Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Glam Magazine

Glam Magazine

Deolinda em digressão....

Depois do novo disco "Outras Histórias" ter feito a crítica e o público esgotar os adjectivos, agora é a digressão dos Deolinda que enche todas as salas do país por onde passa.

Depois da estreia em Lisboa e Porto para verem e ouvirem "Outras Histórias" em palco e com concertos esgotados no Teatro Tivoli BBVA e na Casa da Música, os Deolinda seguem a digressão pelo país...

Image1.jpg A digressão ganha diariamente novas formas com muitas datas confirmadas para os próximos meses. O novo registo dos Deolinda segue firme na tabela do discos mais vendidos do país, após um mês inteiro de sólida liderança, e o single "Corzinha de Verão" seduz as listas de airplay das principais radios nacionais.

Em breve, os Deolinda prometem revelar novidades para compensar todos os que não conseguiram bilhetes para as datas de Lisboa e Porto.

Para já ficam as datas já confirmadas…

 

27 Maio 2016 – Teatro Municipal (Guarda)

28 Maio 2016 - Cine Teatro António Lamoso (Feira)

4 Junho 2016 - Cineteatro Louletano (Loulé)

10 Junho 206 - Festas dos Santos Populares Portugueses (Rio de Janeiro – Brasil)

2 Julho 2016 - Teatro Micaelense (São Miguel – Açores)

28 Julho 2016 - FicaVouga (Sever do Vouga)

29 Julho 2016 - Theatro Circo (Braga)

6 Agosto 2016 - Festival Oito24 (Espinho)

13 Agosto 2016 – Festival Bons Sons (Cem Soldos)

27 Agosto 2016 - Animar as Praias - Furadouro (Ovar)

29 Outubro 2016 - Centro Cultural (Viana do Castelo)

“Wanted Love” o single que junta Francisco Cunha e Chris Crone

Francisco Cunha, DJ e produtor de Coimbra acaba de apresentar um novo single intitulado “Wanted Love”, que contou com a colaboração do alemão Chris Crone. O single marca igualmente a estreia do jovem de Coimbra na Vidisco, editora nacional conceituada no panorama da música eletrónica em Portugal.

fc.jpg Este novo single, lançado no passado dia 10 de Maio, sucede a “Turn Around”, o single de estreia que juntou Francisco Cunha a Bec & Sebastian, tema que conquistou algumas rádios nacionais. Este novo tema apresenta uma sonoridade mais comercial, em linha com o que de melhor se faz a nível internacional, sendo uma faixa indicada especialmente para o verão, vibrante e repleta energia positiva.

Francisco Cunha, tem vindo a afirmar a sua carreira ao longo dos últimos anos, passando por inúmeros palcos e cidades. Com apenas 19 anos de idade, e com um percurso já de relevo no mundo do deejaying, destaque-se as suas passagens pelo Nova Era Beach Party no ano de 2014, considerada uma das maiores beach party da Europa, tendo partilhado o palco com maiores nomes da EDM internacional.

Recentemente esteve em destaque a sua atuação na passagem de ano de 2015 na cidade de Coimbra, organizada pela autarquia.

Instalação, tinta verde, tablet e cadeira, dimensões várias…

Nos dias 27, 28 e 29 de Maio, na Antiga Indústria de Tintas SOTINCO vai decorrer o evento Contemporaneidades no Espaço Industrial organizado por Anderson Colombo. Dentro deste contexto realiza-se a exposição Espaço Industrial e Cor: Repensar os Limites, com a curadoria de Filippo De Tomasi. A exposição conta com a presença de dois artistas portugueses, Andrea Brandão e João Vilhena, da artista italiana Chiara Campanile e do fotógrafo Roberto Conte. Os primeiros três autores vão realizar obras site specific que propõem uma reflexão sobre as possibilidades de reativação e regeneração dos espaços industriais devolutos, enquanto que as imagens do fotógrafo apresentam edifícios e arquitecturas abandonadas. Através das intervenções dos artistas e da projeção de fotografias, cria-se um diálogo entre o edifício das Tintas SOTINCO e a cor, com o objetivo de repensar os limites que o espaço impõe. Numa perspectiva de colaboração com a Baía Tejo, os visitantes poderão ainda apreciar as obras estudo realizadas por Vhils, artista natural do Seixal.

