Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Glam Magazine

Glam Magazine

Gisela João apresenta "NUA" ao vivo nos Coliseus em 2017

Em 2017 Gisela João leva o seu mais recente trabalho “Nua” aos Coliseus, dia 31 de Março de 2017 o Porto recebe a artista e dia 7 de Abril “Nua” chega ao Coliseu dos Recreios.

untitled

É a própria Gisela que deixa aqui o convite a todos….

"Eu sempre adorei a Branca de Neve, mas a verdade é que me sinto a cada dia que passa, mais e mais a Cinderela! (por tudo no que se vai tornando a minha vida).

Em 2014 fiz a Casa da Música e o Centro Cultural de Belém.

Em 2015 fiz os Coliseus, Porto e Lisboa. Ainda lembro o dia em que Hélder me ligou a dizer que íamos marcar as datas e logo aqueles nervos miudinhos, tipo a chuva molha tolinhos… lembro, com os olhos a brilhar, ainda mais o dia bem antecipado em que me deram a notícia que estavam as salas esgotadas … lembro que senti uma bola na barriga muito grande!!

Hoje tenho um disco novo e mais histórias para contar.

 

“O telefone tocou novamente fui atender e não era o meu amor…. “ não, não era o meu amor, era o Hélder Moutinho a dizer que tínhamos de ver as datas para os Coliseus!!

Pronto, não me vou alongar… sinceramente estou ainda a criar na minha cabecinha o que vai lá acontecer :)

Já há bilhetes por aí a vender, com descontos até ao dia 20/12 na Fnac.

Tudo isto para quem quiser ir à festa comigo…

Porque…

Se vai ser festa?

 

AI NÃO QUE NUM BAI!!

SENHORAS E SENHORES VOU AOS COLISEUS DE NOVO

 

As notícias vão aparecendo por aqui e agora fiquem com o vídeo que o meu super amigo talentoso André Tentugal me ajudou a conseguir do teatrinho que estava dentro da minha cabeça." Gisela João

 

MEO Marés Vivas 2017 anuncia Sting…

Foi hoje apresentado à imprensa na Câmara Municipal de Gaia, a edição de 2017 do Festival MEO Marés Vivas 2017. A edição do próximo ano vai acontecer entre os dias 14 e 16 de Julho de 2017, sexta a domingo.

Pela primeira vez o último dia do festival acontece a um Domingo. Mais uma vez o Festival vai acontecer na Praia do Cabedelo em Gaia e pela 7ª edição consecutiva a MEO será o patrocinador oficial do Festival, como fez questão de afirmar a representante da marca.

fotografia2

photo: Paulo Homem de Melo

 

Após o recente lançamento do esperado álbum “57th & 9th” de Sting e com concertos já confirmados na América do Norte e Europa, a Cherrytree Management, a Live Nation & PEV Entertainment têm o prazer de anunciar que Sting actuará em Vila Nova de Gaia a 16 de Julho no MEO Marés Vivas

Os Bilhetes para o Sting's 57th & 9th Tour a 16 de Julho já estão à venda a desde do dia 10 de Dezembro. No “57th & 9th Tour”, Sting será acompanhado por uma banda de 3 pessoas, incluindo o seu guitarrista de longa data, Dominic Miller, mais Josh Freese (bateria) e Rufus Miller (guitarra).

15439822_1261005920586800_1426395652887458647_n

O mais recente álbum de estúdio de Sting, “57th & 9th” é o seu primeiro projeto de rock / pop em mais de uma década, foi lançado a 11 de Novembro pela A & M / Interscope Records. A coleção de dez músicas representa uma ampla gama de estilos musicais e de composições de Sting do primeiro single  "I Can not Stop Thinking About You", estridente e violento, ao feroz estilo "Warrior" de "Petrol Head".  O álbum foi produzido por Martin Kierszenbaum, foi gravado em poucas semanas com os colaboradores de longa data de Sting, Dominic Miller (guitarra) e Vinnie Colaiuta (bateria), bem como o baterista Josh Freese (Nine Inch Nails, Guns n 'Roses), o guitarrista Lyle Workman e os backing vocals da banda Tex-Mex de San Antonio The Last Bandoleros.

 

 

Oquestrada no “Titanic sur mer” …

A chegar de mais uma volta pela Áustria, a convite da ConcertHouse de Viena, com a sala Mozart esgotada, os OqueStrada vão atracar no Cais do Sodré para um muito aguardado concerto no Titanic Sur Mer com o seu mais recente trabalho "AtlanticBeat mad'in Portugal" (vencedor do prestigiado Prémio José Afonso 2015). Neste concerto no “Titanic”, os OqueStrada estreiam uma versão remixada e contam com convidados muitos especiais incluindo o capitão do navio, Manuel João Vieira.

Oquestrada foto 1

“Vem de longe a nossa relação com o Manuel João” – diz Marta Miranda – “e a sua antiga casa Cabaret Maxime foi uma das primeiras de Lisboa a receber-nos com muito amor”. "Há tempos que o Manuel João nos desafiava a estrearmo-nos na sua nova casa, o Titanic Sur Mer, mas durante tempos não nos foi possível por uma agenda internacional preenchida. Finalmente, podemos aceitar o convite e... aí vamos Tejo fora!"

