresentado recentemente em festivais como o Coachella e SXSW.

mute-swimmer-smoking-by-hashatasteriskpercent.jpg

Mute Swimmer é o principal projeto musical do artista britânico Guy Dale, que actualmente vive e trabalha em Berlim. A sua música é uma fusão entre a música melódica tradicional com a arte da performance, spoken word e folk.

Bairrada celebra a região e a sua gente com cerimónia e eleição de cinco embaixadores

A Comissão Vitivinícola da Bairrada (CVB) e a Associação Rota da Bairrada (ARB) uniram-se, uma vez mais, desta vez com o propósito de realizar a primeira cerimónia ‘Bairrada: No Sentido dos Sentidos’, um momento solene de homenagem à região e à sua gente. Agendado para sexta-feira, dia 2 de Junho, pelas 19h00, na histórica Quinta das Lágrimas, em Coimbra, o evento promete ser único e memorável.

Cerimónia Bairrada 2 Junho

Durante a cerimónia ‘Bairrada - No Sentido dos Sentidos’ sobe ao palco o quinteto de embaixadores que a CVB e a ARB elegeu para distinguir neste primeira edição. São figuras da região, conhecidas do grande público, e que se destacam em diferentes áreas: Maria Rueff, na arte e na cultura; Dino Alves, na moda; Sérgio Conceição, no desporto; Sandro Alves, na dupla investigação e ciência; e o chef Ricardo Costa, na gastronomia. 

 

A noite será abrilhantada com o espectáculo CORDIS & Mafalda Arnauth com o Quarteto Arabesco.