Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Glam Magazine

Glam Magazine

Em destaque na Rolling Stone, Wired Magazine e MTV... Jacob Whitesides lança EP “Faces On Film”

Jacob Whitesides acaba de lançar o seu muito antecipado novo EP “Faces On Film” que de imediato se tornou num dos trends no iTunes e Twitter. Para promover esta nova colecção de canções, Jacob Whitesides tocou ao vivo e em directo o single “Secrets” num dos programas de televisão com maior audiência nos EUA: Good Morning America, do canal ABC. Passaram apenas nove meses desde que Jacob Whitesides lançou o EP de estreia, “A Piece Of Me”, que captou a atenção de mais de 10 milhões de fãs e chegou ao topo das tabelas do iTunes em oito países, incluindo os EUA e Portugal.

Jacob Whitesides.jpg

Jacob, com um espírito audaz e independente, optou por não estabelecer contrato com uma das grandes editoras multinacionais e tornou-se CEO da sua própria empresa de agenciamento, merchandising e editora – a Double U Records – que recentemente se associou à BMG para o lançamento de “Faces On Film”.O trabalho árduo e o diálogo genuíno que Jacob tem mantido com os fãs começam agora a dar frutos. Para além de diversas datas esgotadas na digressão em nome próprio pelos EUA e pela Europa, que terminou com um concerto em Lisboa, a Rolling Stone destacou, recentemente, o trabalho de Jacob na cultura pop “como um dos melhores exemplos de DIY da Internet”. A Wired Magazine também considerou Jacob um empreendedor na mudança de paradigmas, promovendo o pensamento disruptivo e ideias radicais, e a MTV elegeu Jacob Whitesides como “Artist to Watch”.

 

Faces On Film” é inspirado no desenvolvimento pessoal de Jacob, no entendimento do que é o materialismo, agora que gere uma empresa de sucesso, vindo de um modesto contexto social e económico. Neste novo EP, canções como o tema que dá nome ao EP (que conta com Keb’ Mo’, vencedor de 3 Grammys, na guitarra), “Secrets” e “Shame On You” permitem que os fãs acompanhem o crescimento de Jacob enquanto criativo, sem perder a orgânica narrativa musical cheia dos pujantes refrões folk-pop que o caracterizam. Jacob Whitesides encontra-se neste momento a trabalhar no seu LP de estreia

 

Lisboa String Trio… vence o Prémio Carlos Paredes´15

O álbum “Matéria”, dos Lisboa String Trio, vence o Prémio Carlos Paredes´15 promovido pela Câmara Municipal de Vila Franca de Xira. Este galardão vem assim fechar um ciclo, já que o novo disco, "Lisboa" estreia em fevereiro de 2016. “Matéria” é o álbum de estreia deste trio, formado por José Peixoto (guitarra clássica), músico, compositor, arranjador e produtor, que fez parte dos Madredeus, Cal Viva, El Fado, entre outros, Bernardo Couto (guitarra portuguesa), músico que iniciou o seu percurso no fado acompanhando Raquel Tavares, Camané, Cristina Branco e António Zambujo, e Carlos Barretto (contrabaixo), músico, compositor e uma referência incontornável no panorama jazzístico português.

lst.jpg“O encontro entre estes três músicos resulta num trabalho de fusão, onde se perscrutam influências do jazz, fado, entre outras, que tem granjeado excelentes críticas e acolhimento por parte de um público que não ficou indiferente à novidade da sua sonoridade mestiça”, afirma a autarquia vila-franquense em comunicado. A cerimónia de entrega do prémio está marcada para dia 15 de dezembro, no Centro Cultural Fernando Augusto, na Póvoa de Santa Iria, pelas 21:30.

