Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Glam Magazine

Glam Magazine

The Weeknd pela segunda vez em Portugal...

The Weeknd é a mais recente confirmação para a 11.ª edição do NOS Alive. O músico canadiano, vencedor de dois Grammy, atua no dia 6 de julho, no Palco NOS. The Weeknd junta-se no primeiro dia aos já anunciados The xx, Alt-J e Ryan Adams. É o regresso a Portugal depois de uma discreta passagem em 2012 pelo Optimus Primavera Sound.

DSC_0157 (Cópia)

photo: Paulo Homem de Melo / Arquivo

 

O cantor e compositor alternativo de R&B é considerado um dos mais enigmáticos artistas do século XXI. Em 2010 começou a libertar algumas das suas criações incognitamente no YouTube, sob o nome The Weeknd, e em 2011 já tinha conseguido chamar a atenção da crítica, como a Pitchfork ou a Rolling Stone, e conquistado milhares de fãs com as três aclamadas mixtapes “House of Balloons”, “Thursday” e “Echoes of Silence”. A coletânea “Trilogy”, editada em 2012 e que reúne as três mixtapes, conquistou o disco platina nos EUA e Canadá e estreou em 4.º lugar do Billboard Top 200.

Em 2015 The Weeknd faz a grande passagem de fenómeno underground da internet para os principais palcos da cena musical atual, com o lançamento do disco “Beauty Behind The Madness”. O segundo álbum de estúdio do músico, que conta com temas como as “The Hills”, “Can’t Feel My Face” e “Earned It”, alcançou a tripla platina, foi vencedor de vários prémios, escalou as principais tabelas e ganhou a atenção mundial da imprensa. Para confirmar este sucesso, The Weeknd aventurou-se numa digressão de arenas esgotadas, em 22 salas nos EUA.

 

Starboy”, o mais recente longa-duração do artista, apanhou os fãs de surpresa quando foi apresentado com a colaboração da dupla francesa Daft Punk, alinhamento conta ainda colaborações de Lana Del Rey, Kendrick Lamar e Future. O terceiro disco de estúdio entrou diretamente para o 1.º lugar do iTunes, com o single “Starboy”, tendo inclusive atingido proporções históricas, ao bater o recorde do maior número de streams em apenas um dia no Spotify, com o single homónimo do disco.

 

Artistas já confirmados: Alt-J, Depeche Mode, Foo Fighters, Imagine Dragons, Ryan Adams, The Kills, The Weeknd, The xx e Warpaint.

Capitão Fausto no Coliseu… Plateia e Balcão esgotados….

A Plateia e Balcão do concerto dos Capitão Fausto da próxima quinta-feira, dia 22 de dezembro, pelas 22h00, estão esgotados, Foi disponibilizado um número limitado de bilhetes extra para Camarotes de 1ª ordem. Não serão muitos e prevê-se que esgotem rapidamente.

14721629_10155544900575200_1959933299656767006_n

2016 está a ser um ano de grandes conquistas para os Capitão Fausto e a fechar com chave de ouro. Para além do primeiro concerto da banda no Coliseu dos Recreios, o álbum “Capitão Fausto têm os Dias Contados” foi já eleito o Melhor Álbum Nacional do Ano para a revista Blitz e para a Antena 3, que elege também o single “Amanhã Tou Melhor” como Melhor Canção Nacional de 2016.

Na passada sexta-feira, lançaram o vídeoclip “Tem de Ser” sobre o qual o realizador Ricardo Oliveira escreveu as seguintes palavras: “Todos os rapazes se tornam homens. É o que muitos dizem do último disco de Capitão Fausto. É, inclusive, sobre isso que as canções falam, dizem outros tantos. E neste limbo entre juventude e maturidade as coisas misturam-se. Realidade e conto de fadas. Envelhecimento e felizes para sempre. Responsabilidade e liberdade. Homens e rapazes. Rapazes e raparigas. O novo e o velho. O novo videoclip, para a música Tem de ser, inspirado num velho conto de fadas. É um objecto num limbo muito bem definido.”

Os Capitão Fausto serão, eventualmente, a banda-paradigma de quem vence e arrecada os melhores adjetivos porque o caminho só poderia implicar-lhes coroação. Constituídos por Tomás Wallenstein, Domingos Coimbra, Francisco Ferreira, Manuel Palha e Salvador Seabra, têm três LPs editados: “Gazela” (2011), “Pesar o Sol” (2014) e “Capitão Fausto Têm os Dias Contados” (2016). Com o último registo, mais cheio de tudo – arranjos de metais, outros instrumentos de sopro e um compassar distinto no rasgar das guitarras – atingem aquele cliché que lhes serve como um vestido de gala, justo e perfeito: a maturidade. Sobem na cronologia da vida e das melodias, equilibrando as mundividências e o apuro técnico, instrumental e composicional, como trapezistas desmedrosos e arrojados que balançam em elevados tetos e sem rede. As canções do terceiro e mais forte disco dos Capitão Fausto são cozinhadas entre o rock e a pop e liricamente oferecem narrativas de quem soube crescer e pensar bem em como crescer. Ora simples, ora épicas, as velocidades são várias para viciar aos primeiros acordes.

