Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Glam Magazine

Glam Magazine

Xutos & Pontapés… “Se Me Amas” já se encontra disponível nas lojas

Há uma coisa que ninguém pode contestar: os Xutos & Pontapés são os maiores Senadores do Rock nacional. Aos 37 anos de existência são, provavelmente, a única banda portuguesa verdadeiramente transgeracional, somando aos mais militantes adeptos dos seus primeiros tempos, agora na casa dos 50 e 60, jovens quase com idade para serem seus netos. E isso não acontece por acaso.

Xutos & Pontapes - Se Me Amas Capa.tifDepois souberam-se sempre reinventar, sem nunca porem em causa a sua vincada personalidade, guardando para projectos paralelos e aventuras a solo, os impulsos de exploração de outros universos e assim contribuírem para o enriquecimento do nosso panorama musical, nas últimas décadas, como o testemunham os Resistência ou Palma’s Gang, nos 90, e, mais recentemente, os Ladrões do Tempo ou os Tais Quais.

 

E finalmente, mesmo tendo uma estrutura altamente profissional que assegura a máxima qualidade em todas as suas aparições, quando hoje tocam para milhares mantêm a mesma atitude, entrega e energia que tinham no início da sua carreira e actuavam em salas difíceis de imaginar para centenas, ou seja, deixam tudo em palco.  E mais uma vez foi tudo isso que fizeram neste concerto que deram no Campo Pequeno, em Dezembro do ano passado, cujo registo em disco e DVD chegou hoje às lojas.

XUTOS E PONTAPES ACUSTICO LIVE CONCERT

Se Me Amas” é a gravação que torna eterno esse momento excepcional – Um CD com 18 canções do seu vasto repertório de clássicos, que cobrem as diferentes fases da sua história, acompanhado por um DVD onde pudemos ver ou rever os 24 temas do espectáculo.

O tema “Circo de Feras” é o tema de apresentação deste disco. Um clássico dos Xutos & Pontapés, até mesmo da música portuguesa. Tim, Zé Pedro, João Cabeleira, Kalú e Gui revisitam algumas das suas mais emblemáticas canções, numa abordagem eminentemente acústica, onde se mantém a electricidade mínima, necessária à afirmação da sua matriz Rock.

Como resultado deste dedicado trabalho de revisão da matéria dada, tudo aqui é novo e até surpreendente, como se verifica na grande intensidade dos momentos em que Kalú toma conta do piano, excepto as canções.

XUTOS E PONTAPES ACUSTICO LIVE CONCERT

Toda esta experiência foi tão gratificante que os Xutos & Pontapés decidiram perpetuar o conceito, levando este mesmo concerto ao Coliseu dos Recreios, no dia 29 de Outubro, que se encontra esgotado. Depois da rápida afluência do público para assistir a este concerto, e da quantidade de pedidos para o mesmo, a banda decidiu abrir uma nova data: 28 de Outubro.

 

Será, sem dúvida, uma grande oportunidade de testemunhar as canções. Porque é de canções que se fala e porque as canções dos Xutos & Pontapés, são verdadeiro Património Nacional

“Contos de Espadas” o regresso de J-K

A Monster Jinx apresenta “Contos de Espadas”, o novo álbum do J-K. Escrito e produzido nos últimos 2 anos, este trabalho marca o regresso do rapper aos trabalhos a solo, depois do lançamento de “Sorriso Parvo” de 2013.

a0438836883_10.jpgO trabalho é composto por 10 faixas, produzidas por OSEB, Roger Plexico, NO FUTURE, Gobi Bear e Spark. Além do álbum, que podem ouvir no Bandcamp e no Spotify, a Monster Jinx lança também um o livro “Contos de Espadas”. Nesta peça, as letras do álbum de J-K fundem-se com ilustrações de Lord Mantraste, Kruella d'Enfer, Esgar acelerado, Sofia Ayuso, Lobijovem, Lara Luís, Bruno Albuquerque, Laro Lagosta, Min.

A apresentação ao vivo está marcada para dia 21 de Outubro, no Porto, durante o Monster Jinx Fest — a celebração que pelo segundo ano consecutivo junta no Maus Hábitos os artistas e amigos do gangue roxo.

The Twist Connection apresentam disco de estreia…

Stranded Downtown” marca a estreia dos The Twist Connection na esfera discográfica. Há quem se apresente de currículo na mão, mostrando o que fez no passado para dar valor ao que faz no presente. No caso dos The Twist Connection, não seria difícil fazê-lo porque poucos serão os amantes de música que nunca ouviram falar de qualquer um dos três.

De Coimbra, Samuel Silva (The Jack Shits, Los Saguaros, Sonic Reverends) na guitarra, Sérgio Cardoso (É Mas Foice, WrayGunn) no baixo e Carlos Mendes (“Kaló”) (Tédio Boys, WrayGunn, Bunnyranch, The Parkinsons) na bateria oferecem uma sonoridade intemporal, sem rótulos vincados a momentos ou modas.

TTC_02.jpgO disco chega às lojas já no dia 28 de Outubro. “Nite Shift” é o single de avanço e apresenta-se com selo Antena 3. O vídeo foi gravado no Salão Brazil, em Coimbra, com assinatura de Bruno Pires e dele fazem parte rostos incontornáveis da música nacional como Victor Torpedo, Jorri, Tracy Vandal, Pedro Chau, Miguel Padilha, Carlos Dias, Pedro Serra, Pedro Antunes, entre outros.

