Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Glam Magazine

Glam Magazine

Ponte Party People… Programação do Palco Piscina mudada para o Palco Ponte

O Ponte Party People está aí à porta e com ele vêm alterações necessárias: por motivos técnicos alheios à organização, o Palco Piscina não poderá acolher os artistas previamente anunciados. Assim, a festa de mais de 6 horas de música seguida segue até ao Palco Ponte, que abre às 4 da tarde com os Toulouse e se estende noite dentro até aos peixe:avião, com o Milhões de Festa a espreitar no Convento do Carmo (Isto Não É o Milhões de Festa).

ponte.png

Line-up para o dia 2 de Julho:

16:00 - Abertura do recinto

16:15 - Toulouse

17:45 - Máquina del Amor

19:15 - Corona na Casa

20:15 - Terzi

22:30 - Black Bombaim

23:30 - Jibóia

00:30 - Peixe:avião

 

Assim, o coletivo que faz do Eurodance religião promete fechar a noite em grande no Convento do Carmo, à beira dos Vive Les Cônes e da Lovers & Lollypops Soundsystem, a partir da 1 e meia da manhã.

Misty Fest 2016 regressa já em Novembro...

O Misty Fest é um festival de carácter diferenciado e único, em época de sweet november, com ampla e qualificada programação que explora dimensões menos exploradas noutros festivais, e se retrata por várias cidades do nosso país. Em 2016, o Misty Fest continuará a privilegiar na substância a palavra, a actualidade musical, o novo, mas também o mesmo desafio/convite aos músicos para apresentação nestes espectáculos de algo com carácter inédito, único e por isso imperdível.

cartaz artistas.jpegComo nos anos anteriores, ambientes sonoros de songwriters, das músicas do mundo, do jazz, em ângulos e padrões diferenciados daqueles que habitualmente passam pelas salas e festivais do nosso País, marcarão presença nesta edição. Porque sabemos que quem ama a música, não vive só em Lisboa e Porto, as melhores salas do país são eleitas tendo em conta a capacidade para dar a artistas e público as melhores condições de som e conforto, para a apreciar ao vivo os espectáculos que irão acontecer entre os dias 1 e 13 de Novembro.

 

As cidades eleitas para o festival em 2016 são: Lisboa, Porto, Braga, Espinho, Coimbra, e as novidades Leiria, Torres Novas e Évora. Algumas novidades poderão ainda surgir.

Estes são os concertos já confirmados para a edição de 2016

 

1 Novembro 2016 - Piers Faccini / Cinema São Jorge (Lisboa)

2 Novembro 2016 - Selma Uamusse / CCB (Lisboa)

3 Novembro 2016 - Peter Broderick / Casa da Música (Porto)

4 Novembro 2016 - Melingo / Teatro Tivoli BBVA (Lisboa)

4 Novembro 2016 - Rodrigo Leão & Scott Matthew / Coliseu (Porto)

4 Novembro 2016 - Peter Broderick / CCB (Lisboa)

5 Novembro 2016 - Hindi Zahra / Grande Auditório Gulbenkian (Lisboa)

6 Novembro 2016 - Carmen Souza & Theo Pascal Trio / CCB (Lisboa)

6 Novembro 2016 - Wim Mertens / Casa da Música (Porto)

7 Novembro 2016 - Enrico Rava Tribe / Casa da Música (Porto)

8 Novembro 2016 - Enrico Rava Tribe / CCB (Lisboa)

9 Novembro 2016 - José James / Casa da Música (Porto)

9 Novembro 2016 - Dom La Nena / Teatro Garcia de Resende (Évora)

10 Novembro 2016 - Dom La Nena / Casa da Música (Porto)

11 Novembro 2016 - José James / CCB (Lisboa)

12 Novembro 2016 - Carmen Souza & Theo Pascal Trio / Casa da Música (Porto)

12 Novembro 2016 - Dom La Nena / Teatro Micaelense (Açores)

Encerramento Festas de Lisboa'16 com Buraka Som Sistema… A entrada é livre!