 

No Coliseu de Lisboa, no dia 22 de dezembro, os Capitão Fausto serão aquilo que se percebe deles: brilhantes.

:PAPERCUTZ lançam novo single e anunciam presença nos festivais Eurosonic e SXSW em 2017

O grupo tem vindo a desvendar a sua nova sonoridade fora de casa, em festivais entre Ásia e Estados Unidos, partilhando palcos com Caribou, Blonde Redhead, Nicolas Jaar ou mesmo Four Tet, num reencontro do produtor de :PAPERCUTZ, Bruno Miguel, com um dos seus tutores da academia Red Bull Music Academy. A nova vocalista, Catarina Miranda, conhecida pelo seu trabalho como Emmy Curl, é um dos elementos responsáveis pela reformulação, evocando harmonias pop e motivos corais encontrados em geografias não ocidentais. Polirritmia e melodias interpretadas por sintetizadores analógicos, batidas urbanas, texturas ambientais e percussões de raiz tribal são outros dos elementos que o tema introduz, e que se dispersam pelo sucessor de “The Blur Between Us”.

ppctz_promo_horizontal(-® Maria Louceiro) A

photo: Maria Louceiro

 

Os novos temas serão apresentados ao vivo no início do próximo ano, estando já confirmada a presença nos dois mais importantes eventos internacionais de mostra de música: festival Eurosonic na Holanda, onde fazem parte da comitiva que representa Portugal, o país foco na edição deste ano, incluindo um showcase a convite da produção no evento paralelo Platosonic, e em Austin, no Texas, no South by Southwest (SXSW), onde retornam após terem participado na edição 2012. Apresentando-se ao vivo em formato trio com o percussionista André Coelho, o grupo propõe-se a interpretar o novo trabalho gravado ao longo dos últimos dois anos entre Nova Iorque e Porto.

Para 2017 está a ser preparada uma tournée em Portugal de apresentação de “King Ruiner”, que promete levar o grupo de volta aos palcos nacionais.

NOS Summer Opening… Seu Jorge é a primeira confirmação

O NOS Summer Opening regressa a 21 e 22 de julho ao Funchal. Esta é a 5ª Edição de um festival urbano que se insere num contexto natural único, com o oceano Atlântico e o Funchal como pano de fundo. Uma verdadeira festa de tributo ao sol e às boas energias. No anfiteatro do Parque de Santa Catarina ecoam boas vibrações ritmadas pelo Hip-Hop, Reggae, Funk e Soul, no cenário perfeito... a Pérola do Atlântico.

53100998

Seu Jorge é a primeira confirmação. Músico dos pés à cabeça, cantor, compositor, instrumentalista, produtor e ator, define-se a si mesmo como um cantor e compositor popular, que gosta de inúmeros géneros musicais, mas cujo fundamento é o samba: “…O samba é a nossa verdade, nossa particularidade, é nossa medalha de ouro, nosso baluarte, nosso estandarte brasileiro.“

 

No seu currículo, um Grammy Latino - Melhor Álbum Pop Contemporâneo, 7 álbuns de originais e 5 estrelas em críticas de revistas de renome como a Rolling Stone ou a Vogue. Uma carreira internacional brilhante e uma legião de fãs que fazem dele um dos artistas brasileiros mais ouvidos e reconhecidos em Portugal. Pela primeira vez ao vivo na Madeira, "demorou, vai ser melhor", Seu Jorge é a primeira confirmação do NOS Summer Opening.

 

No currículo do festival estão nomes como Skye and Ross from Morcheeba, Buraka Som Sistema, Richie Campbell, Natiruts, Dengaz, Gabriel o Pensador, Jazzanova ft Paul Randolph, Carlão, Aurea, Orelha Negra, Da Chick, Jimmy P, entre tantos outros.

 

Natal e Réveillon ao som da melhor música eletrónica com a FUSE Records

Chegou a época mais festiva do ano, com muitas guloseimas, presentes, gorros de pai natal e onde não faltam motivos para juntar os amigos e a família à mesa, ou a dançar ao som do bafientoAll I Want For Christmas Is You!” Mas a quadra não pede apenas melodias com ritmos de guizos e coros angelicais, pede também BPM’s mais aceleradas e ritmos eletrónicos como a melhor música clubbing sabe oferecer!

E para celebrar a passagem de ano ao som da melhor música eletrónica, a FUSE Records convida uma dupla internacional já muito conhecida do público português – M.A.N.D.Y. – para atuar naquela que será a melhor festa de Réveillon a decorrer em Lisboa, a Funfarra Eletrónica.

