Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Glam Magazine

Glam Magazine

VODAFONE Mexefest… Apresentação e cartaz completo

Foi hoje apresentado a edição de 2015 do Vodafone Mexefest. A apresentação, que decorreu num dos espaços que servirá de “casa” do Festival, Cinema São Jorge, esteve a cargo de Luis Montez da Musica no Coração, Leonor Dias da Vodafone e de Vanessa, da Música no Coração, responsável pelo Booking da edição de 2015. Experiências únicas, novas descobertas, de Música e também de espaços da cidade, movimento e alegria, são alguns dos ingredientes que, ano após ano, fazem do Vodafone Mexefest uma experiência musical única como Luis Montez fez questão de sublinahr na apresentação.

DSC_0830 (Cópia).jpgEm termos de cartaz, o mesmo está finalmente completo e apresentado, existindo este ano a possibilidade de os roteiros para os dias 27 e 28 de novembro já serem construídos pelo público através da app do Festival.  Igualmente já disponíveis estão também os horários e as salas, com destaque para as novidades: o Tanque, a Sala 3 do Cinema São Jorge e o regresso tão desejado do Teatro Tivoli BBVA.

Novidade na edição de 2015 é o Vodafone Blackout Room, na sala 3 do Cinema São Jorge, uma experiência sensorial que promete surpreender todos aqueles que entrarem nestes espetáculos especiais

Imagem 2.pngO cartaz fica completo com as últimas confirmações: Beautify Junkyards, Best Youth, Cave Story, Ciência Rítmica Avançada (curadoria por Rui Miguel Abreu): Bison & Squareffekt, Roger Plexico, Nerve e Dj Firmeza, Coletivo Bomba de Oxigénio: Tiago Santos, Carlos Cardoso, Ricardo Guerra e Mary B, El Salvador, Flamingos, Holy Nothing, Jenny Hval, Meu Kamba Live, Pás de Probléme, Rita & O Revólver, Salvador Sobral, San Holo, The Babe Rainbow, The Sunflowers. Muitos nomes nacionais, reforçando a aposta na música portuguesa do Festival, e as estreias no nosso país de Jenny Hval, San Holo e The Babe Rainbow, completam o cartaz do Vodafone Mexefest. A distribuição dos artistas por dias e salas e os horários de todas atuações estão a partir de hoje no site oficial e na app Vodafone Mexefest disponível para Android no Google Play e para iOS na Apple Store.

Tanque.jpgA descoberta de espaços inusitados, por norma fechados ou onde não é habitual decorrerem espetáculos, é um dos grandes pontos de interesse do Vodafone Mexefest. Excelente exemplo disso na edição deste ano é a estreia no roteiro do Festival da antiga piscina do Ateneu Comercial de Lisboa, agora conhecida como Tanque. Com o palco colocado literalmente dentro da piscina, este espaço é o sítio ideal para o público “mergulhar” no espirito Vodafone Mexefest. Outra estreia é a Sala 3 do Cinema São Jorge, que irá receber o Vodafone Blackout Room. Outra novidade é o regresso ao Teatro Tivoli BBVA, espaço emblemático da cidade e também do Festival, onde já decorreram alguns dos melhores concertos de edições passadas. Estas salas juntam-se às já conhecidas nas edições anteriores:

Cinema São Jorge – Salas Manuel de Oliveira e Montepio, Sala Super Bock – Garagem EPAL, Sala Delta – Palácio Foz, Estação Vodafone FM – Estação Ferroviária do Rossio, Ateneu Comercial de Lisboa, Sociedade de Geografia de Lisboa, Coliseu dos Recreios, Igreja de S. Luis dos Franceses, Casa do Alentejo e o Vodafone Bus.

 

Novidades de edição de 2015

Vodafone Blackout Room

Todos os anos a Vodafone procura desenvolver ações que, para além de potenciarem o espírito irreverente, dinâmico e trendsetter que a marca assume na sua ligação à música, contribuem para ampliar e aprofundar a experiência de quem vai ao Festival. O melhor exemplo disso é o Vodafone Blackout Room, a grande novidade da edição de 2015. Na sala 3 do Cinema São Jorge, tempo e espaço ganham uma nova perspetiva, proporcionando uma experiência musical única. Os concertos acontecem às escuras, apelando a uma experiência puramente sensorial e imperdível.

Brevemente serão revelados os artistas que responderam ao desafio.

 

Roteiros Vodafone Mexefest

O difícil mesmo no Vodafone Mexefest por vezes é escolher. A Vodafone convidou cinco personalidades de destaque no panorama artístico/cultural nacional, que em comum têm uma enorme paixão pela música e um conhecimento profundo do Vodafone Mexefest. Estas personalidades vão construir e partilhar o seu roteiro com o público através da app do Festival, ao mesmo tempo que trarão a sua “arte” para o Vodafone Mexefest:

Inês Meneses, radialista e comunicadora: sob o tema ‘A música mexe na cidade’, vai escrever um texto que será projetado na Praça dos Restauradores, junto à Grafonola Vodafone Mexefest

Joaquim Quadros, locutor da Vodafone FM e especialista em música indie: vai sugerir músicas de novas bandas portuguesas, que podem ser descarregadas gratuitamente através de QR Codes disponíveis no Estúdio Vodafone FM

