Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Glam Magazine

Glam Magazine

Sean Riley & The Slowriders, Noiserv e B Fachada também rumam ao Nordeste

Sean Riley & The Slowriders, Noiserv e B Fachada, três nomes singulares da atualidade da música portuguesa, adicionados ao cartaz do festival Rock Nordeste, em Vila Real. As mais recentes confirmações para a edição de 2016 juntam-se aos já anunciados Linda Martini, Best Youth e Branko (Buraka Som Sistema). O festival tem como característica a forte aposta no melhor da nova música portuguesa e apresenta este ano a sua melhor edição de sempre.

Dois anos depois de regressar com um novo formato, o Rock Nordeste está de volta para o terceiro ano a 1 e 2 de julho, sexta e sábado, respetivamente, os melhores nomes da música portuguesa apresentam-se no Parque Corgo, margem esquerda do Rio Corgo, e no Auditório Exterior do Teatro de Vila Real. A entrada é livre e oferece dois dias repletos da melhor música que se faz no país.

Sean Riley (c) KID.jpgphoto: Kid

 

Tudo começou em 2007 com a edição de “Farewell”, onze belíssimas canções que projetaram Sean Riley & The Slowriders como autores de uma das melhores estreias discográficas da história da música produzida em Portugal. Depois de 3 anos afastados dos palcos para prosseguirem projetos paralelos (como no caso de Afonso Rodrigues com Keep Razors Sharp), 2015 marca o regresso aos palcos e 2016 o regresso aos discos de originais com um disco homónimo.

Criado em meados de 2005 pelo músico David Santos, noiserv tem vindo a afirmarse como um dos mais criativos e estimulantes projetos musicais, de entre os surgidos em Portugal na última década. O seu percurso tem sido marcado pela criação de canções capazes de atingir cada individuo na sua intimidade, relembrando-lhe vivências, momentos e memórias intrincadas entre a realidade e o sonho.

Bernardo Fachada é considerado o maior escritor de canções da sua geração. A obra de B Fachada vive de uma crítica que faltava à canção nacional e que permanece uma das formas mais vitais, naturais e poderosas de comunicação. O músico regressou aos discos em 2014 com “Fachada”, um álbum que regista uma evolução sonora e conceptual. Canções mais políticas, construídas com sampling, teclados e ritmos dançáveis, onde também marca presença Zeca Afonso, numa cover eletrónica de “Já o tempo se habitua”.

 

O festival Rock Nordeste levou, nas duas anteriores edições, mais de vinte e duas mil pessoas à relva do Parque Corgo, motivadas para ouvir o melhor da atualidade da música moderna portuguesa. Pelo evento de música, ao longo de duas edições, passaram nomes como Dead Combo, Capicua, Batida, Moullinex, peixe:avião, Sensible Soccers, Glockenwise, Throes + The Shine ou Octa Push.

 

O festival Rock Nordeste é uma iniciativa da Câmara Municipal de Vila Real.

 

 

Festival Rádio Faneca 2016…

No Rádio Faneca os preparativos começam cedo.

Há um jardim, becos, vielas e ruas que se transformam em espaços de encontro, de brincadeiras e de ver e de ouvir histórias e músicas. Há uma comunidade que participa ativamente nos projetos artísticos que se constroem inspirados na biografia da cidade e das pessoas. Há uma emissão de Rádio que traz histórias antigas e novas de amor e desamor, receitas do mar e da terra e uma playlist feita de dedicatórias.

CartazA3-RadioFaneca2016_1_770_9999.jpgNo Rádio Faneca deixamo-nos levar pela banda sonora de música e de histórias de que vão ecoar do centro histórico até ao Jardim Henriqueta Maia. Chegados ao jardim há tempo para pausas e brincadeiras de agora e de outrora. No Rádio Faneca os artistas e a comunidade acolhem generosamente os públicos tornando a vinda numa experiencia única e irrepetível. São três dias intensos de Ílhavo a Transmitir Alegria!

Bem-vindos e bons espetáculos. De 27 a 29 de Maio no Centro Histórico de Ílhavo

Segunda edição do [re+act(ion)]av

O [re+act(ion)]AV é um evento dedicado inteiramente à Performance Audiovisual nas suas mais variadas vertentes, unindo arte e tecnologia, criação de música ao vivo e conteúdos visuais, vídeo mapping e multimédia. É uma iniciativa da plataforma homónima, um coletivo que visa criar em Portugal um acontecimento agregador de quem trabalha e explora esta vertente artística. A plataforma [re+act(ion)]AV funciona ainda como base para o lançamento de projetos de ambiente virtual, criando condições de os apresentar ao público em espaços conducentes à provocação, reflexão e inspiração.

