Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Glam Magazine

Glam Magazine

Ciclo “Há Fado no Cais” 2016… no CCB

O ciclo “Há Fado no Cais” começou em finais de 2012 quando o Museu do Fado e o CCB imaginaram trazer a histórica canção de Lisboa para o espaço ímpar que é o Centro Cultural de Belém. Com o Fado vieram os sons tradicionais e os sons originais, as letras castiças e as filosóficas, os intérpretes que estão a principiar… e os que nunca nos vão deixar, os músicos, as histórias. De tudo isto se faz cada um destes concertos: noites encantadas que guardamos dentro de nós para sempre.

GLAM - Carolina.jpg(c) 2015 Paulo Homem de Melo

 

Em 2016 o Museu do Fado e o CCB vão apresentar no Grande Auditório: José Manuel Neto, Marco Rodrigues, Camané, Raquel Tavares, Helder Moutinho e Pedro Moutinho; e no pequeno auditório: Marco Oliveira, Carolina, António Vasco Moraes, Vânia Conde, Luís Guerreiro e Matilde Cid.

 

Para 2016 o CCB disponibiliza a Assinatura fado: na compra de 6 a 8 concertos – desconto de 20% e na compra de 9 ou mais - desconto de 30%.

 

Datas dos concertos agendados para 2016:

15 janeiro – Marco Oliveira

22 janeiro – José Manuel Neto

27 fevereiro – Carolina (na fotografia)

12 março – Marco Rodrigues

9 abril – Camané

28 abril – António Vasco Moraes

20 maio – Raquel Tavares

3 junho – Vânia Conde

10 setembro – Luis Guerreiro

8 outubro – Helder Moutinho

30 novembro – Pedro Moutinho

16 dezembro – Matilde Cid

“Futuro Eu” de David Fonseca em digressão 2016

O regresso de David Fonseca às edições discográficas no ano de 2015, é marcado pelo facto de "Futuro Eu" ser inteiramente composto em português, rompendo com a prática, desde a edição de "Silence Becomes It", o primeiro disco dos Silence 4 que constituiu a descoberta de David Fonseca enquanto cantautor.

GLAM - David Fonseca (4).jpg(c) 2015 Paulo Homem de Melo

 

Para além do sucesso comercial que "Futuro Eu" despertou na semana de lançamento, também a adesão aos concertos de apresentação revelaram o entusiasmo que fãs e público em geral têm pelas novas canções, esgotando o Centro Cultural de Belém e a Casa da Música nos dias 30 e 31 de Outubro de 2015, respectivamente, bem como pelos mais diversos auditórios que o cantor passou ao longo dos últimos 2 meses de 2015.

Em 2016 está de regresso com novos concertos...

 

23 Janeiro - Auditório Municipal (Lousada)

30 Janeiro - Casa das Artes (Famalicão)

 

12 Fevereiro - Casa das Artes (Arcos de Valdevez)

13 Fevereiro - Centro Cultural (Caldas da Rainha)

 

12 Março - Cine-Teatro Caracas (Oliveira de Azemeis)

19 Março - Teatro Municipal (Guarda)

24 Março - Auditório Municpal (Olhão)

 

2 Abril - Teatro Virginia (Torres Novas)

12 Abril - Teatro Micaelense (São Miguel / Açores)

 

 

 

 


 


 

Rihanna apresenta digressão para 2016 com Travi$ Scott, Big Sean e The Weeknd

A poucos dias de lançar o seu novo album “Anti”, previsto por muitos para a primeira semana de Janeiro de 2016, Rihanna anuncia a sua digressão “Anti world tour” que arranca oficialmente no dia 26 de Fevereiro de 2016 em San Diego. Desde Novembro, a cantora norte-americana tem revelado “peças” (ANTIdiaRy) do seu álbum num total de 8, altura que o disco será lançado.

Rihanna.jpg(Rihanna press release / direitos reservados)

 

A digressão de Rihanna contempla 40 datas distribuidas numa primeira fase na America do norte e a partir de 11 de Junho a digressão chega à Europa, sem qualquer data definida para Portugal. A digressão “Anti world tour”, produzida pela Live Nation, tem o apoio da Samsung como parceiro tecnológico da mesma.

Os concertos agendados para a Europa a partir de 11 de Junho contam com a participação de Big Sean e The Weeknd, enquanto que nos concertos nos Estados Unidos o alinhamento conta com a presença de Travi$ Scott.