Rui Miguel Abreu, jornalista, radialista e divulgador de música nova: associa--se ao Vodafone Mexefest com o Mercado de Música Independente, uma iniciativa promovida por si com a Junta de Freguesia de Santo António, que tem lugar nos dias do Festival, entre as 12.00 e as 19.00, no Picadeiro Real do Antigo Colégio dos Nobres, espaço integrado no Museu de História Natural e da Ciência. Durante as tardes do festival haverá showcases - programa a divulgar brevemente - e as editoras presentes oferecerão 10% de desconto a todos os portadores de bilhete para o Festival

Paulo Segadães, fotógrafo, realizador e baterista de The Legendary Tigerman: pela Avenida serão expostas fotografias de sua autoria, integradas numa série intitulada ‘A música mexe na cidade’, colocadas em mupis especiais na Avenida da Liberdade, entre a Praça dos Restauradores e o Cinema São Jorge

André Tentúgal, realizador e mentor dos We Trust: vai realizar uma curta-metragem sob o tema ‘A música mexe na cidade’, que será exibida na Sala Manoel de Oliveira do Cinema São Jorge, nos intervalos entre os concertos

 

Cartaz Completo:

 

Akua Naru; Anna B Savage; Ariel Pink; Benjamim; Beautify Junkyards;

Benjamin Clementine; Best Youth; BLOCO: Tropkillaz, Karol Conka, Mahmundi; Bombino; Bully; Cachupa Psicadélica; Castello Branco; Cave Story; Chairlift; Ciência Rítmica Avançada (curadoria por Rui Miguel Abreu): Bison & Squareffekt, Roger Plexico, Nerve e Dj Firmeza; Coletivo Bomba de Oxigénio: Tiago Santos, Carlos Cardoso, Ricardo Guerra e Mary B; Da Chick; Demob Happy; Do Amor; Ducktails; El Salvador; Flamingos; Georgia; Glockenwise; Holy Nothing; Janeiro; Jenny Hval; LA Priest; Márcia; Meu Kamba Live; Nicolas Godin; Pas de Problème; Patrick Watson; Peaches; Petite Noir; Rita & O Revólver; Roots Manuva; Salvador Sobral; San Holo; Selma Uamusse; Seven Davis Jr; The Babe Rainbow; The Sunflowers; They’re Heading West e os convidados Afonso Cabral, Bruno Pernadas, Capicua e Nuno Prata; The Parrots; Titus Andronicus; Tó Trips; Villagers

Zimun desenvolvem residência artística em Lisboa… encerra com concerto no Espaço Espelho d'Água

Após o lançamento do álbum “Pra Frente”, a banda vem a Portugal para uma residência artística no Espaço Espelho d'Água de 4 a 11 de Novembro. Nesta residência vão travar conhecimento com outros artistas lusófonos e preparar um concerto especial. Os Zimun definem-se pela sua criatividade, capacidade de improviso e pelas construções sonoras arquitetadas no som que vem das ruas. Jazz, rap, um pouco de rock, afrobeat e MPB juntam-se para criar um novo estilo que se funde no próprio grupo: o Street Jazz.

Prafrente-Zimun_LuizaAnanias 2.jpgOs Zimun visitaram Portugal em 2014 para uma primeira apresentação do seu trabalho e, desde então, a vontade de desenvolver uma relação mais longa e profunda com o berço da lusofonia é enorme. O novo álbum “Pra Frente” foi lançado no dia 25 de setembro num exclusivo digital com distribuição da Lusitanian e veio reforçar a vontade da banda em divulgar o seu estilo único junto dos portugueses. No seguimento deste lançamento, os Zimun estarão em Portugal de 4 a 11 de novembro para uma residência artística de uma semana na qual pretendem desenvolver ligações com artistas lusófonos e apresentar este novo trabalho ao vivo, pela primeira vez, no concerto de encerramento da residência no Espaço Espelho d' Água, no dia 11.

 

Para esta residência trazem consigo o diretor musical Felipe Vilas Boas que os ajudará no desenvolvimento de composições e arranjos durante o período da residência, ajudando a construir o melhor resultado final para apresentar ao vivo. Será, também, possível acompanhar todo o processo criativo da banda durante o período de 4 a 11 de novembro uma vez que a residência será aberta ao público que, desta forma, poderá assistir a todo o processo que levará ao resultado final a apresentar no dia 11 de novembro.

A residência irá funcionar nos seguintes horários: 10:00 - 12:00 / 15:00 - 17:00 / 22:00 - 24:00

Os Zimun são seis instrumentistas Fernando Castilho, Matéria Prima, Ravel Veiga, Gabriel Bruce, Edgar Dedig e Ygor Rajão, oriundos de Belo Horizonte, Brasil. Iniciaram a sua carreira em 2009 e caracterizam-se na sua essência pela criatividade, o improviso e as construções sonoras arquitetadas no som que vem das ruas. Jazz, rap, um pouco de rock, afrobeat e mpb se juntam para criar um novo estilo que se funde no próprio grupo: o Street Jazz.

 

Espaço Espelho d´Água (Lisboa)

11 de Novembro 2015