Amanhã, 1 de julho, os Buraka Som Sistema encerram as Festas de Lisboa’16 e despedem-se dos palcos. O programa começa às 17h com vários DJ e prolonga-se pela noite dentro até àquele que será o último concerto da banda, às 22h. Globaile é muito mais do que um concerto, é uma enorme festa junto ao rio Tejo e à Torre de Belém, a zona da cidade onde a história da cidade se cruza com as pontes com o mundo feitas através da língua portuguesa e da diáspora. 

Buraka Som Sistema ©GoncaloFSantos.jpgphoto: Gonçalo F.Santos

 

É neste cenário simbólico que no dia 1 de julho os Buraka Som Sistema vão encerrar as Festas de Lisboa e simultaneamente despedir-se dos fãs. A banda, nascida em Lisboa, é o exemplo perfeito de um grupo que entendeu o mundo como um todo e apresentou a esse mesmo mundo uma criação musical única, que resulta da mescla de várias inspirações, entre Luanda e a Amadora, Lisboa e o Rio de Janeiro ou Maputo e Nova Iorque.

 

Em dez anos os Buraka produziram álbuns, EP, tournées mundiais, vídeos oficiais, um documentário e concertos que ficam para a história da música. Com eles, transformaram a cultura pop portuguesa e trouxeram uma sonoridade inventada que faz a ponte perfeita entre o legado português e a modernidade musical internacional e contemporânea.

 

No dia 1 de julho a banda encerra a sua derradeira digressão mundial ao seu melhor estilo: com uma enorme festa que se quer para todos e que, como não podia deixar de ser, nos traz o que de mais irreverente e novo se faz no mundo da música.

 

17.00h, Palco IC19

DJs KKing Kong e Dotorado Pro

Live act com Batuk (África do Sul)

 

20.00h, Palco Komba

Dengue Dengue Dengue (Perú)

Baile funk com MC Bin Laden (Brasil)

 

22.00h, Palco Komba

Buraka Som Sistema

TERRAKOTA na estrada… este verão

Os Terrakota entraram em 2016 com concertos na Bélgica, Alentejo, Algarve e Lisboa e com o lançamento do single "Mexe Mexe" em Abril. No verão, a banda continua a sua jornada por estradas portuguesas e europeias passando por Évora, Fafe, Mogadouro e marca presença no último dia do Boom Festival, evento de referência em Portugal.

terr.jpgAlternando com os concertos em Portugal, os Terrakota saem do país para apresentar a sua música em cidades como Léon, San Sebastian e Vigo em Espanha, Robion no sul de França, Ghent na Bélgica, finalizando este período de espetáculos ao vivo com uma mini digressão pelo sul de Itália. A maioria dos festivais que compõem a digressão de Terrakota são descentralizados, independentes, de cariz tradicional ou ambiental, e programados por estruturas que realmente trabalham por amor à arte. Tudo aspetos muito valorizados pela banda. O lançamento do novo álbum acontece em outubro, com apresentações ao vivo em Lisboa e no Porto, integradas numa digressão nacional a divulgar em breve. Na altura do lançamento do álbum, estão, também, previstos espetáculos noutras cidades europeias.

O single "Mexe Mexe" feat Beat Laden, lançado em antecipação do novo trabalho de Terrakota, continua a tocar nas rádios nacionais e destaca-se por conter um claro apelo a uma mudança de mentalidade sem nunca perder o groove.

 

Próximas datas:

2 Julho 2016 - Feira de S.João, Evora (PT)

9 Julho 2016 - Festival Terra, Mogadouro (PT)

16 Julho 2016 - Feztizaje, Leon (ES) 

18 Julho 2016 - Trefpunt Festival, Ghent (BE)

21 Julho 2016 - Festival de Robion (FR)

23 Julho 2016 - Eco Festival de Fafe (PT)

24 Julho 2016 - Aturuxo Bueu, Vigo (ES)

17 Agosto 2016 - Boom Festival, Idanha-a-Nova (PT)

18 Agosto 2016 - Sul de Itália (a anunciar) (IT)

19 Agosto 2016 - Ariano Folk Festival (IT)

20 Agosto 2016 - Sul de Itália (a anunciar) (IT)

24 Agosto 2016 - Festival Atlantikaldia, San Sebastian (ES) 

É já Amanhã a Maior Beach Party da Europa…

Começa amanhã a EDP Beach Party, numa super produção da Rádio Nova Era com o apoio da C.M. de Matosinhos, dias 1 e 2 de julho, na Praia do Aterro Norte, em Matosinhos!

