Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Glam Magazine

Glam Magazine

The Cinematic Orchestra no terceiro dia de EDP Cooljazz (Reportagem)

Ao terceiro dia do Festival EDP Cooljazz, somos brindados nos Jardins do Marques do Pombal, em Oeiras, pelos The Cinematic Orchestra, a banda liderada por Jason Swinscoe.

DSC_0271 (Cópia).jpgUma viagem hipnotizante pelos sons “nu”, que transportam pelo universo de uma película obscura, invadindo Oeiras com a sobriedade do nu jazz e do groovie acid. Por momentos, o be bop de Miles Davis transporta os espíritos envolventes do público pelos anos negros da musica americana. Mas é Londres que espreita logo na terceira canção através das reminiscências de um acid jazz rebuscado do longínquo ano de 1991, muitos antes da banda ser formada.

DSC_0280 (Cópia).jpgComo uma batalha sinistra e cinemática, somos confrontados com um duelo musical com as estrias de sopro de saxofones. Sinistro mas envolvente, a magia dos sons limpos, de acordes soltos e ingénuos, interrompidos pela voz magistral, que irrompem pelos jardins numa magia sincera e única.

DSC_0368 (Cópia).jpgNo mundo cinematic os sons são globais. Os ritmos são espalhados e transmitem universos paralelos que divagam com o desenrolar do concerto. O obscuro do palco permite o fechar dos olhos para sentir a musica, para ouvir aquele "groovie" que idealiza cenários únicos, interrompidos pelo vibrar do saxofone.

Percussões desenfreadas, eletronica em comunhão com o analógico numa amalgama de sons.

Como em todas as orquestras, existe uma condução que segue uma linha com desvios e curvas sonoras que caracterizam as viagens musicais junto do público. Jason Swinscoe foi o condutor de uma noite plena de sensações.

DSC_0275 (Cópia).jpgMagistrais em palco, The Cinematic Orchestra provou mais uma vez a sua capacidade de conquistar um público exigente.

 

Alinhamento

- Burnout

- Child Song

- J Bird

- Tom Sax Loop

- To believe

- Lessons

- Breathe

- To build a Home

- Movie Camera

- All that you give

 

Reportagem: Sandra Pinho

Fotografias: Paulo Homem de Melo

Salvador Sobral abre terceiro dia de EDP Cooljazz (Reportagem)

Ao terceiro dia da edição de 2016  do Festival EDP Cooljazz, Salvador Sobral abre o palco instalado nos Jardins Marques de Pombal em Oeiras.

Uma noite em que os The Cinematic Orchestra têm a responsabilidade de trazer o melhor da música, o jovem Salvador desafiou o palco e os presentes apresentando as canções do seu álbum de estreia.

DSC_0194 (Cópia).jpgO jazz vocal apoiado num conjunto de 3 músicos onde se destaca no piano Júlio Resende, mas onde podemos igualmente encontrar Nuno Pedroso na bateria e André Rosinha no contrabaixo, Salvador consegue transmitir uma sensibilidade musical única em palco, percorrendo os vários ritmos jazzisticos, ora com pinceladas da América latina ora com o groovie vocal da América negra esquecida à muitas décadas atrás.

DSC_0751 (Cópia).jpgExcuse me”, o disco de estreia da jovem sensação do jazz nacional, é a pérola musical que começa agora a ser desbravada junto de públicos, cada vez mais exigentes.

Parco em palavras, preferiu trazer a sua música em detrimento de interagir com o público, como fez questão de frisar, “o concerto é curto prefiro dar mais prioridade à música”.

DSC_0233 (Cópia).jpgA sua música joga em “casa”, no festival que se baseia no jazz e nessa “casa” que Salvador se sente bem e orgulhoso por estar a tocar para tanta gente, embora reconhecendo, como disse “provavelmente não estão aqui só para me ouvir”.

DSC_0261 (Cópia).jpgRegressa à América latina, com uma passagem por Cuba, para encerrar a sua apresentação em palco. O smooth groove cantado em Espanhol demonstra bem as capacidades vocais de Salvador Sobral. 40 minutos de uma envolvência única espelhada nas sonoridades de "Excuse me".

 

Reportagem: Sandra Pinho

Fotografia: Paulo Homem de Melo

 

 

Os Pixies apresentam “Head Carrier” no Coliseu Porto…

Pixies anunciam novo álbum “Head Carrier” e digressão mundial com passagem garantida por Portugal, dia 21 de novembro no Coliseu do Porto. A banda norte-americana traz à invicta o seu sexto longa duração, com data de lançamento agendada para o próximo dia 30 de setembro.