3D Go Home.jpgApós a estreia em fevereiro nos Silos, nas Caldas da Rainha, o próximo evento será no dia 26 de maio, nos Maus Hábitos, no Porto, e terá como foco a partilha de conhecimentos e experiências entre profissionais e amadores das áreas da música eletrónica e da performance audiovisual.

 

O [re+act(ion)]AV terá início às 15h00 com um workshop de iniciação ao software de vjing Resolume, ministrado pelo internacionalmente premiado vj Pixel Bitch. Pelas 17h00, uma jam session de música eletrónica com vj battle (batalha visual), para ambas a convocatória encontra-se aberta até dia 19. Na programação da noite, a partir das 21h30, consta uma conferência/performance por Telma João Santos, a que se segue um ensaio aberto do projeto AV 3D Go Home e, pelas 23h00, um concerto da banda Palace Mémoire. A partir das 00h00 e até ao fecho dos Maus Hábitos, um dj/vj set dj Mr. SeXXXy Luv vs vj Pixel Bitch.

 

De salientar que toda a programação desta segunda edição do [[re+act(ion)]AV, à exceção do workshop, é de entrada livre. A plataforma [re+act(ion)]AV tem como parceiros para esta segunda edição do evento a Silos – Contentor Criativo, a Tigre Anão – Produções e a editora Sister Ray.  

 

Maus Hábitos (Porto)

26 de Maio 2016 | 23.00h

Mão Morta, Os Mutantes e Spectral Haze, Sun Mammuth e Earth Drive são os próximos convidados das Reverence Underground Sessions no Sabotage

As Reverence Underground Sessions são fruto de uma parceria entre o Reverence Festival Valada e o Sabotage Club, no Cais do Sodré, em Lisboa e pretendem mostrar o que de melhor se faz no underground nacional e internacional, dentro do universo rock, mas também receber nomes consagrados num ambiente alternativo e de grande proximidade entre banda e público.   

5d3fb2cd-02ac-4f1c-8a75-918080e2fe79.jpgDepois de Ringo Deathstarr e de uma sessão dupla dos Bizarra Locomotiva, é a vez dos Mão Morta subirem ao palco do Sabotage Club nos próximos dias 27 e 28 de maio. Duas datas históricas em que os Mão Morta deixam os grandes palcos (e os artifícios de espetáculo a eles associados) para se apresentarem em formato nu e cru. Quase um “regresso ao underground” e à sua essência enquanto banda, depois de 30 anos a tocar nos maiores e mais importantes palcos do país.

 

As Reverence Underground Sessions continuam em junho e julho com duas novas sessões. No dia 7 de junho o Sabotage Club recebe Os Mutantes, banda de referência do rock psicadélico brasileiro. Conhecidos pela única e peculiar fusão de sons com diferentes influências rock, Os Mutantes lançaram o seu álbum mais recente em 2013, “Fool Metal Jack”, que conta com a participação de Gilberto Gil.

Sempre bem recebidos pelo público português que acompanha o percurso da banda há muito tempo, Os Mutantes nunca estiveram tão próximos do público como acontecerá no palco do Sabotage Club.

A noite continua com DJ A Boy Named Sue na cabine do espaço.

 

No dia 21 de julho as Reverence Underground Sessions são servidas em dose tripla: Spectral Haze, Sun Mammuth e Earth Drive. Uma noite que reúne três referências do estilo Psych/Doom e que recebe, em antecipação, duas das bandas que estão confirmadas para a edição de 2016 do Reverence Festival: Sun Mammuth e Earth Drive.

 

Reverence Underground Sessions #3 – 27 e 28 Maio

Mão Morta

 

Reverence Underground Sessions #4 – 7 Junho

Os Mutantes, after com Dj A Boy Named Sue

 

Reverence Underground Sessions #5 – 21 Julho

Spectral Haze – Sun Mammuth – Earth Drive

Barbie ganha evento nacional inédito e une gerações na Exponor...

A boneca mais icónica do mundo está de viagem e tem estadia marcada na Feira Internacional do Porto, durante três semanas. A missão é desta vez tudo menos secreta: vai envolver a pequenada e as famílias numa completa Barbie Experience.

Foto-Capa-Página.pngTu podes ser o que quiseres. Barbie” é o nome do evento que, na Exponor, abrirá infinitas possibilidades de diversão. Conhecidos estilistas e designers nacionais associaram-se à ocasião e estão a criar novos visuais para a personagem, a revelar no acontecimento. O mundo de fantasia arranca no Dia Mundial da Criança (1 de junho).

Está a ser um ano de muitas mudanças e novidades para a boneca mais famosa do globo. Depois de ganhar novas curvas e estaturas, diferentes tons de pele e outros rostos, o brinquedo que une gerações há 57 anos – e que surgiu há semanas nos cinemas com uma nova aventura - tem agora um evento nacional que pretende transportar famílias inteiras para uma inédita Barbie Experience.

