Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Glam Magazine

Glam Magazine

Queen + Adam Lambert no Rock in Rio 2016

Os Queen com Adam Lambert acabam de ser anunciados cabeças de cartaz para a edição de 2016 do Rock in Rio. O concerto dos Queen esta agendado para o dia 20 de Maio de 2016, dia de abertura da edição do próximo ano.queen 2.jpgÈ o regresso de Adam Lambert com os Queen ao Rock in Rio depois da participação da edição de 1986 no Rio de Janeiro. No ano em que comemora 30 anos o Rock in Rio recebe assim uma das bandas mais carismáticas da história da música, os Queen. A última vez que os Queen passarem em Portugal foi em 2005 com Paul Rodgers no “lugar” de Freddie Mercury. A pré venda dos bilhetes inicia-se a 20 de Novembro.

Rock in Rio - Lisboa

20 de Maio de 2015

 

Fotografia: Glam Magazine

Tom Brosseau… o contador de histórias

Tom Brosseau o homem que antes de se apresentar como músico é um contador de histórias. O concerto terá lugar na Casa Independente no dia 11 de Novembro, pelas 21:30.000.jpgO músico norte americano vem a Lisboa apresentar o seu novo álbum “Perfect Abandon”, contando com as já habituais referências folk, marcadamente americanas, podendo dizer-se até que tem uns ligeiros aromas de Country. O seu percurso de colaborações extenso – Sean Watkins, John C Reilly, Hilary Han - revelam não só a sua importância como a sua influência neste género que cada vez tem vindo a ganhar mais destaque. O minimalismo é a evidência e o desafio é desvendar os mistérios presentes num álbum gravado com um único microfone (Perfect Abandon) ou numa música que utiliza apenas duas cordas de uma guitarra (Cradle your device). Um pouco como os filmes da Disney - através de uma aventura demonstra-se os principais dilemas da vida - também aqui podemos ver problemas sociológicos ou existenciais numa ida ao supermercado, ou numa relação amorosa.

 

O segredo é deixar-se ir nas narrativas e na forma como se nos apresentam, por trás de um simples homem, que com uma simples guitarra e a sua simples voz nos poderá levar para fora deste mundo.

 

Casa Independente (Lisboa)

11 novembro 2015 | 21.30h

Electric Man + O Manipulador juntos... no Porto

Electric Man é Tito Pires, fundador, vocalista e guitarrista dos Gessicatrip, e é também o nome do seu álbum de estreia, composto e tocado integralmente por si, fazendo jus à expressão one man band. Entre batidas electrónicas, guitarras em loop num jogo criativo de efeitos, sintetizador, devaneios de theremin e voz, nasce um “electro rock”, em muitos momentos dançável. A forma mantém-se livre e sem regras, resultando num som com identidade.

88.jpgO Manipulador é Manuel Molarinho, baixista e compositor de várias bandas. Em 2010 decidiu fazer uma one man band, a que deu o nome de O Manipulador, com o objectivo de experimentar sonoridades novas; explorar caminhos que não percorre habitualmente; reinventar músicas de bandas de que fez ou faz parte. E montar um projecto que possa ser tão longo quanto a sua existência. Tem algumas regras de base. Não usa computador ao vivo. Só baixo, pedais, uma loop station e voz. “Boxing” e “Chess” são os títulos dos álbuns que editou desde então.

 

Plano B (Porto)

20 de Novembro 2015 | 23.00h

“Para Sempre” é o nome do novo álbum de Dengaz

“Para Sempre” é o nome do novo álbum de Dengaz. O artista português lança o seu 3º disco de originais no dia 20 de Novembro. Produzido pelo português Twins, “Para Sempre” é um disco moderno e fiel à sonoridade rap/hip hop dos dias de hoje.