Fuse Funfarra Eletronica Cartaz

O emblemático e histórico salão da Voz do Operário será o local que irá receber a festa, num espaço único que irá contar com a presença de cerca de 1500 convidados. A decorrer entre as 22h00 e as 7h00, a festa irá começar com a atuação do português Kiko Fonseca, seguida de Gear que irá subir ao palco num b2b com Joshmo. A partir das 00h00 as Heartbreakerz entram com o pé direito para uma atuação que será seguida de Nox , um dos  artistas da FUSE Records. Os convidados internacionais M.A.N.D.Y. chegam pelas 02h30, seguidos do b2b entre Gilvaia e Gustavo (conhecido dj dos Stereo Addiction) e exatamente antes da atuação de encerramento da festa, que será proporcionada pelos The Slum Vagabonds.

 

A Funfarra Eletrónica (festa de passagem de ano que a FUSE Records já organiza há quatro anos) aposta na Tecnologia como tema central e pano de fundo em todo o espaço e ambiente e, não apenas no estilo de música. O investimento nos audiovisuais será significativo e irá transportar todos os presentes para uma galáxia paralela, onde vídeo, luz e cor terão um papel fundamental durante as nove horas em que o evento irá decorrer. Serão criados diversos ambientes nos vários pisos da Voz do Operário, uma projeção única em profundidade que irá ocupar toda a área do palco e ainda diversos apontamentos tecnológicos espalhados pelo espaço como robots, lasers, luzes, entre outros.  Um desafio que estará a cargo do parceiro Dicroik.

 

A promotora volta a realizar a festa de Réveillon no espaço da Voz do Operário, mas este ano em melhor ambiente. O salão de festas estará climatizado permitindo assim vivenciar uma atmosfera mais saudável, com menos fumo e calor, ao longo de toda a noite e em todas as zonas. A zona do bengaleiro será reforçada e para os momentos em que é necessário repor energias, haverá também no local vários petiscos caseiros disponíveis, de forma a que ninguém tenha que se ausentar do local da festa.

 

A FUSE Records encerra assim um ano de sucesso e de crescimento sustentado e exponencial na sua área de atuação, no ano em que comemorou o seu 5º aniversário. Em 2016, a produtora realizou mais de 20 festas em todo o país, onde estiveram presentes aproximadamente 20.000 pessoas, que sempre procuraram o melhor ambiente e a melhor música eletrónica, produzida pelos artistas nacionais do coletivo Fuse ou pelos convidados internacionais de renome que a produtora tem trazido a Portugal.

Para quem gosta de celebrar a época sem perder as melhores festividades, a FUSE Records também convida os fãs de música eletrónica para uns passos de dança, previamente à passagem de ano! A conhecida e recentemente reaberta discoteca Kremlin irá receber a festa de Natal da produtora a partir das 02h00 e, conta com a presença do canadiano Frivolous, que regressa a Portugal, para apresentar as suas melhores sonoridades tech house.

Concerto de homenagem a Sharon Jones…

A propósito do recente desaparecimento da cantora Sharon Jones, Francisco Rebelo, músico e produtor associado a projetos como Orelha Negra e Cais do Sodré Funk Connection, decidiu lançar um desafio a alguns músicos, no sentido de fazer um concerto de celebração da música da artista.

2d13c978-eac3-49b4-b25b-388d55cb8315

A acontecer no próximo dia 22 de dezembro, quinta-feira, no Musicbox Lisboa, Rebelo juntou músicos, cantoras e cantores de diversos grupos musicais que, de alguma forma, foram inspirados pelo trabalho de Sharon Jones.

Este concerto será bastante eclético, visitando temas do repertório dos seus 5 LP originais com os Dap Kings, bem como outros temas que Sharon Jones cantou em parceria com outros artistas e covers de clássicos do soul que habitualmente incluía nos seus espectáculos.

 

We Love Sharon Jones ft. The Overnightsensation Soul Orkestra, com participações de Cate Ortins, Margarida Pinto, Tamin, Andreia Nunes e David Pessoa.

 

Musicbox (Lisboa)

22 de Dezembro 2016 | 23.00h

“Rabanadas, Filhoses e Sonhos” é a prenda de Natal dos Alex Page

O trio Alex Page lança hoje, 19 de Dezembro de 2016, e em colaboração exclusiva com a Glam Magazine, uma versão natalícia em português de um dos seus temas originais, desejando assim um feliz Natal aos seus seguidores.

Em “Rabanadas, Filhoses e Sonhos” o projeto de Almada apresenta-se numa festa divertida em companhia de várias personagens cómicas, incluindo um Pai Natal musculado e uma criança a desembrulhar partes de computadores.

Press

O vídeo está disponível na página oficial de Facebook do projeto em

www.facebook.com/project.alexpage

Neste momento os Alex Page encontram-se em fase de pré-produção do álbum de estreia com previsão de lançamento para a Primavera de 2017. A próxima atuação será a 21 de Janeiro de 2017 na sala de espetáculos Cine Incrível em Almada junto com o projeto Witness My Fall, onde apresentam o entusiasmo trazido de showcases na Fnac de Almada, Balcony Tv, Lx Factory e Sabotage Club, bem como comparações a ícones da música como Placebo e Depeche Mode

 

Com os votos de um feliz Natal, Alex Page e Glam Magazine desejam muitas “Rabanadas, Filhoses e Sonhos”