Chroma.MP4.Still001.jpg

“A obra CHROMAFACTORYONLINE.COM propõe alterar, desconstruir e remontar o espaço industrial, abrindo novas realidades. Através da utilização prévia do dispositivo Chroma Key, o artista realizou diferentes elementos verdes no espaço, que criam uma interferência visual que se mistura com a arquitetura do edifício. Estas grandes manchas de tinta verde, à primeira vista fragmentárias e dispersas, recompõem-se em quadros num ponto preciso da sala: efeito criado pela pintura anamórfica. O visitante pode sentar-se e visualizar os retângulos. No entanto, com o auxilio do QR Code ou do tablet disponibilizado, consegue visualizar a reconstrução digital realizada pelo artista. No vídeo, quatro pessoas interagem com os quadrados, entram neles e multiplicam-se: aciona-se um jogo de espelhos que estabiliza a percepção do visitante e quebra os limites físicos do espaço do edifício. Ao interagir com as obras artísticas de João Vilhena apresenta-se aos nossos olhos e sentidos uma outra perspectiva que nos transporta para além do real. Os numerosos "escamotages" adotados que vão desde a pós-produção gráfica das imagens fotográficas, até aos jogos de planos nas esculturas e nas instalações, introduzem-nos numa dimensão virtual, possibilitando a activação de mecanismos cerebrais e emotivos inesperados e inconscientes. O interesse foca-se, de facto, nas infinitas possibilidades de leitura que a obra de arte contém: desde a banal identificação de elementos quotidianos até à apropriação estética de um mundo virtual, exterior e, talvez, secundário. Indagar, destruir e reconstruir os estereótipos da cultura ocidental, através da consciente utilização dos diferentes meios artísticos (video, pintura, fotografia, instalação, etc.), permitem ao artista criar uma nova dimensão, um novo mundo, não como tentativa de fuga do real, mas como reflexão sobre o frágil e incerto equilíbrio da nossas existências.” Filippo de Tomasi

 

Em simultaneo na obra online Joao Vilhena explora o campo de new media art, homenageando os trabalhadores da antiga fábrica agora desocupada e em ruinas numa reflexão ente o real e o fazer do gesto de pintar. João Vilhena é um dos mais notados artistas portugueses contemporâneos. Estudou Escultura e Pintura no Ar.Co - Centro de Arte e Comunicação Visual de Lisboa, terminando em 2002. A sua vivência, não só em Portugal, mas também nos diversos sítios onde estudou e trabalhou, designadamente, Los Angeles, Nova Iorque, Reino Unido e Itália, constituem referência permanente na criação e obra deste artista. Recorre a uma grande variedade de meios, tais como a pintura, escultura, fotografia, vídeo e new media numa narrativa em torno do que é o público e o privado. Desde 2012 utiliza o i-phone e diversas apps como instrumentos de criação de obras, elaborando um discurso minimalista em torno de cada ação. Trabalha com representações da realidade que existem para além da perspetiva subjetiva do psicológico, explorando, desta forma, o meta-realismo. Propõese, não só comunicar mais do que o aspeto pictórico da perceção de outra dimensão da realidade, mas também a essência dessas dimensões e sua relação consigo e com os outros, enquanto seres humanos, através de formas e ações. A sua obra encontra-se representada em diversas coleções nacionais e internacionais: Gulbenkian, Serralves, Banque Edmond Rothschild ou Colecção BES, entre outras.

Recebeu prémios e bolsas, representou Portugal numa Bienal de Praga. Em 2015 expôs individualmente no Palácio Nacional de Mafra e no Museu de História Natural e da Ciência. Sendo, ainda, desportista promove ativamente um estilo de vida saudável.