DENGAZ - Para Sempre Cover.jpgCarregado de identidade e estética muito própria, Dengaz aborda temas muito pessoais ou próximos, como é exemplo disso o single de estreia “Dizer Que Não”, um tema que expressa a dificuldade que hoje em dia um pai de família tem em conciliar o trabalho com o dia-a-dia familiar. O disco “Para Sempre” já se encontra em pré-venda no site e nas lojas Fnac com uma acção única e exclusiva em Portugal. O artista está a lançar uma campanha #PartilhaParaSempre em que a pessoa que comprar a edição especial e limitada do disco, recebe outro igual para oferecer a um amigo.

 

O single “Dizer Que Não” já se encontra a tocar nas rádios nacionais e em menos de duas semanas o vídeoclip deste single já atingiu mais de 570 000 visualizações.

The Gift celebram 20 anos de carreira com edição de luxo, um livro de Nuno Galopim e o álbum duplo "20"

Os The Gift, a banda de Sónia Tavares, Nuno Gonçalves, John Gonçalves e Miguel Ribeiro, completaram 20 anos de carreira. Para celebrar a ocasião da melhor forma, reuniram numa só edição 20 anos de histórias para ver e ouvir. Arquivos raros, imagens inéditas, canções não editadas e os melhores concertos que assinalaram estes 20 anos da banda. A caixa “The Gift 20” é uma edição especial e limitada, disponível a partir de 20 de novembro, que contém um livro da autoria de Nuno Galopim no qual se conta toda a história do grupo em nome próprio, incluindo dezenas de depoimentos de pessoas que estiveram sempre por perto quer na gravação, quer na promoção ou nas digressões da banda. Contém, também, quatro discos onde se inclui o novo álbum duplo "20" - com o novo hit single “Clássico” - o espetáculo ao vivo no Coliseu do Porto aquando da tour Primavera / Explode em 2012 e um disco com raridades e versões que a banda recuperou para esta edição.

000.jpgAlém do livro e dos discos aparecem nesta edição especial, quatro DVD com vários concertos míticos como o Digital Atmosphere no Pequeno Auditório do CCB em 1997, a Aula Magna e Coliseu de Lisboa na Vinyl Tour de 1999, vários espetáculos em Alcobaça, cidade Natal da banda, como os históricos concertos no Mosteiro de Alcobaça na Film Tour de 2001 e o mais recente de 2014, todos os vídeoclips do grupo, vários especiais como o Storytellers de 2001, um concerto para a MTV gravado em Milão no ano 2003, o documentário realizado em 2000 sobre a Vinyl Tour, alguns making of de épocas diferentes, entrevistas recentes dos quatro elementos onde se explica cada um dos vários momentos da carreira da banda com o título "The Gift contados pelos Gift", entre muitas outras surpresas, que fazem de THE GIFT 20 o maior e mais importante documento da história da banda.

 

Apesar de também fazerem parte desta edição de luxo com PVP 59,99€, o livro de Nuno Galopim e o álbum duplo "20" encontram-se à venda individualmente com distribuição nacional. O novo "20" é um álbum duplo com 24 canções que assinalam os grandes momentos da banda como os singles mais conhecidos do grande público, alguns dos temas mais emblemáticos dos The Gift para os fãs e ainda 3 temas novos gravados propositadamente para esta edição, com destaque para o mais recente single “Clássico“

010.pngOuvir estes dois discos com temas totalmente remasterizados é percorrer a história dos The Gift havendo, também espaço para a descoberta de três canções inéditas - duas em português e uma em inglês - que provam o bom momento que a banda atravessa, apresentando-se mais viva que nunca.

