Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Glam Magazine

Glam Magazine

Old Yellow Jack com novo single "Glimmer"

Dia 29 de Abril de 2016, os Old Yellow Jack editam o seu álbum de estreia. Ainda sem título definido, será lançado de forma independente, à semelhança de “Magnus”, EP editado no ano passado, e “Glimmer” é o seu primeiro single. O álbum é gravado de novo nos Blacksheep Studios em Sintra, desta vez com produção de Guilherme Gonçalves, e marca uma viragem no som da banda, deixando o psicadelismo de lado para explorar o indie rock americano de bandas como Pavement ou Real State, dando-lhe o seu cunho pessoal.

IMG_9434.jpgDR

 

Para além da opção de lançarem discos por si mesmos, aproveitaram o arrastado período de gravação do novo disco para criarem também a sua própria agência de bandas, a Colado, dando a mão a projectos emergentes como os Ganso e os Nooj.

O ano de 2015 ficou marcado por atuações em festivais como o Indie Music Fest ou o Vodafone Mexefest, programas de televisão como o 5 para a meia noite e algum reconhecimento de blogs e rádios internacionais. Para Abril e Maio deste ano podemos esperar uma digressão de apresentação do álbum, onde serão acompanhados pelas restantes bandas da família Colado

“Terreno Selvagem”…. No Teatro Viriato

Uma sala confortável, mobilada com bom gosto mas sem luxo. Ao fundo à direita, a porta que conduz ao hall. À esquerda, a porta que dá para o escritório. Entre as duas, um piano. No centro da parede, uma janela. Perto da janela, uma mesa redonda com uma poltrona e um sofá. A criança adormeceu no sofá. A mãe está lá dentro, o pai está lá fora. Nas paredes, gravuras e um cartaz de um filme.

23.pngDR

 

Em 2013, Raquel Castro e Pedro Gil estrearam Os Dias São Connosco, um espetáculo que tinha como ponto de partida os diários em vídeo que ambos tinham feito para a filha durante o primeiro ano da sua vida. Agora os dois propõem-se a criar um espetáculo com o escritor Miguel Castro Caldas onde a primeira infância, da qual não nos lembramos, é um dos pontos de partida. Continuamos à procura do sentido da vida desta vez numa casa de cartão onde dois atores brincam aos pais e às mães.

 

Cocriação: Miguel Castro Caldas, Pedro Gil e Raquel Castro

Texto: Miguel Castro Caldas

Interpretação: Pedro Gil e Raquel Castro

Espaço cénico: Pedro Silva

Desenho de luz: João Gambino

Som: Pedro Costa

Registo vídeo: Mariana Joana

Produção executiva: Francisca Rodrigues

Apoio à criação: Duarte Águas

Coprodução: Teatro Nacional D. Maria II, Teatro Viriato, Pedro Gil e Raquel Castro

Apoio: Teatro Nacional São João e Teatro Municipal do Porto - Rivoli

Residência artística: O Espaço do Tempo e Mala Voadora

 

Teatro Viriato (Viseu)

12 de Fevereiro 2016 | 21.30h

Buika de regresso a Portugal já este fim de semana

Em 2014, Buika foi uma das apostas da Uguru para a edição desse ano do Festival Misty Fest. A cantora esgotou os dois concertos previstos para a Casa da Música e o Centro Cultural de Belém. Em 2016, Buika regressa novamente a Portugal para apresentar “Vivir Sin Miedo”, o seu novo disco integrado na digressão com o mesmo nome.

2015_BUIKA _oficial.jpgDR

 

O seu novo registo, “Vivir Sin Miedo”, no qual Buika é responsável pela autoria de 9 das 10 canções que o compõem, surge como uma fusão de todas as experiências, sentimentos, lições, paixões e ritmos que a cantora incorporou no seu ADN criativo ao longo destes últimos anos.  Misturando estilos musicais tão distintos como o Reggae, Flamenco, R&B, Afrobeat e o Gospel, conta ainda com participações de Meshell Ndegeocello, Jason Mraz, bem como Potito, uma das lenda do flamenco pela mão do produtor Martin Terefe que já produziu nomes como Mary J. Blige, Mutya Buena e Coldplay.