GLAM - Pixies.jpgphoto: Paulo Homem de Melo / Arquivo Glam Magazine

 

O novo registo de originais reúne uma coleção de 12 músicas num mix de experiência surrealista auditiva, psicadélica, dissonância e surf rock, produzida por Tom Dalgety (Killing Joke, Royal Blood) e gravada no London's Rak Studios em fevereiro e março deste ano. Os fãs poderão ouvir um pouco da nova música clicando aqui e ouvir o primeiro single "Um Chagga Lagga”.

Mais informações sobre o novo disco e também ouvir o novo single, podem ser consultadas aqui

 

Coliseu (Porto)

21 de Novembro 2016 | 20.30h

Vodafone FM é a rádio oficial do Milhões de Festa…

Pelo quarto ano consecutivo, a Vodafone FM vai ser a rádio oficial do festival Milhões de Festa, que decorre esta semana, de quinta-feira a domingo, em Barcelos. Durante os quatro dias de festival, a Vodafone FM vai transmitir em direto muitos dos concertos que se realizam no Parque Fluvial de Barcelos, bem como entrevistas e conteúdos exclusivos com os artistas que fazem parte do cartaz.

milh.jpgphoto: Milhões de Festa

 

Dan Deacon, Goat, El Guincho, Jibóia, Sun Araw, Nídia Minaj, Gaika e The Heads, entre outros, são alguns dos destaques da edição deste ano do Milhões de Festa, um festival ecléctico e globalizado que todos os anos traz até Portugal o que de mais fervilhante está a acontecer na música que vive à margem do circuito comercial, indo assim ao encontro de um dos objetivos da Vodafone FM: a aposta no melhor das novas sonoridades atuais.

Vodafone FM, em 107.2 (Lisboa), 94.3 (Porto), 103.0 (Coimbra) e em www.vodafone.fm. 

5 Seconds of Summer lançam novo single… "Girls Talk Boys"

Os 5 Seconds of Summer lançam novo single, "Girls Talk Boys". Tema integra banda sonora original do filme "Caça-Fantasmas"

“A canção é simplesmente fantástica e está perfeitamente alinhada com o que temos pensado para o futuro da banda. Estamos muito entusiasmados para que os fãs oiçam esta nossa nova abordagem à música.” é assim que Ashton Irwin, vocalista e baterista da banda, apresenta o single.

5sos-girlstalkboys-ghostbusters.jpgGirls Talk Boys” fica disponível no dia de lançamento da banda sonora do filme que estreia em Portugal no dia 21 de julho. A data coincide ainda com o concerto esgotado que a banda vai dar em Madison Square Garden, que integra a “Sounds Live Feels Live” tour.

 

Esta digressão mundial serve de apoio ao seu segundo álbum “Sounds Good Feels Good”, que chegou a número 1 no Reino Unido, e estima-se que até ao final da tour já tenham tocado para mais de 750.000 pessoas.

Britney Spears de regresso com novo single...

O ícone Pop Britney Spears está de regresso com um novo single “Make Me…” (feat. G-Eazy), já disponível em todas as plataformas digitais. A faixa, escrita por Britney Spears, BURNS, Joe Janiak e G-Eazy, e produzida por BURNS, é o single de avanço do próximo álbum de estúdio, o nono da sua carreira.

Single Artwork_Make Me_Britney Spears_feat G-Eazy No passado mês de Maio, Britney Spears interpretou um medley dos seus grandes êxitos na edição de 2016 dos Billboard Music Awards e foi muito elogiada pelos media.

Segundo a Vanity Fair, Britney foi “dynamic on stage,” enquanto o Entertainment Tonight declarou “proves she is the new queen of Vegas.” A Billboard afirmou “Britney brought down the house,” enquanto a Rolling Stone disse que a performance de Britney “set the bar high” para o resto da noite, onde a cantora também recebeu o “Millennium Award” que reconhece as espantosas conquistas de carreira e influência na indústria musical.

MEO Marés Vivas 2016… E ao terceiro dia… James (Reportagem)

O terceiro e último dia começa com a presença de Tim Booth no meio do público. Uma confusão de comunicação durante o soundcheck fez com que fãs e músico privassem por instantes. Como já estamos habituados a esta cumplicidade da banda britânica com o público português, não nos admira que possa ter sido uma ação calculada para presentear quem se sacrifica na hora da chegada para garantir um lugar à frente.