Os bilhetes para a digressão foram colocados à venda no site www.livenation.com no passado dia 3 de Dezembro.

 

Datas da “Anti world tour”

26/02 - San Diego, CA - Viejas Arena

28/02 - San Jose, CA - SAP Center

01/03 - Phoenix, AZ - Talking Stick Resort Arena

04/03 - Austin, TX - Frank Erwin Center

05/03 - Houston, TX - Toyota Center

06/03 - Dallas, TX - American Airlines Center

08/03 - New Orleans, LA - Smoothie King Center

09/03 - Atlanta, GA - Philips Arena

12/03 - Jacksonville - Jacksonville Arena

13/03 - Tampa, FL - Amalie Arena

15/03 - Miami, FL - American Airlines Arena

18/03 - Nashville, TN - Bridgestone Arena

19/03 - Cincinnati, OH - U.S. Bank Arena

20/03 - Charlotte, NC - The Time Warner Cable Arena

22/03 - Washington, DC - Verizon Center

23/03 - Buffalo, NY - First Niagara Center

24/03 - Auburn Hills, MI - Palace of Auburn Hills

26/03 - Hartford, CT - XL Center

27/03 - Brooklyn, NY - Barclays Center

02/04 - Newark, NJ - Prudential Center

03/04 - Philadelphia, PA -Wells Fargo

05/04 - Quebec City, QC - Centre Videotron

06/04 - Montreal, QC - Bell Centre

09/04 - Baltimore, MD - Royal Farms Arena

10/04 - Boston, MA - TD Garden

13/04 - Toronto, ON - Air Canada Center

15/04 - Chicago, IL - United Center

18/04 - Winnipeg, MS - MTS Centre

20/04 - Edmonton, AB - Rexall Place

21/04 - Calgary, AB - Scotiabank Saddledome

23/04 - Vancouver, BC - Rogers Arena

24/04 - Seattle, WA - Key Arena

27/04 - Salt Lake City, UT - Vivint Smart Home Arena

29/04 - Las Vegas, NV - Mandalay Bay

03/05 - Los Angeles, CA - Forum

07/05 - Oakland, CA -Oracle Arena

 

Europa:

11/06 – Holanda - Amsterdam - Amsterdam Arena

14/06 – Inglaterra - Coventry - Ricoh Arena

16/06 – Inglaterra - Cardiff - Cardiff Stadium

18/06 – Inglaterra - Sunderland - Stadium Of Light

21/06 – Irlanda - Dublin - Aviva Stadium

24/06 – Inglaterra - London - Wembley Stadium

27/06 – Escócia - Glasgow - Hampden Park

29/06 – Inglaterra - Manchester - Emirates Old Park

04/07 – Suecia - Stockholm - Tele2 Arena

07/07 – Dinamarca - Copenhagen - Refshale Island

07/07 – Alemanha - Hamburg - Volkspark Stadion

13/07 – Italia - Milan - San Siro

15/07 – França - Nice - Allianz Stadium

17/07 – Alemanha - Frankfurt - Commerzbank Arena

19/07 – França - Lyon - Grande Stade

23/07 – França - Lille - Stade Lille

26/07 – Republica Checa - Prague - Synotip Arena

28/07 – Alemanha - Cologne - Rhein Energie Stadio

30/07 – França - Paris - Stade de France

02/08 – Alemanha - Berlin - Olympiastadion

05/08 – Polonia - Warsaw - PGE Narodowy

07/08 – Alemanha - Munich - Olympiastadion

10/08 – Austria - Vienna - Ernst Happel Stadium

12/08 – Suiça - Zurich - Letzigrund Stadion

Dani Black traz “Dilúvio” a Portugal

O Brasil é esse universo imenso preenchido de muitas galáxias e corpos celestes que brilham com uma intensidade tal que não há como não reprar neles, mesmo a olho nu.

Dani Black é um desses astros que agora entra na órbita de Portugal com uma digressão que o vai levar a várias salas importantes: São Luiz em Lisboa (27 Jan), Auditório Municipal de Sines (29 Jan), Casa do Povo de Santo Estevão de Tavira (30 Jan), Casa da Música, Porto (1 Fev), Salão Brazil, Coimbra (2 Fev) e Espaço Cultural Pedro Remy, Braga (3 Fev).

dani.jpgNa bagagem, Dani Black trará o celebrado “Dilúvio”, segundo registo de uma carreira que parece curta, mas já é imensa. Na sua história pessoal, Dani regista cumplicidades com Zélia Duncas e Chico César, que foi um dos seus primeiros apoiantes, e regista escrita de canções para outros corpos celestes cintilantes como Elba Ramalho, Maria Gadú e Ney Matogrosso.

