Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Glam Magazine

Glam Magazine

O NOVO-Mostra da nova musica Portuguesa apresenta-se….

É já esta quinta-feira, 3 de Novembro, que a 2ª edição do NOVO-Mostra da nova musica Portuguesa se vai apresentar junto da imprensa e do público em geral.

novo

Nos próximos dias 11 e 12 de Novembro, Ovar será novamente palco do que há de “NOVO “ na música portuguesa com propostas musicais de coordenadas e influências tão dispersas e desafiantes quanto soberbamente cativantes. Esta será a 2ª edição do festival que a Casa do Povo de Ovar promove em parceria com a Radio AVfm, Anexo 16 Studios e a AMAEI-Associação de músicos, artistas e editoras independentes, com o intuito de divulgar, valorizar e sobre tudo promover a nova musica Portuguesa. O objetivo é fazer do festival um evento de procura e descoberta de projetos musicais imergentes ou bandas que estejam a promover trabalhos novos e mostrá-los não só a público geral mas também a agentes culturais, programadores e imprensa especializada, como o caso da Glam Magazine, parceira desde a primeira hora desta 2ª edição do NOVO-Mostra da nova musica Portuguesa.

Mais novidades e a programação completa do Festival serão conhecidas a partir das 18h do dia 3 de Novembro, para que a cidade de Ovar receba os Novos valores da Nova música Portuguesa.

Ao longo dos 2 dias do NOVO, a Glam Magazine vai cobrir na integra todo o evento com reportagem e entrevistas junto das bandas participantes.

Ri - Festival Nacional de Comédia…

Na segunda edição, “Ri - Festival Nacional de Comédia” mantém o seu conceito pluridisciplinar, trazendo uma vertente cultural, formativa e social, além do esperado momento de comédia.

Este ano, começamos a rir com uma noite de Fado Humorístico, conduzida por Constantino Soares. Segue a intervenção dos Palhaços D’Opital numa IPSS local, o workshop Vamos falar de Comédia e duas noites de comédia. As noites de Stand-Up Comedy trazem um leque variado de comediantes, entre os quais Joca, Zé Pedro, João Seabra, Joel Ricardo Santos e Francisco Menezes, Pedro Neves, Carlos Moura e Salvador Martinha. Nesta edição, a exposição de cartoons, cedida pelo artista Ricardo Campus, é possível de visitar no foyer durante o período do festival.

Web

Vai ser assim o programa no Cineteatro António Lamoso (Feira)…

 

2 Novembro 2016

21h30 - Constantino Soares - Fado Humorístico  

 

3 Novembro 2016

15h00 às 19h00 - Exposição de cartoons de Ricardo Campus

 

4 Novembro 2016

15h00 às 19h00 - Exposição de cartoons de Ricardo Campus

22h00 - Noite de Comédia com Joca, Zé Pedro, João Seabra e Francisco Menezes

 

5 Novembro 2016

15h00 às 19h00 - Exposição de cartoons de Ricardo Campus

15h00 às 19h00 - Vamos Falar de Comédia (Workshop)

22h00 - Noite de Comédia com Joel Ricardo Santos, Pedro Neves, Carlos Moura e Salvador Martinha

 

“Confessions from the South”… o regresso de Sandy Kilpatrick

Sandy Kilpatrick está a entrar numa nova, rica e criativa fase da sua vida com a colaboração de alguns excelentes músicos famalicenses, para um álbum inspirado em Portugal: “Confessions from the South”.

O álbum é uma coleção de 10 músicas inspiradas na dramática beleza da paisagem portuguesa, de Sagres a Montalegre. A primeira música a ser lançada é “The Delphic Oracle” a homenagem de Sandy a Famalicão, e mais especificamente à Casa das Artes.

sandy 1.jpgphoto: Paulo Homem de Melo / Arquivo Glam Magazine

 

Nas próprias palavras: "A arte, poesia, teatro, música e performance ao vivo têm sido os fundamentos da minha vida, tanto como fã ou como artista. Após gravar “The Delphic Oracle”, embora originalmente inspirado por crescer na minha primeira cidade natal na Escócia, tornou-se claro para mim que era uma homenagem à minha cidade “natal” em Portugal, e uma demonstração da minha gratidão ao crescimento que a Casa das Artes me tem permitido como artista, proporcionando-me, de forma consistente, uma plataforma para a minha música e arte. É importante reconhecer que podemos apenas florescer com o apoio de uma rede ou de uma comunidade saudável à nossa volta. Somos realmente abençoados quando é este o caso”.

Confessions from the South” será lançado em Março de 2017.

 

Casa da Artes (Famalicão)

12 de Novembro 2016 | 21.30h

Diana Martinez vai aquecer o Café Concerto do CCVF

Esta sexta-feira, a partir da meia-noite, o Café Concerto do Centro Cultural Vila Flor cede o palco a Diana Martinez & The Crib. Apesar de ser ainda muito jovem, Diana revela já uma definitiva maturidade como artista, não tivesse começado a acompanhar o pai em espetáculos com apenas 6 anos, colaborando mais tarde com grandes músicos como os Expensive Soul, Pedro Abrunhosa, entre outros. Desde então, Diana Martinez tem vindo a desenhar um percurso de sucesso que se reflete no público que a segue e na crítica que a aclama.