 

Inauguração:

Sexta-feira, 27 de maio às 19:30 horas. Sábado e domingo das, 28 e 29 de maio 10:00 às 18:00 horas

Localização:
Antiga Indústria de Tintas SOTINCO, Rua 42 - Parque Empresarial Baía do Tejo | 2830-571 Barreiro

“Wall of Love” é o single que junta Karetus e Diogo Piçarra e é editado a 30 de Maio

“Wall of Love”, o novo single dos Karetus conta com a participação de Diogo Piçarra e será lançado na próxima segunda-feira, 30 de Maio. O lançamento será acompanhado de um videoclip, realizado por Ricardo Reis, que será disponibilizado na página oficial da banda no YouTube, mas antes terá honras de pré-estreia no Domingo, 29 de Maio, no OutJazz na Torre de Belém.

walloflove.jpgPara os KaretusTrabalhar com o Diogo Piçarra foi uma grande honra. Nós eramos fãs do Diogo, já seguíamos o trabalho dele há muito tempo e surgiu a ideia: porque não o Diogo Piçarra? Decidimos mostrar-lhe o que tínhamos para o tema, e no dia a seguir tínhamos uma música praticamente concluída, melodia e letra feita. E assim nasceu a Wall of Love. Foi um prazer trabalhar com o Diogo.”

Para Diogo PiçarraTrabalhar com os Karetus foi uma enorme surpresa. Já os admirava há imenso tempo e nunca pensei sequer que fosse possível juntar-me com eles. Sempre quis fazer algo diferente, sempre quis fugir da minha zona de conforto, e este trabalho com os Karetus permitiu isso. Estou muito orgulhoso do nosso trabalho na Wall of Love.”

 

Os Karetus foram formados em 2010 pelos DJs e produtores Carlos Silva e André Reis , ao quais se juntou mais tarde o MC Paulo Silva. Começaram a chamar a atenção do publico com os remixes “Young Wild and Free” de Snoop Dogg e Whiz Khalifa e “I’m on One” de Drake e Dj Khaled que em conjunto contam hoje com mais de 3 milhões de plays no Youtube.  Em 2015 lançaram o seu primeiro álbum "Piñata", que implementa o estilo/movimento Full Flavor, que se baseia na liberdade da musica com a premissa "não há estilos", "não há géneros", "apenas musica que transmita sentimentos", um álbum com 18 musicas, 27 géneros, 11 bpm's e 3 idiomas. Para este álbum contam com a colaboração dos artistas Portugueses: Agir, Carolina Deslandes, RIOT (Buraka Som Sistema), Pongo Love, Supasquad, SP Deville e os Internacionais: Cecille, Paranormal Attack, Aaron London e Clinton Sly!

 

O palco é onde os Karetus levam ao auge a celebração da sua música, tanto em Portugal, onde para 2016 têm já cerca de 40 concertos agendados, como no estrangeiro, onde este ano já protagonizaram uma Tour no Brasil e Espanha.

Apresentação dos Jovens Criadores 2016

O desafio lançado através do Concurso Jovens Criadores vai no sentido da apresentação de um projeto de criação original em design, proporcionando aos jovens a oportunidade de apresentarem as suas criações. 

É uma iniciativa que visa incentivar e promover valores emergentes de diferentes áreas do design.

cartaz_facebook.pngFoi lançado um concurso a nível nacional em novembro de 2015, para jovens criadores com espírito de iniciativa e ambição, nas áreas do design de calçado e vestuário. Todas as criações foram avaliadas por um júri composto por: Eduardo Amorim, Daniela Barros, Ivo Maia e Inês Caleiro, da qual resultou uma seleção de 17 projetos que irão ser apresentados no dia 4.

 

A 2ª Edição do Concurso Jovens Criadores pretende reunir as propostas que sejam demonstrativas de criatividade e qualidade. Da apresentação em Desfile serão consagrados dois vencedores, por cada uma das áreas a concurso.

 

Esta iniciativa conta com o Apoio da Câmara Municipal de Santa Maria da Feira e do IPDJ – Instituto Português da Juventude e será apresentado por Patrícia Pereira.

 

Museu Convento dos Lóios (Stª Maria da Feira)

4 de Junho 2016 | 21.30h