 

Foram ao todo 70 entrevistas, mais as que envolveram os quatro elementos dos The Gift, criando todas estas vozes um “coro” que, pelas suas próprias experiências, memórias e opiniões, contam uma história. As conversas foram conduzidas entre junho e outubro de 2015, todas elas traduzindo assim uma visão do presente sobre os vinte anos que se revisitam. As várias histórias e vivências relatadas foram depois sequenciadas cronologicamente, contando, de fio a pavio, a história dos The Gift. Assim se evocam vinte anos de uma história que é em tudo invulgar entre nós. Que tem a música como ponto de partida, numa obra que nunca se repetiu e fez sempre questão de, a cada disco, a cada digressão, procurar fazer diferente e desafiar até mesmo hábitos instituídos. Aqui entra depois em cena uma forma de agir igualmente motivadora e entusiasmada, que soube vencer barreiras e dificuldades, partindo de Alcobaça para, primeiro, chegar a todo o país, procurando depois levar esta música mais longe, tocando em vários pontos do mundo, mas com estratégias até agora sobretudo focadas em Espanha, no Brasil e nos Estados Unidos. Todas essas histórias, passam por um livro que faz ainda o retrato do que é um dia na estrada (contado nas palavras da equipa que trabalha com a banda). O prefácio é de João Lopes e o livro “The Gift 20” contém fotos inéditas de Rita Carmo, podendo ser adquirido individualmente.

Astrodome acabam de lançar disco de estreia

Formados em 2014, os Astrodome consideram-se uma banda de Heavy Psych que se revê nas longas viagens musicais e na capacidade de contar uma história através de música puramente instrumental.

a1601524202_10.jpgA banda é formada por Pedro e Zé nas guitarras, Mike no baixo e Bruno na bateria. O quarteto, original do Porto oferece uma viagem a quem se quiser perder no espaço sideral através de uma bateria cavalgante, um baixo poderoso e duas guitarras carregadas de echo e fuzz, e que encaram cada música como um conto épico.  Este ano, depois de passagens por festivais como Sonic Blast Moledo ou Indie Music Fest e aberturas para bandas como The Atomic Bitchwax, lançaram a 8 de Novembro, o seu álbum homónimo de estreia que conta com os 3 temas da demo lançada em 2014, regravados, e 3 novos temas, com riffs groovescos e dançáveis, melodias cruas e destruidoras. O disco é editado em formato digital e cassete, numa edição limitada de 100 unidades pela YAYAYEAH

O Britânico Roger Green expõe as suas obras em Ponte de Lima - Torre da Cadeia Velha

Está patente ao público na Torre da Cadeia Velha, em Ponte de Lima, até 26 de Novembro, a exposição de pintura da autoria de Roger Green. De nacionalidade inglesa, o artista e jornalista vive e trabalha em Portugal desde 1982.

IMG_6359 (Small).JPGA sua pintura abstracta não procura imitar mas sim expressar sensações vividas através da cor, luz, cultura, história e paisagem de Portugal. Durante este período da sua vida realizou várias Exposições na Europa, incluindo na Embaixada Britânica em Lisboa, em 1997 e na Galeria Am Stubentor, em Viena – Áustria, em 2005. Também representou o Reino Unido na Exposição colectiva “Europa 24” promovida pelo Consulado Europeu, no Nordico Stadtmuseum, em Linz – Áustria, em 1998.IMG_6370 (Small).JPGNascido em 1939, estudou Belas Artes e História da Arte na Universidade de Reading – Inglaterra, de 1968 a 1973, onde foi influenciado pelo seu tutor, Terry Frost. A partir daí combinou as suas atividades artísticas com o jornalismo.

IMG_6368 (Small).JPGComo jornalista freelancer em Portugal, de 1982 a 2011, escreveu sobre arte, arquitectura, turismo, estilos de vida, incluindo entrevistas a personalidades no Triângulo Dourado do Algarve, como Claudia Schiffer, John McEnroe, Colin Montgomerie, Ayrton Senna e John Aldridge. Entrevistas a artistas portugueses de renome como João Cutileiro e Paula Rego foram publicadas em revistas de Portugal.

IMG_6378 (Small).JPGFoi vencedor de um prémio nacional atribuído pelo Turismo de Portugal, na área da conservação da vida selvagem, com o artigo “Where Eagles Dare”, publicado na Unique Magazine.