A Maior Beach Party da Europa está a chegar e com ela os Melhores DJs do Mundo, das 16h às 4h, em 12 horas non stop na sexta-feira e 12 horas non stop no sábado!

untitled.jpgNestes últimos nove anos, a festa veio a consagrar-se como uma das maiores referências no cenário da música eletrónica, fazendo parte do roteiro do verão dos amantes deste estilo musical e agora conhecemos o Line-Up da 9ª edição com um Cartaz Memorável!

O Grandioso Festival EDP Beach Party, já contou com nomes como Swedish House Mafia, Avicii, David Guetta, Axwell, Nervo, Steve Angello, Dimitri Vegas & Like Mike, Dyro, Yellow Claw ou Tiesto nas suas anteriores edições. No ano passado tivemos mais de 60 mil pessoas, em dois dias de festa, a dançar na praia ao som dos Melhores DJs.

 

O 1º fim de semana de Julho será, sem dúvida, cheio de música e de grandes atuações neste espectacular festival, com a Nova Era e a C.M. de Matosinhos, a EDP Beach Party, na Praia do Aterro Norte, em Matosinhos!

O melhor da música Portuguesa está a Nordeste já amanhã… e apresenta cartaz de luxo

Nomes de peso da atualidade da música portuguesa protagonizam a edição de 2016 do festival Rock Nordeste, em Vila Real. O festival tem como característica a forte aposta no melhor da nova música portuguesa e apresenta este ano a sua melhor edição de sempre.

 

Orelha Negra, Linda Martini, PAUS, DJ Ride, Sean Riley & The Slowriders, Branko, Noiserv, B Fachada, Best Youth e CAN CUN integram a edição de festival gratuito que aposta no melhor da música portuguesa.

 

rock.pngDois anos depois de regressar com um novo formato, o Rock Nordeste está de volta para o terceiro ano a 1 e 2 de julho, sexta e sábado, respetivamente, os melhores nomes da música portuguesa apresentam-se no Parque Corgo, margem esquerda do Rio Corgo, e no Auditório Exterior do Teatro de Vila Real.

 

A entrada é livre e oferece dois dias repletos da melhor música que se faz no país.

O festival Rock Nordeste levou, nas duas anteriores edições, mais de vinte e duas mil pessoas à relva do Parque Corgo, motivadas para ouvir o melhor da atualidade da música moderna portuguesa. Pelo evento de música, ao longo de duas edições, passaram nomes como Dead Combo, Capicua, Batida, Moullinex, peixe:avião, Sensible Soccers, Glockenwise, Throes + The Shine ou Octa Push.

O festival Rock Nordeste é uma iniciativa da Câmara Municipal de Vila Real.

Cristina Branco… Primeiro single de "Menina" já disponível

“E às vezes dou por mim” é o primeiro avanço para o novo disco de Cristina Branco, intitulado “Menina”.

A música conta com autoria de Filho da Mãe (instrumental) e André Henriques, dos Linda Martini (letra). O vídeo é realizado por João Pedro Moreira (Buraka Som Sistema, Regula, 5-30, entre outros).

Screen_Shot_2016_05_24_at_15_52_25.pngO álbum apresenta várias novas colaborações na carreira da fadista, como é o caso deste single. Falamos também de nomes como Cachupa Psicadélica, Peixe, Nuno Prata, Ana Bacalhau, Kalaf (Buraka Som Sistema), Jorge Cruz (Diabo na Cruz), Luis Severo (Cão da Morte), entre outras parcerias já repetentes como o caso de Mário Laginha, Pedro da Silva Martins e António Lobo Antunes.

Menina” é editado a 16 de Setembro e tem a produção de Ricardo Cruz e conta com o trio de músicos composto por Bernardo Moreira (contrabaixo), Luis Figueiredo (piano) e Bernardo Couto (guitarra portuguesa). 

 

O Festival Bons Sons (Cem Soldos) e a Festa do Avante servem de antecipação a uma digressão em teatros nacionais e internacionais que se inicia em Outubro.

Diana Martinez & Tatanka (The Black Mamba) no Cine Teatro Estarreja…

Diana Martinez é a nova e forte aposta da moderna música feita em Portugal, cuja sonoridade reflete as verdadeiras paixões de Diana: R&B, o Soul e o Hip Hop.