IMG_0918 (Cópia).jpgphoto: Sara Silva / Arquivo Glam Magazine

 

Diana Martinez sempre sonhou que um dia as músicas que compunha na sua cabeça, onde tecia todas as linhas melódicas e harmónicas, fossem ouvidas. Com o apoio de João André, músico e produtor, encontrou a visão e o conceito para Diana Martinez & The Crib, cuja sonoridade espelha as suas verdadeiras paixões: o R&B, o soul e o hip hop. A sua música reflete os desafios diários caraterísticos da sua geração, particularmente sobre o ponto de vista das mulheres, permitindo a quem ouve fazer uma viagem emocionante ao interior da artista.

O momento decisivo da sua carreira dá-se em 2013, quando em conversas com o seu amigo e futuro produtor, João André, lhe é descoberto o seu maior segredo: há anos que compõe canções e escreve letras, mas nunca mostrou a ninguém porque estas eram gravadas só com vozes. A afinidade e cumplicidade entre os dois ladearam o caminho que agora desvenda Diana Martinez & The Crib, um conceito que expõe a maior paixão de Diana e João André: o R&B e as grandes canções. Do disco podemos adivinhar melodias cativantes, ritmos marcantes e letras sem filtro. A temática gira à volta das principais preocupações da autora, que são também as da sua geração: inseguranças, a procura do seu caminho e os relacionamentos que adornam as maiores questões da vida. Defender a expressão da autenticidade de cada um, através da exposição de questões como a liberdade sexual e as fragilidades emocionais que todos tentamos esconder é uma das missões deste trabalho e da artista.

 

O ano de 2015 trouxe o lançamento do single de estreia de Diana Martinez & The Crib, “That’s Just How We Do It”, que foi acolhido de forma notável pelas rádios e youtube e, em seguida, Diana e João André voltam ao estúdio e põem mãos à obra para prepararem o álbum de estreia. O talento de Diana foi notado pelos seus pares e daí surgiram algumas colaborações com Orelha Negra, The Black Mamba e We Trust. Chega agora a vez do Café Concerto do CCVF testemunhar o talento de uma estrela emergente.

 

Centro Cultural Vila Flor / Café Concerto (Guimarães)

4 de Novembro 2016 | 23.59h

“Overstand” marca o regresso de Freddy Locks em 2017…

Freddy Locks é um nome incontornável do reggae nacional. O seu novo single, “In this Time” foi produzido pelo canadiano Dubmatix, com quem Freddy já tinha colaborado no EP “Freddy Locks meet Dubmatix: Power ep”. Uma relação de amizade e profissional que continua a dar suculentos frutos, para satisfação e deleite dos muitos que esperavam ansiosamente este momento.

artworks-000186379605-mpnoxc-t500x500

In this Time” é uma música que fala sobre os atuais desafios na humanidade. Versa sobre a responsabilidade e importância da consciência e ação de cada um para uma causa comum. Assim é o reggae, faz da paz e do amor as bandeiras de um mundo que quer ver mais justo e mais digno. A mensagem é a união e este mensageiro está de volta.

Com raízes na mítica cena punk-rock de alvalade, o seu caminho é já longo e marcado por diversos encontros e parcerias com músicos e produtores de renome, nacionais e internacionais. Uma carreira dedicada à visão de um mundo melhor, recheada de boas canções, nobres armas de um guerreiro cuja missão é a paz. “Overstand” é o novo album que tem edição agendada para 2017.

 

Oozing em Portugal em Novembro com Ricardo Martins e Killimanjaro nas primeiras partes…

Novembro chegou… e traz com ele a contagem dia-a-dia do tempo que falta para os concertos de Oozing Wound. Os norte-americanos, que pertencem aos filões da editora-referência Thrill Jockey, regressam a Portugal para 3 sessões de riffs cuspidos a todo vapor, com o novo álbum "Whatever Forever" a servir de catalizador para a combustão sónica do trio.

untitled

E porque matérias inflamáveis, distorções e variados, não poderão faltar, o percussionista prodígio Ricardo Martins e os metalheads de gancho em riste Killimanjaro juntam-se às festas, em Lisboa e a Norte respectivamente. De recordar que o baterista se tem desdobrado em inúmeras colaborações, das quais se destacam Filho da Mãe & Ricardo Martins e JIBÓIA, sem retirar o enfoque do output a solo que nos tem dado uma nova peça para ouvir por mês.

 

Os Killimanjaro, com um novo EP na calha e a reedição de "Hook" em CD no horizonte, aterram em Portugal para os dois concertos depois de uma digressão pelo Brasil, propondo-se a abardinar um pouco mais as hostes do Cave45 do Porto e do CCOB de Barcelos.