“Cool Dog”… Um guia completo para quem tem ou quer ter um cão

Com um prefácio escrito pelo ator Ruy de Carvalho e por Paula Carvalho, este livro, dividido em 10 capítulos, vai certamente prolongar a esperança média de vida do seu melhor amigo, ajudando-o a manter-se informado sobre todos os aspetos relevantes para que o seu cão possa crescer e viver de uma forma saudável, em plena harmonia e felicidade. Um guia atual e completo que pretende alertar para o facto de a relação que mantemos com os nossos “melhores amigos” ir para além de festas e carinhos, como referem as autoras ao longo deste livro… “Mas o amor aos animais é muito mais que isso. Quando nascem, apesar dos cuidados da mãe, eles precisam de cuidados especiais, de uma atenção redobrada ao meio que os rodeia. Será sempre necessária uma presença, quase permanente, na sua educação”.

9789897413827_cool_dog_dicas_e_conselhos.jpg

 

 

Escrito a pensar em todos os que se dedicam, de uma forma genuína e preocupada, aos seus amigos de quatro patas, este livro vai levá-lo a compreender melhor todas as etapas do seu cão, desde a alimentação, à medicina preventiva, ao guia de primeiro-socorros, assim como algumas curiosidades e perigos que o podem afetar ou ainda questões do dia-a-dia – “Eles têm fragilidades que lhes podem afetar a parte física, mas existe sempre a esperança da cura, a força do saber e a vontade de amparar quem acredita na possibilidade de se amar profundamente os nossos companheiros de quatro patas”. “Cool Dog” tem ainda um papel de responsabilidade social, uma vez que, por cada exemplar vendido, 1€ reverte para a Associação Beira Aguieira de Apoio ao Deficiente Visual, uma Instituição Particular de Solidariedade Social, que tem por objetivo promover por todos os meios ao seu alcance, em cooperação com entidades públicas e privadas, o apoio e a integração social, cultural e profissional do deficiente visual e que tem como principal resposta social a Educação de Cães-guia para Cegos.

Sobre as autoras:

Sónia Miranda é médica veterinária desde 1998, exercendo desde então clínica de animais de companhia. Diretora clínica do Hospital Veterinário do Baixo Vouga (HVBV), é responsável pela cirurgia de tecidos moles, ecografia e endoscopia, que exerce também na Policlínica Veterinária de Aveiro e no Hospital Veterinário Universitário de Coimbra (HVUC). Doutoranda em ciências veterinárias na Universidade de Trás os Montes e Alto Douro (UTAD), na área da reprodução animal. Foi docente convidada da Escola Universitária Vasco da Gama (EUVG) nas unidades curriculares de Reprodução Animal e Biotecnologias Reprodutivas. Mãe da Maria, da Margarida e do Manel, e dona da Goya, uma cadela Golden Retriever.

 

Inês Fonseca, licenciada em Medicina Veterinária pela Universidade de Trás os Montes e Alto Douro (UTAD), iniciou a sua atividade profissional como médica veterinária em 2005 no grupo Hospital Veterinário Baixo Vouga, em clínica de animais de companhia, onde se dedicou sobretudo às áreas de medicina interna, diagnóstico por imagem e cardiologia. Integrou, em outubro de 2014, a equipa do Hospital Veterinário Universitário de Coimbra e, mais recentemente, do Centro Veterinário de Berna, em Lisboa. É membro da SPCAV (Sociedade Portuguesa de Cardiologia Veterinária). Participou em cursos de formação nas diversas áreas de medicina de animais de companhia e participou como oradora em ações de formação nacionais.

 

João Pedro Pais…. Novo álbum “Identidade” editado a 20 de Novembro

A música de João Pedro Pais é distintiva, tem uma identidade. E esta é a impressão digital que o músico deixa em cada um dos que são expostos ao seu trabalho. É o que o aproxima das pessoas.