IMG_0538 (Cópia).jpgDiana Martinez & The crib, que abriu o primeiro dia do festival Meo Mares Vivas do ano passado, tocou este ano no Palco Santa Casa. Um espetáculo visual apelativo, onde os músicos apareciam envergando "capacetes" em formato de canídeos. Não muto diferente do que nos foi habituando, Diana Martinez teve apenas de "estar" para ter uma "casa" composta.

IMG_0618 (Cópia).jpgGrande surpresa no MEO Mares Vivas de 2016 foi a presença de Beth Orthon. Primou pela antecedência de horário no início do espetáculo que apanhou o público desprevenido. Tendo começado cerca de 20 minutos antes da hora prevista, Beth Orthon alternou entre um género musical alternativo e outro bastante calmo, proporcionando aos presentes um "romântico" fim de tarde à beira rio. Nas músicas mais mexidas fez-se sempre acompanhar do público que parece aderir ao género musical.

IMG_0746 (Cópia).jpgTom Odell continua o espetáculo para delírio das jovens que, por um rasgão no pano, o viram ao longe a entrar no palco. Em êxtase, gritaram anunciando o que seria um grande concerto de rock. Ao estilo de Elton John, Tom Odell passou grande parte do concerto ao piano. O menino bonito encanta e encanta-se, digam as trocas de olhares cúmplices com o resto da banda. Surpreendido com a adesão do público, "força" a restante banda a dar o melhor. Com uma secção ritmica de excelência Tom Odell sai do Cabedelo de barriga cheia, tal como os milhares que até aqui se deslocaram para o ver.

IMG_1115 (Cópia).jpgRui Veloso dispensa apresentações, bem como o seu repertório. Numa altura em que ainda se comemora o campeonato europeu de futebol, lembrou "o vôo do Jardel sobre os centrais", as viagens de Ribeira até à Foz, a bela Camponesa e outros momentos que fez questão de transformar em hits musicais. O "Mingos" dos Samurais, a jogar em casa, aumentou o tamanho do palco, dando protagonismo aos conterrâneos e a quem quis partilhar este momento. Aquele que nem precisa de cantar lembrou-nos que Portugal, e o Porto, têm um embaixador musical que, mesmo desaparecido transpira a essência de ser um português bairrista. Qualquer concerto de Rui Veloso dá um CD duplo de "best of". O concerto terminou com o músico a cantar a "sua Nikita" (Paixão segundo Nicolau da viola) para delírio dos presentes.

IMG_1286 (Cópia).jpgO festival encerra com a brilhante atuação dos ingleses mais portugueses do mundo! Os James apresentam-se debaixo de inúmeras suposições acerca do local de aparição do seu líder. Tim Booth é conhecido por entrar por entre o público, mas, mais uma vez, surpreendeu todo e todos ao aparecer ... como todos os outros, pelo backstage, numa entrada simples e tranquila. Envergando uma camisola da seleção nacional, Adam tem uma grande ovação. A entrada é feita depois de, no ecrã gigante, figurar a bandeira nacional ao mesmo tempo se cantou "a portuguesa". Lembrando o festival de 2014 onde choveu durante a sua atuação, os James agradeceram o carinho e a dedicação do povo português. Lembro que nesse mesmo ano fizeram uma aparição surpresa na estação de São Bento para um concerto mistério e atuaram no multiusos de Guimarães. Recordando velhos (e novos) temas, os James serão os responsáveis pela banda sonora das viagens "casa - trabalho" durante os próximos dias. Iguais a eles próprios, foram incansáveis durante toda a sua atuação. O concerto termina com “Sometimes", mas portugueses que somos e com o caráter que nos assiste, não deixamos que fossem embora sem, no encore, cantarem “On my Way", “Nothing but Love", “Getting Away with it" com um enorme mergulho por entre a multidão. Tim Booth é já um habitué nestas andanças do mergulho, navegando literalmente por cima do público que o encaminha para onde quer.

IMG_1541 (Cópia).jpgO Festival MEO Marés Vivas termina com enorme pena, mas com um sentimento de missão cumprida e de um investimento bem feito. Em altura alguma se considera que o festival ou a organização tenha falhado, restando-nos parabenizar a PEV Entertainment por esta edição daquele que é já o melhor Festival de Verão do Norte e pela excelência do cartaz, desejando desde já poder estar presente na próxima edição, que irá decorrer de 13 a 15 de Julho de 2017

 

Reportagem: Ana Machado

Fotografias: Nuno Machado