Vocalista e autora de todos os temas, apesar de ser ainda muito jovem, revela já uma definitiva maturidade como artista. O single de estreia “That’s Just How We Do It”, foi acolhido de forma notável pelas rádios e no Youtube e subiu ao palco num set explosivo no Festival Meo Marés Vivas, e na abertura para Natiruts e Marcelo D2.

IMG_0918 (Cópia).jpgphoto: Sara Silva / Arquivo Glam Magazine

 

Durante a composição, Diana Martinez aborda e questiona os desafios diários característicos da sua geração, particularmente sobre o ponto de vista das mulheres, permitindo a quem ouve fazer uma viagem emocionante ao interior da artista

 

Este concerto conta com a participação de Tatanka dos (The Black Mamba).

 

Cine-Teatro Estarreja / Café Concerto

1 de Julho 2016 | 22.00h

Festival Silêncio… The Miami Flu no Sabotage

O Festival Silêncio e os limites como tema.

O Sabotage Club junta mais uma noite à programação do Festival apresentado os The Miami Flu...

miami.jpg

The Miami Flu é a nova banda de Pedro Ledo e Tiago Sales.

Para avançar com a gravação deste novíssimo “Too Much Flu Will Kill You”, a dupla contou também com Tiago Campos na Bateria, membro dos Twin Chargers e João Vilar nas teclas, que nos Al Fujayrah toca guitarra. Nova banda, novas sonoridades e uma boa novidade… Pedro Ledo, para além de não largar a sua guitarra Surf Green, empresta a sua voz às canções carregadas de ansiolíticos e outras drogas.

 

Entramos assim em território minado por algum psicadelismo dos anos 60 e 70, género muito apreciado pela banda e que é inevitável referência..

 

Sabotage Club (Lisboa)

1 de Julho 2016 | 23.00

“A Minha História”… Prismatic feat. Vilão

O trio Prismatic entra em estúdio com um convidado ligado ao Hip-Hop Português e é lançado o single “A Minha História” que juntamente com o rapper Vilão mostra um lado mais rebelde e alternativo.

"A Minha História" é editada mundialmente, através da distribuição digital, no próximo dia 18. Antecede o álbum de estreia de Primastic, em produção. Através de um prisma, uma luz branca pode ser decomposta em todas as cores. São 7 as cores que o prisma produz. São também 7, as notas musicais através das quais queremos decompor o nosso som, sem preconceitos e com uma roupagem e fusão entre vários estilos, que faz com que Prismatic seja o nosso e o vosso prisma musical

capa_PRISMATIC_JOPRNAL_2016_web.jpgApresentada a banda Portuguesa, em 2013, com o single “XXI”, numa versão pop/electrónico. Em 2014, viaja até aos EUA para nas mãos do conceituado e vencedor de Grammy Awards, Mr. Bob Katz, para que seja finalizado o EP de 3 temas intitulado “Prismático” que é exposto ao público através de 3 videoclipes. Um dos temas, "Prismático", conta com Miguel Moura dos Santos como convidado

 

Mas quem são os Prismatic?

Tiago Pimentel… Aka Tryambaka mantém uma ligação à música desde a sua infância. A música clássica faz parte da sua formação inicial mas seria o poder da música electrónica, posteriormente marcada pelo trance, que mais iria influenciar a sua cultura artística e criar o movimento frenético e dançável dos Prismatic.

 

André Prista… Desde cedo começou a usar o lado criativo para dar vida aos seus temas musicais como letrista, compositor e produtor musical. Técnico de som com experiência profissional com nomes como Bob Katz e Brian “Big Bass Brian” Gardner ou músicos como Henning Basse, André Matos e Rafael Bittencourt ajudaram para que o vasto leque de influências e experiências tornassem rica e melodiosa a sonoridade das guitarras e composições dos Prismatic.

 

Nuno Ramos… Assume-se como um compositor que cria, desde há muito, as suas músicas. O seu vasto leque de influências musicais e experiência como músico de palco marcam a sua versatilidade, coesão, força e paixão por criar e dar voz às histórias verídicas e de ficção transmitida pela sonoridade dos Prismatic.