Dani estreou-se em nome próprio em 2011 com o singelamente titulado “Dani Black”, álbum em que cantava criações próprias e em que dava voz a “Comer na Mão” de Chico César. Antes de “Dilúvio”, lançado já no Verão de 2015, Dani ainda lançou um ep com gravações ao vivo, exactamente porque o palco é uma das suas principais plataformas de afirmação: guitarrista de excepção, Dani Black é um performer tão insenso como as suas canções, entregando-se de corpo e alma sem rede, facto que lhe tem valido os mais rasgados elogios no Brasil e não só.

Depois veio “Dilúvio”, álbum em que conta com Milton Nascimento como convidado (no extraordinário “Maior”), onde se ouve Renato Neto, teclista que tocou com Prince durante mais de uma década, e que conta com a produção de Conrado Goys. Entre baladas de uma beleza imensa, embaladas em cordas e melodias refinadas, e temas que buscam no rock, no funk e no reggae as suas coordenadas maiores, “Dilúvio” revela Dani Black como intérprete e compositor de excepção, um artista de corpo inteiro que escreve de forma divina: “E quando acender a minha chama / Todos os sins vendo os nãos em apuros / Eu quero é morrer num beijo puro / De línguas e sais”, canta ele no tema que dá título ao novo álbum.

E que disco é este que agora Portugal se prepara para descobrir em palco? É Dani quem responde: “É um dilúvio de ideias, de mensagens, de sensualidade muitas vezes. É um disco espontâneo. Por mais que tenha sido feito minuciosamente, a parte orgânica, que sou eu, é muito espontânea.”

Um disco de verdades, portanto. O que condiz com o autor: honesto, brilhante. E agora é a nossa vez de o aplaudir..

 

27 Janeiro 2016 - Teatro São Luiz (Lisboa)

29 Janeiro 2016 - Auditório Municipal de Sines

30 Janeiro 2016 - Casa do Povo de Santo Estevão de Tavira,

1 Fevereiro 2016 - Casa da Música (Porto)

2 Fevereiro 2016 - Salão Brazil (Coimbra)

3 Fevereiro 2016 - Espaço Cultural Pedro Remy (Braga).

Joan Shelley em exclusivo no Auditório de Espinho

Joan Shelley é uma das mais elogiadas e respeitadas vozes da música folk norte-americana da actualidade. Nos últimos anos, os seus álbuns têm sido recebidos pela imprensa especializada com grande aclamação.joan shelley.jpgDR

 

O seu último disco, “Over And Even”, editado com o selo da No Quarter, foi considerado um dos melhores de 2015 pela prestigiada NPR (rede de rádio pública dos Estados Unidos), e é apenas mais uma etapa no crescimento de uma das grandes escritoras de canções dos nossos tempos.

Joan Shelley apresenta-se em Espinho em dupla com o guitarrista Nathan Salsburg, naquela que é a sua única data em Portugal.

 

Auditório de Espinho

27 Fevereiro 2016 | 21.30h

A passagem de ano 2015 /16 celebra-se em boa... Kumpania Algazarra...

A passagem de ano 2015 /16 celebra-se em boa Kumpania Algazarra... no Santiago Alquimista…

Venha ao encontro através das místicas ruas desta nossa Lisboa. Deixe-se abraçar pelas muralhas do Castelo de São Jorge e sinta o calor nestas ruas estreitas que afunilam para o Santiago Alquimista e termine o ano de 2015 da melhor forma.

000.jpgPara que não se preocupe com nada existirá boa comida com um menu Alquimista de aperitivos e um buffet volante com espetadinhas no churrasco feitas no forno da antiga fundição onde está construída a Sala Hamlet do Santiago Alquimista.

Para quem vier comer existe bar aberto (cerveja e vinho, moscatel, porto, vermute) até às 12 badaladas, bonita companhia muita dança e o countdown com a banda.

Há quem diga que no ano novo deve-se entrar com o pé direito, mas no Santiago Alquimista entra-se com os dois pés e aos pulos. Venha 2016!

 

Santiago Alquimista (Lisboa)

31 de Dezembro 2015 | 22.00h