 

Stranded Downtown Tour 2016

28 de Outubro 2016 - Cave 45 (Porto)

29 de Outubro 2016 - Fnac (Braga)

29 de Outubro 2016 - CCCO (Barcelos)

30 de Outubro 2016 - Fnac NorteShopping (Matosinhos)

31 de Outubro 2016 - Espaço Preguiça (Leiria)

 

4 de Novembro 2016 - Fnac Colombo (Lisboa)

5 de Novembro 2016 - Fnac Chiado (Lisboa)

5 de Novembro 2016 - Galeria ZDB (Lisboa)

6 de Novembro 2016 - Fnac (Almada(

11 de Novembro 2016 - Uncle Joe's (Esmoriz)

12 de Novembro 2016 - Maiorais (Rio Maior)

13 de Novembro 2016 - Fnac (Coimbra)

18 de Novembro 2016 - Sé Lá Vie (Braga)

20 de Novembro 2016 - Fnac Santa Catarina (Porto)

25 de Novembro 2016 - Salão Brazil (Coimbra)

26 de Novembro 2016 - Bafo de Baco (Faro)

27 de Novembro 2016 - Fnac (Guia)

 

1 de Dezembro 2016 - Fnac (Gaia)

1 de Dezembro 2016 - Fnac MarShopping (Matosinhos)

16 de Dezembro 2016 - Espaço Cultural Crú (Famalicão)

17 de Dezembro 2016 - Carmo 81 (Viseu)

The Lemon Lovers... Há noite, no Estúdio…

Watching The Dancers”, o novo disco dos The Lemon Lovers gravado e misturado em fita analógica, disponível nas lojas físicas e digitais, vai para a estrada depois de dois concertos de apresentação, no Musicbox em Lisboa e no Plano B, no Porto. 

tll

O processo de gravação de disco, em fita analógica, caracteriza-se por registar o som da fonte sonora como um sinal contínuo no tempo. Um método pouco recorrente e quase abandonado desde a chegada do digital, mas que, para os The Lemon Lovers, aproxima-os exactamente da sua sonoridade. “O som que pretendemos é um som que remeta para uma sonoridade vintage, típica das décadas de 60 e 70. Nada assumidamente retro, apenas uma reinterpretação desse espírito por quem vive e ouve música feita em 2016.” 

“Cosmic Lovers” foi o tema de avanço deste novo trabalho “Watching The Dancers” que vai ser apresentado na Sala Estúdio do Teatro Aveirense 

 

Teatro Aveirense / Sala Estúdio (Aveiro)

20 de Outubro 2016 | 21.30h

A música Portuguesa invade Ponte de Lima este fim de semana…

Este fim-de-semana, 14 e 15 de Outubro, o Teatro Diogo Bernardes apresenta um programa musical destacando o que melhor se produz em território nacional, com projectos extremamente vanguardistas mas que vão de encontro a distintos gostos musicais.

GLAM - Selma.jpgphoto: Paulo Homem de Melo

 

Selma Uamusse apresenta o seu projecto a solo, com uma banda formada por Augusto Macedo, Gonçalo Santos e Nataniel Melo, depois de ter pisado recentemente o palco do Teatro Diogo Bernardes, a acompanhar Rodrigo Leão, na voz, numa noite que encantou todos os presentes. Selma Uamusse canta o seu mundo com um mundo dentro de si. A sua versatilidade, poderoso instrumento vocal e genialidade performativa, levou-a a brilhar desde o rock (WrayGunn), ao afrobeat (Cacique 97), ao gospel, soul e jazz (Gospel Collective, tributos a Nina Simone e Miriam Makeba), enriquecendo a sua viagem por diversos estilos e cada vez mais consciente do poder transformador político e social da música.

O EP de estreia, onde se avança o primeiro tema “Ngono Utana”, contém tudo o que a Selma é: uma jovem e enérgica intérprete que viveu a adolescência durante o reinado do rock em Portugal, conhecedora do cancioneiro tradicional do jazz e soul norte-americanos, perita no trabalho das suas referências vocais mais preciosas, intérprete de ritmos e sonoridades africanas, bailarina, não profissional mas feliz.

 

Na noite seguinte, dois concertos num só espectáculo: Daily Misconceptions abre o concerto para um final de noite protagonizado pelos Sensible Soccers.

O universo de Daily Misconceptions (João Santos e Sara Esteves) é, como o universo em que vivemos, um organismo em constante expansão. Imaginado e criado num quarto de Lisboa há quase uma década, foi lentamente deixando o conforto caseiro para crescer, questionar, conhecer e acima de tudo criar com um entusiasmo difícil de encontrar. Prova disso mesmo são os vários temas editados em compilações e as remisturas assinadas para nomes como Mirror People, Norton, Stereoboy, Charanga, Blac Koyote, entre outros.

Sensible Soccers movem-se entre géneros e imaginários, alimentando-se de vários estímulos e actuando depois como centrifugadora e misturadora de referências de que sairá música de difícil classificação mas de apelo imediato.

O Festival Big Bang está de regresso!

A 7.ª edição portuguesa volta a abrir portas a uma viagem aliciante, de descoberta partilhada, para crianças entre os 4 e os 12 anos e para os adultos que as acompanham.

BigBang BerBerio - Wouter Van Looy.jpgphoto: Wouter Van Looy

 

O Big Bang é um projeto internacional, que iniciou a sua atividade em 2010, e tem aberto um espaço para que artistas portugueses possam criar novas abordagens artísticas à música para crianças e ver o seu trabalho reconhecido dentro do país e pela Europa fora.  Este festival parte de uma iniciativa da Zonzo Compagnie e visa a criação de uma plataforma de encontro de compositores, músicos, performers e dos seus projetos de criação, tanto portugueses como europeus, de forma a estimular quem participa e a contribuir para o desenvolvimento da produção e da apresentação de música não comercial para crianças.

 

Centro Cultural de Belém (Lisboa)

21 e 22 de Outubro 2016 | 10.00h às 18.30h