Vircator participa na coletânea Novos Talentos Fnac 2016 e estreia hoje o novo single "Tunguska" em video

Vircator, o quarteto de rock instrumental de Viana do Castelo, foi um dos projectos convidados a participar da coletânea Novos Talentos Fnac 2016, lançada no passado Dia Europeu da Música, a 21 de Junho, com o tema "Tunguska" extraído do novo álbum "At The Void's Edge".

virca.jpgO projecto de Viana do Castelo, formado em 2012, é composto por Pedro Carvalho (voz e guitarra), Marcelo Peixoto (baixo), Paulo Noronha (bateria) e Gustavo Ribeiro (guitarra), e estreia hoje o video de "Tunguska", realizado por Luis Alfredo. "Tunguska" é o nome atribuído pela NASA ao meteorito que caiu sobre a Sibéria a 30 de Junho de 1908.

A apresentação do video online conta com o apoio internacional do canal de Youtube Mr. Stone Believer, e a colaboração do Festival Ignition, a decorrer em Penafiel, a 15 e 16 de Julho, onde os Vircator vão tambem actuar.

 

Após o sucesso atingido com as edições anteriores nas quais se destacaram os então desconhecidos Deolinda, Samuel Úria, B Fachada, Orelha Negra, Paus, We Trust, Capitão Fausto e Best Youth, a FNAC volta a lançar, este ano, uma nova edição que integra 33 temas inéditos, de 33 novos talentos, num CD duplo. O CD Novos Talentos FNAC 2016 revela o futuro da música portuguesa, a nova geração de músicos portugueses que aposta, cada vez mais, numa mistura de linguagens na qual se cruzam estéticas e discursos inovadores.

A voz que transporta a essência da tradição e da alma fadista…

Dono de uma voz única e de expressão ímpar, Zé Perdigão é um dos melhores fadistas (ou artista de música do mundo, como ele gosta de afirmar) da nova geração. Se por altura das suas primeiras aparições ao vivo foi considerado “uma das melhores novidades dos últimos tempos na música portuguesa”, hoje já se pode considerar uma certeza e uma das melhores vozes masculinas da música do mundo cantada em português.

cartaz_16julho_Perdigão.jpgPerdigão vai fazer uma viagem musical entre as culturas Ibérica, Sul-Americana e Cabo Verdiana e vai fazer acompanhar-se em palco por Mário Gonçalves na bateria/percussões; Helder Costa na braguesa, cavaquinho, bandolim, guitarra folk; Albano Fonseca no baixo elétrico e vozes; o multi-isntrumentista Ricardo Passos nas percussões, cordas, sopros, vozes e outros instrumentos exóticos; Rui Reis no saxofone, flautas e gaita de foles; Ricardo Geronyom no handpan e ainda o músico convidado, Nuno Cachada na guitara clássica.

 

Zé Perdigão é, indubitavelmente, uma das vozes mais emblemáticas da música tradicional. Recentemente condecorado Cidadão Honorário pelo Governo Provincial da cidade de Buenos Aires, Argentina, uma distinção nunca dantes atribuída a um artista ou cidadão português, Zé Perdigão junta-se a um painel de nomes consagrados da música internacional como Stevie Wonder, Roger Waters, Paco de Lucía, Diego El Cigala ou Iron Maiden, entre outros.

 

Casino da Póvoa (Póvoa do Varzim)

16 de Julho 2016 | 22.00h

EDPCOOLJAZZ arranca dentro de 2 semanas com estreia em Portugal de Jill Scott

Faltam apenas 2 semanas para o arranque da 13ª edição do EDPCOOLJAZZ, um evento musical que marca a diferença pela música e pelos espaços onde decorre, ao longo do mês de julho, em Oeiras.

Jill_Scott.pngJill Scott (com Charlie Wilson na primeira parte) fará as honras para abrir a primeira das oito noites deste grande evento. A galardoada cantora e compositora norte-americana estreia-se em Portugal no dia 12 de julho para uma atuação repleta de soul nos Jardins do Marquês de Pombal, em Oeiras.

 

Dia 13 de julho (quarta-feira) o festival marca mais uma grande estreia em Portugal, a jovem revelação inglesa Frances, para uma atuação nos mesmos jardins mágicos que são imagem de marca deste festival. Frances é já um sucesso em Portugal e bastante conhecida pela sua música “Grow”, utilizada na campanha institucional que assinala os 40 anos da EDP.