 

O cruzeiro musical para navegar entre ventos e marés largará amarras das margens do Tejo, pelas 23h30 da próxima noite de 17 de Dezembro.

Depois desta despedida lisboeta do ano, em memorável concerto atlântico, os OqueStrada rumam a Norte para a despedida final de 2016, antes de se lançarem na elaboração de novo trabalho que prometem vai rasgar novos horizontes sonoros.

Sean Riley & The Slowriders apresentam video para “Gipsy Eyes”…

Gipsy Eyes” é o single que sucede a “Greetings” e “Dili”, extraídos do último álbum de originais. Em 2012 a banda embarcou uma das mais marcantes viagens do seu percurso. Entre janeiro e fevereiro cruzaram a Dinamarca, Alemanha e Holanda a propósito da promoção de “It’s Been a Long Night”, terceiro álbum de estúdio. Foi um poema épico com um impacto enorme na relação entre os quatro membros da banda. Pela estrada, foram registando o que viam e viviam com uma antiga câmara Super 8mm, oferecida a Afonso Rodrigues pelo cineasta Pedro Neves.

Nesse ano, foi escrita a canção “Gipsy Eyes”.

557px_e584e9009323e15381149

Quatro anos mais tarde e muitas vidas depois, chegado o momento de ilustrar a composição, foram recuperadas as fitas originais que após uma sucessão de eventos e timings errados estiveram perdidas desde pouco depois da sua revelação. Foi a Jorge Quintela, amigo de longa data – diretor de fotografia e realizador, também envolvido nos vídeos de “Moving On” e “Harry Rivers” - que confiaram as bobines para montar um filme tão pessoal e especial para a banda. Para contar esta estória escolheram assim regressar à sua génese, ao tempo da escrita da canção, a imagens de um tempo em que juntos celebram a vida, o amor e a amizade… regressar a um tempo em que o mantra era “enjoy the ride” porque os bons momentos duram para sempre.

Para 2017 preparam uma nova campanha, desta vez de concertos em sala. Espaços com uma maior dose de intimismo que proporcionam ao quarteto as condições perfeitas para os seus temas intensos e carregados de emoção. No dia 4 de Fevereiro passarão pelo auditório do Centro Cultural de Belém, em Lisboa, integrados na programação do festival CCBeat, para um concerto para o qual são esperadas algumas participações especiais e surpresas de alinhamento.

 

Próximos espetáculos:

4 de fevereiro de 2017 - CCBeat, CCB, Lisboa

5 de fevereiro de 2017 - Cine-Teatro Avenida, Castelo Branco

11 de Fevereiro 2017 - Casa das Artes de Famalicão

 

 

Fado No Fasching Pela Primeira Vez…

Maria Ana Bobone e Isabella Lundgren conheceram-se quando dividiram o palco do Coliseu do Porto cantando na Gala Smooth fm. A aproximação artística entre as duas artistas levou a que a cantora de jazz sueca convidasse a fadista a esta prestigiada sala em Estocolmo para um concerto no dia 14 de Dezembro.

static1.squarespace.com

"uma das melhores fadistas de Portugal. Eu tenho um grande carinho pelo dramático, comovente e forte. Fado tem aproximadamente o mesmo conceito do blues. É sobre a tristeza profunda que está inevitavelmente associada com a vida. É lindo e comovente de todas as maneiras. Eu também acho que vai ser muito agradável esta noite de fado no Fasching " conta a Isabella.

 

Maria Ana Bobone: Voz e Piano

Bruno Mira: Guitarra Portuguesa

Pedro Pinhal: Viola de Fado

Rodrigo Serrão: Contrabaixo

Deolinda celebram 10 anos de carreira nos Coliseus e com edição especial de "Outras Histórias"

Os Deolinda celebram uma década de canções, concertos, discos, viagens, prémios e memórias nos Coliseus, primeiro em Lisboa, a 28 de Janeiro, depois no Porto, a 4 de Fevereiro.

A escrita do guião destes dez anos encontra-se actualmente no capítulo "Outras Histórias", o último álbum de originais de onde foram retirados os singles "Corzinha de Verão" e "Manta para dois", e ainda o tema "A velha e o DJ" que, em colaboração com Riot (Buraka Som Sistema), acentua a faceta mais festiva e a facilidade que os Deolinda têm em estabelecer um diálogo com outros estilos musicais.

deolindadez

"Outras Histórias" acaba de ser reeditado numa edição especial que, para além do álbum, inclui o CD com os concertos de Lisboa, no Tivoli BBVA e Porto, na Casa da Música, com a participação de Manel Cruz (Ornatos Violeta) no tema "Desavindos" e ainda versões ao vivo dos grandes sucessos dos Deolinda como "Fado Toninho", "Movimento Perpétuo Associativo", "Um Contra o Outro" ou" Seja Agora", entre muitos outros.