Produzido por Luís Jardim, misturado por Alan Winstanley, gravado entre o Livingstone Studio em Londres, e misturado no Atlantic Blue Studio em Lisboa (Paço de Arcos), “Identidade” de João Pedro Pais conta também com a participação de grandes músicos da cena internacional e nacional, como: Keith Scott (Bryan Adams) nas guitarras, Ian Thomas na bateria (Seal, Sting, Eric Clapton, entre outros), Luis Jardim no baixo, Rui Almeida no hammond e teclas, e o Quarteto de Cordas Atlântico.

Capa_Identidade_Joao Pedro Pais.jpg“Passo a Passo” é o cartão-de-visita de “Identidade”. Mas também há “Norte”, “Algumas Mulheres”, “Enquanto Houver”, “Uns e Outros” e outros, muitos outros que dão sentido e que representam a essência de João Pedro Pais. São eles a sua “Identidade”.

The Legendary Tigerman regressa este Natal à Galeria ZDB

E na noite de Natal, o Rock n´Roll volta a descer à Terra para aquecer o coração aos solitários. Com as ruas vazias e os espíritos dominados por sentimentos confusos (alívio, paz, depressão, melancolia, tédio), não há nada como o estrépito do som das guitarras e a ameaça de uma voz tecida nas imagens da América profunda. Música fantasiosa para libertar da fantasia.1447063918.jpgO anfitrião voltar a ser The Legendary Tigerman, sempre a solo, sempre acompanhado de instrumentos e canções. É um caso raro, este. Um homem convidar os outros, com a sua música, sem alaridos, apenas com a convicção serena de que ela bastará para o sucesso do chamamento. Ora, no repertório do homem-tigre não faltam canções que têm, exactamente, a capacidade de congregar os outros à sua volta. Por exemplo, “Do Come Home” ou “Life Aint Enough For You”. E o mais importante, sobretudo nesta noite, não se impõem a quem as ouve. Deixam-se estar ou acomodam-se às emoções de quem chega. Não se pense que curam, que são uma espécie de lenitivos. The Legendary Tigerman não traz uma mensagem de harmonia ou de paz. Não faltará turbulência e agitação nesta noite. O rock and roll foi feito para amar, sim, mas também para dançar. O que se pode fazer ao som de Bad Luck Rhythm N´Blues Machine senão dançar? Uma comunhão libertadora para os dias seguintes. Assim será este concerto onde todos serão meninos e rei magos.

 

Cartaz: Francisco Ferreira

 

Galeria Zé dos Bois (Lisboa)

25 de Dezembro 2015 | 23.00h

Youthless ao vivo na primeira parte de Unknown Mortal Orchestra

O blog de música inglês The Line of Best Fit estreia esta semana a nível internacional a música “Attention”, a segunda música dada a conhecer do primeiro longa duração dos Youthless, “This Glorious No Age”, que irá ser editado no início de 2016, em Portugal pela NOS Discos e em Inglaterra pela Club.The.Mammoth/ Kartel Music Group.

SexyVersion2_cropped 150.jpgO novo disco é um álbum conceptual, característica da identidade da banda presente em todos os trabalhos discográficos, tal como aconteceu no anterior EP “Telemachy” que partiu dos 4 primeiros poemas de Odisseia para a sua composição. O disco foi misturado por Justin Garrish (Vampire Weekend, The Strokes, Weezer) e gravado por Chris Common, Pedro Cruz e a própria banda em vários estúdios caseiros e sótãos entre Lisboa, Sintra e Cascais. Conta com a participação de Francisco Ferreira (Capitão Fausto, Bispo), João Pereira (Riding Pânico, LaMa), Chris Common (These Arms are Snakes, Le Butcherettes), Francisca Cortesão (Minta and the Brook Trout) e Duarte Ornelas.