 

No Domingo, dia 17 de junho, sobem ao palco os britânicos The Cinematic Orchestra, orquestra composta por nove elementos que dão corpo a sonoridades numa fusão perfeita do nu jazz e a pop eletrónica. A primeira parte será assegurada por Salvador Sobral.

 

Seal será mais um nome de topo mundial a preencher o cartaz de luxo deste ano, num concerto que será realizado no Parque dos Poetas/Estádio Municipal de Oeiras no dia 20 de julho. O cantor britânico de soul music regressa a Portugal para celebrar os seus 25 anos de carreira e traz na bagagem  seu ultimo disco “Seal 7”. Os portugueses HMB vão aquecer o público com o “soul” luso na primeira parte deste grande concerto.

 

A 21 de julho, uma noite no feminino com Stacey Kent, considerada uma das melhores vozes de jazz da atualidade e muito acarinhada pelo público nacional e a portuguesa Marta Ren, que terá as honras de abertura.

 

Os franceses Nouvelle Vague sobem ao palco no dia 23 de julho, uma noite especial, dois em um, já que contará ainda com o concerto dos Koop Oscar Orchestra, nos Jardins Marquês de Pombal. Enquanto os primeiros trazem  uma coletânea de covers de músicas punk rock, pós-punk e new wave dos anos 80 ao estilo Bossa nova dos anos 60, os segundos irão espelhar os jardins com uma fusão única da música eletrónica com o Jazz, num ambiente que remete para os sons dos cabarés e apaixonantes ritmos dançantes.

 

A 26 de julho será a vez do ritmo cubano invadir os Jardins Marquês de Pombal com dois grandes concertos: as duplas Omara Portuondo & Diego el Cigala e Luís Represas com Paulo Flores. A diva dos Buena Vista Social Club regressa a Portugal em dupla com o mais relevante e inovador cantor de flamenco numa noite única de fusão de sonoridades que é uma marca distintiva e habitual do EDPCOOLJAZZ.

 

Para terminar em grande, e em língua portuguesa, “Marisa Monte convida Carminho” terá as honras de encerramento do festival, a dia 27 de julho, nos Jardins do Marquês de Pombal. Um concerto que vai marcar esta edição pela cumplicidade que existe entre as duas cantoras e que se reflete de uma forma singular na composição resultante da mistura dos géneros musicais das duas cantoras de língua portuguesa.

Patrícia Candoso apresenta ao vivo o seu novo single…

A cantora e atriz Patrícia Candoso está de volta ao panorama musical com “Ready For It”, tema que conjuga as modernas tendências urbanas e de música eletrónica, alinhavadas pelo também cantor e compositor Mikkel Solnado. Este é o single de avanço de um novo trabalho discográfico que sairá ainda este ano com o selo da Music In My Soul.

PatríciaCandoso_Flyer.pngPatrícia Candoso, cantora e atriz de 34 anos, é licenciada em Ciências da Comunicação e fez formação de música e teatro.

A sua carreira começou ao interpretar “Catarina” na telenovela da TVI, “Sonhos Traídos”, em 2001. Depois disso integrou a primeira temporada da famosa série juvenil “Morangos com Açúcar”, onde começou a cantar, tendo acabado por lançar dois álbuns – “O Outro Lado” (2004) e “Só Um Olhar” (2006) - que contêm vários sucessos. A partir daí, Patrícia nunca mais parou e tem trabalhado continuamente em televisão, teatro, cinema, publicidade e música.

Apesar do gosto pela área da comunicação e do jornalismo, os convites e o talento têm falado mais alto, e foi este o rumo que Patrícia escolheu dar à sua vida. “Mundo Meu”, “Casos da Vida”, “Um Lugar Para Viver” e “Louco Amor” são exemplos de projetos que marcaram o seu percurso.

Atualmente prepara em força o seu regresso à música, encontrando-se em estúdio a produzir um novo álbum a ser editado ainda este ano, um projeto musical que conta com a produção de Mikkel Solnado e que será editado com o selo da Music In My Soul

 

A festa de apresentação do single e video está marcada para esta sexta-feira, dia 1 de Julho, pelas 21h30, na Brave Soul