Ao longo dos anos, Buika, atualmente a residir em Miami, trabalhou igualmente com alguns dos maiores DJs, cantores e músicos de todo o mundo e de várias áreas, incluindo Anoushka Shankar, Seal, Nelly Furtado, Pat Metheny, Chick Corea e NitinSawhney, entre muitos outros. Em 2011 foi convidada por Pedro Almodôvar para criar a banda sonora do filme "La Piel Que Habito". Buika brilha a cada palavra que canta, com alma e sentimento único.

"A esperança é para as pessoas que esperam, eu tenho fé. Eu não tenho medo, não tenho medo de mim mesma, das minhas coisas, do meu medo, de absolutamente nada do que é música", é assim que se define em relação à sua visão e aos seus sentimentos.

 

Buika foi ainda considerada pela National Public Radio (NPR Music) como uma das 50 melhores vocalistas de todos os tempos e ainda apelidada de "A voz da liberdade" pela mesma estação de rádio.

 

Coliseu (Porto)

12 de fevereiro 2016

 

Coliseu dos Recreios (Lisboa)

13 de fevereiro 2016

ÁTOA anunciam tour #viverÁTOA

"#viverÁTOA" é o espetáculo que os ÁTOA estreiam em 2016, nome inspirado na canção "Viver à Toa", que faz parte do álbum de estreia "Idade dos Inquietos", considerada pela banda o seu hino. A tournée já conta com mais de 30 datas confirmadas para 2016, e mais serão fechadas em breve.

GLAM - Atoa.jpg(c) 2015 Paulo Homem de Melo

 

Neste espectáculo vão ser ouvidas todas as canções que fazem parte do disco "Idade dos Inquietos", como os hits "Distância", "Falar a Dois" e "Pouco de Sol", alguns inéditos e também versões de canções que marcam a vida da banda. Em palco os ÁTOA terão a seguinte formação: Guilherme Alface na voz, guitarra elétrica e acústica, piano e ukelele; João Direitinho na guitarra acústica e elétrica, voz e harmónica; Rodrigo Liaça na bateria, voz e piano; Mário Monginho no baixo e guitarra acústica.

 

Descobertos pela Universal Music Portugal, após terem vencido um desafio da plataforma online Tradiio, os ÁTOA não param de conquistar o público desde que lançaram o primeiro single em Abril de 2015. "Distância" já foi visto perto de 1 milhão e 800 mil vezes no YouTube e foi durante semanas a música portuguesa mais procurada no Shazam. O single de estreia "Falar a Dois" conta com perto de 800.000 visualizações e faz parte da banda sonora da novela "Coração D’Ouro", enquanto "Pouco de Sol", o mais recente single, faz parte da banda sonora da novela "Poderosas".

 

Datas tournée "#viverÁTOA" 2016:

 

14 Fevereiro - Alcobaça - Jardim do Amor

5 Março - Monchique - Feira dos Enchidos

18 Março - Costa da Caparica - Caparica Primavera Surf Fest

22 Março - Espanha - Roquetas de Mar - WAY (viagem de finalistas)

1 Abril - Braga - Agro 2016

22 Abril - Oliveira de Azeméis - Semana Académica

24 Maio - Mira - Encontro Nacional de Enfermagem

16 Julho - Ponte da Barca - Barca Jovem

11 Agosto - Esposende - Festival da Juventude

13 Agosto - Ferrel

14 Agosto - Góis - Festas da Cidade

15 Agosto - Ourique - Festas da Cidade

27 Agosto - São Pedro do Corval

28 Agosto - Nevogilde - Lousada

3 Setembro - Leiria - Festas da Barosa

 

Mais datas a anunciar brevemente.

KAP - Apresentação do álbum de estreia "Do Nada Nasce Tudo"

O Copenhagen recebe a embaixada portuense da Biruta para uma noite ideal para perceber com que linhas se renova a tradição do hip-hop portuense.

kap.jpgKap, rapper de Gaia de 20 anos, vem apresentar o promissor "Do Nada Nasce Tudo", álbum emancipador que bebe fora do rap, em músicas tão ricas como a bossa nova, o suco sonoro.

Toda a expressão criativa de Kap remete para a solidão do processo em que compôs o álbum, tendo unicamente uma participação especial: o seu avô, que distante e ouvido ao longo do álbum por samples, representa a entidade moral do álbum.

Depois de um showcase no Vodafone Mexefest, esta é a primeira apresentação em Lisboa.

 

Copenhagen Bar (Lisboa)

12 de Fevereiro 2016 | 23.00h