 

Ainda ao longo deste mês de Novembro, a música “Attention” estará disponível no iTunes e será lançado o respectivo vídeo realizado por Marco Espírito Santo. Os Youthless, acompanhados por Francisco Ferreira nos teclados, irão apresentar algumas das novas músicas de "This Glorious No Age" neste mês de Novembro nos dois concertos de abertura para Unknown Mortal Orchestra no Ármazem F em Lisboa e no Hard Club no Porto, no concerto de abertura da banda australiana Sticky Fingers no The Forum em Londres e ainda no Black Bass Évora Festival que inclui no seu cartaz nomes como Riding Pânico e Modernos, entre tantas outras bandas, para além dos concertos secretos que planeiam dar pelo país até ao lançamento do novo disco.

Independent Music Hub Lisbon - Encontro de música independente ibérica encerra com três concertos no Popular Avalade

A AMAEI é a Associação Fonográfica que reúne os Produtores Fonográficos Independentes em Portugal e defende os interesses dos artistas auto-editados e das editoras independentes, bem como procura organizar, apoiar, reforçar e promover todo o setor da música independente nacional. No próximo dia 20 novembro recebe, em Lisboa, uma delegação da sua congénere espanhola UFI (Unión Fonográfica Independiente) de forma a apresentar o 'Independent Music Hubs', uma plataforma que visa incentivar o licensing cross-border de fonogramas de artistas Ibéricos.

Pablo Zapata8.jpgO dia começa com sessões de networking profissional no CIM (Centro de Inovação da Mouraria) com representantes e membros AMAEI e UFI. O objectivo deste encontro é estabelecer um diálogo entre ambos os territórios, trocar conhecimentos e estreitar acordos comerciais que incentivem a edição e licensiamento de fonogramas para artistas independentes. A partir das 22.30h, o evento continua com uma festa no Popular Alvalade, aberta ao público e de entrada gratuita, com concertos de três projetos espanhóis associados da UFI: Joe Crepúsculo, Tigres Leones e Bel Bee Bee.  Pretende-se que este evento seja um encontro entre artistas e profissionais da indústria da música, promovendo o intercâmbio, assim como uma oportunidade para o público português de conhecer três projetos musicais de qualidade espanhóis.

 

Joe Crepúsculo

Um dos músicos espanhóis mais criativos, com um estilo peculiar com influências kumbia, bakalao, pop e rumba bem presentes no seu sétimo álbum "Nuevos Ministerios" (El Volcán).Tem sido considerado um verdadeiro tesouro musical pela qualidade da gravação e arranjos musicais requintados.

 Tanto o disco como o espetáculo ao vivo representam uma verdadeira viagem pelo imaginário do artista e transportam os ouvintes para uma paisagem impregnada da mesma alegria e calor que está na música.

Tigres_Leones.jpgTigres Leones

O grupo madrileno apresentará “La Catastrofía” (Sonido Muchacho), o seu segundo trabalho após o sucesso de "Mucho Spirito". A sua sonoridade representa uma mistura de pop rock psicadélico com toques de pop dos anos setenta. Com início em 2012 têm sido sempre um grupo diferente: inclassificável, capaz de misturar pop, rock e composições psicadélicas, apoiado em letras irreverentes que misturam a realidade surrealista existente no imaginário dos elementos Javier Marzal e Luismi Perez. “La Catastrofía” é o segundo álbum, e a quarta vez em estúdio.

Neste trabalho encontram-se colaborações de La Bien Querida, Javier Molina da Juventude Juché e Albert Espuña da Gudar

_mg_9026.jpgBel Bee Bee

Esta artista viaja das Canárias para Lisboa para apresentar o seu primeiro álbum “Still Unstirred” (Machaculana Society), depois de participar de vários festivais em toda a Espanha e no ciclo de GPS.

O álbum "Still unstirred" foi lançado em maio de 2014, produzido por Suso Saiz & Emilio Saiz, gravado nos Reno Studio. Belém Doreste Alvarez (Bel Bee Bee) começou a dar os primeiros passos na área da música aos 10 anos e com este projeto começa um novo momento na sua carreira com a intenção de expandir horizontes e espalhar a sua música, que é cada vez mais sólida, compacta, e acima de tudo, versátil

 

Popular Alvalade (Lisboa)

20 novembro 2015 | 22.30h