A Organização, a cargo da KiKai Eventos, em parceria com a Mattel Portugal, chamou-lhe “Tu podes ser o que quiseres. Barbie”. E ela não só respondeu à chamada como transformará a Exponor na sua casa temporária, de 1 a 19 de junho.

 

“A Barbie sempre teve - e continua a ter - como objectivo inspirar a imaginação das crianças. Queremos reforçar esta mensagem para as meninas e mães de hoje. Vamos continuar a fazer sonhar gerações e dizer-lhes que podem ser o que quiserem, de Agente Secreta a Sereia, não há limites. Neste evento queremos passar esta magia”, fundamenta Sara Marçal, diretora de marketing da Mattel Portugal.

Ora, foi precisamente para “fazer justiça a este lastro de capacitação através da brincadeira”, que, diz José Manuel Costa, diretor da KiKai, foi idealizado um “acontecimento integrado e dinâmico», como se de um «tapete rolante de experiências se tratasse”, sempre com o colorido da Barbie em pano de fundo.

“O evento apelará mais às meninas, mas, em vários cenários criados, desafia o envolvimento de pais e meninos. Há diversão para todos”, sublinha o responsável da KiKai.

“Tu podes ser o que quiseres. Barbie” propõe, assim, uma montanha russa de atividades e um sem número de iniciativas e passatempos (todos gratuitos após a entrada), convidando as crianças a entrar nos mundos da Barbie Atleta, Agente Secreta, Dreamtopia, Profissões (Ginasta, Chef de Cozinha, Veterinária, Bombeira e Marinheira) e Fashionista.

 

Estilistas lusos vestem Barbie, Eugénio Campos cria jóias…

Este último módulo ocupará o interior da galeria circular da Exponor (a mais bonita) e, para além de receber uma mostra de Barbies vestidas por estilistas internacionais, exibirá também as propostas dos congéneres portugueses Katty Xiomara, Micaela Oliveira, Elsa Barreto, Júlio Torcato e da cooperativa Aliança Artesanal – Lenços de Namorados, que aceitaram o desafio da Organização do evento e criaram roupas à medida. O joalheiro Eugénio Campos associou-se igualmente à oportunidade e apresentará peças idealizadas especificamente para a boneca.

O espaço terá ainda a funcionar o aparato típico do ambiente dos desfiles de moda (com camarim e toucadores, nos bastidores, e palco), com o intuito de reproduzir - a quem se inscrever – mais uma experiência profissional.

Barbie faz recolha solidária de brinquedos

 

Animação não faltará, e por entre Cinema & Pipocas (com alguns dos últimos filmes da Barbie), ateliês de pintura, leitura e dança, karaoke, tablets, maquilhagem e pintura facial, e muitos jogos, haverá ainda tempo para a Organização promover uma angariação de brinquedos do Universo Barbie para crianças necessitadas da região (com o apoio de uma instituição de solidariedade social), convidando igualmente os visitantes a trazer bonecas, adereços e afins que já não usem.

 

Exponor  / Galerias do Pavilhão 6 (Matosinhos)

1 a 19 de junho de 2016  

14:00 às 21:00, de segunda a sexta-feira;

10:00 às 21:00, sábados, domingos e feriados

Rosa Montero no Porto de Encontro...

O “Porto de Encontro” do mês de maio é dedicado a Rosa Montero, um dos grandes nomes da literatura espanhola contemporânea. A 46.ª edição deste ciclo de conversas com escritores está marcada para 22 de maio, às 17.00h, e promete encher o Teatro do Campo Alegre com os leitores de obras como “A ridícula ideia de não voltar a ver-te”, “Lágrimas na chuva”, ou o mundialmente famoso “A louca da casa”.

img_4073-1.jpg

Lídia Jorge, que já protagonizou uma edição do “Porto de Encontro” (34.ª), é uma das convidadas desta sessão muito especial, sendo as habituais leituras asseguradas pelo escritor galego Carlos Quiroga.

No dia 16 de maio, a Porto Editora lança “O Peso do Coração”, o mais recente  romance de Rosa Montero e um dos seus livros mais realistas. Usando a ficção científica como género, «uma ferramenta poderosíssima para falar do mundo e das suas possibilidades», neste título encontram-se os temas fundamentais na obra da autora – a identidade, a memória, o dogmatismo e a morte – , num livro que é simultaneamente um thriller, uma distopia, uma história de amor e uma reflexão sobre o peso da vida e a criação literária.

 

Esta 46.ª edição do “Porto de Encontro” conta com o apoio da Câmara Municipal do Porto, do Jornal de Notícias, da Antena 1, das Livrarias Bertrand e da Arcádia

 

Teatro do Campo Alegre (Porto)

22 de Maio 2016 | 17.00h