P4R ou 1MPAR… Novo Single / EP

Com uma musicalidade que transpira ritmos alegres e contagiantes, os P4R ou 1MP4R lançaram no passado dia 25 de setembro o seu primeiro single, “Baú dos Desejos”. O tema serve de apresentação ao novo trabalho discográfico da banda, também intitulado de “Baú dos Desejos”, lançado no passado dia 2 de outubro com o selo da Music In My Soul.

par.jpgO projeto musical P4R 0U 1MPAR surgiu em 2012 quase por obra do acaso, quando, num bar em Évora, Ana Velez cantava entre amigos e Pedro Peças a convidou para cantar os seus temas originais há muito guardados na gaveta. Iniciaram então um percurso que os levou a atuar em hotéis, bares e restaurantes sempre no Alentejo, de onde são naturais. Esta ligação, cantada em português, levou à criação de uma sonoridade única nos temas originais, tornando difícil de definir um estilo devido às diferentes influências de cada um: Bossa Nova, Fado, Cante Alentejano, Blues e Jazz.  O nome “Par ou Ímpar”, entre as demais simbologias que representa, traduz também os vários formatos pelos quais já se apresentaram ao vivo, com a colaboração de vários músicos eborenses. O terceiro elemento a fazer parte do projeto foi o músico Nuno Florindo, com responsabilidades acrescidas, uma vez que, além de músico, assume as funções de produtor na gravação dos temas originais, assim como o guitarrista João Cágado, também ele músico e produtor, e desde a primeira hora muito ligado ao projeto. Os últimos elementos a juntarem-se à “família P4R OU 1MP4R foram Sérgio Gouveia (viola baixo), Nuno Barriga (bateria) e Nuno Páscoa (piano/teclados).

16.1.16 marca o regresso dos Orelha Negra com concerto inédito… em que o público será o verdadeiro crítico

16.1.16 marca o tão esperado regresso dos Orelha Negra aos palcos, com um concerto inédito e em estreia absoluta no grande auditório do CCB, integrado no ciclo CCBeat, numa co-produção da Radar dos Sons com o CCB.

orelha.jpgA 21.1.12 os Orelha Negra estrearam o seu segundo álbum, também, num concerto ao vivo no ciclo CCBeat. No entanto, desta vez, não haverá temas de avanço, nem singles. Até 16.1.16, os Orelha Negra vão estar a trabalhar em estúdio, a preparar este espetáculo sem revelar detalhes, deixando à imaginação do público a experiência que vão viver nesse dia no Grande Auditório do CCB. Os sons que DJ Cruzfader, Fred, João Gomes, Sam The Kid e Francisco Rebelo produzirem juntos só serão desvendados neste concerto e o público presente será o verdadeiro critico do novo trabalho dos Orelha Negra, numa noite que promete um ritmado e envolvente reencontro.

 

CCB - Grande Auditório (Lisboa)

16 de Janeiro 2016

Seinabo Sey… "Pretend", o disco de estreia, já chegou

Com o EP "For Madeleine", a cantora sueca mostrou-se ao mundo e recebeu destaque como uma das artistas a surgir em 2015. Foi ali que apareceram pela primeira vez canções como "Younger", "Pistols at Dawn" ou "Hard Time", esta última escolhida para os anúncios da marca portuguesa de cerveja em 2015.

Seinabo Sey.jpgAgora, 150 milhões de streams no Spotify depois, Seinabo Sey transformou-se numa certeza: influências soul, canções melódicas e grandiosas, numa produção inovadora que conta com a assinatura de Magnus Lidehall, colaborador de Madonna. Entretanto, tem estado em digressão com Ella Eyre e Lion Babe, outros nomes em destaque na música pop europeia, para além de passar pelos programas de Jools Holland ou Conan O’Brien. Também a imprensa está rendida aos encantos de "Pretend": a revista SPIN nomeou-o Álbum da Semana, o Evening Standard prevê que “com este disco, Sey vai colocar um poderoso carimbo em 2015”

Entretanto, "Poetic" é o novo single: estava incluída na lista de "novas músicas que vão tornar a vossa vida mais incrível" que Taylor Swift partilhou há alguns dias com os fãs, e promete apaixonar aqueles que só agora se estão a tornar fãs da cantora.

Carlsberg Where’s the Party… espetáculo épico a 18 de Dezembro no MEO Arena

A estreia do evento Carlsberg Where’s the Party no Meo Arena promete um espetáculo épico com um cartaz imperdível, a 18 de dezembro, das 21h30 às 03h00. Depois de confirmada a dupla Axwell Λ Ingrosso, os mentores dos Swedish House Mafia, anunciam-se DJ Ride, Diego Miranda e Club Banditz que completam o cartaz. As portas abrem às 20h00.

Cartaz completo Carlsberg WTP em Lisboa.jpgConhecidos mundialmente, Axwell e Sebastian Ingrosso são nomes incontornáveis da música eletrónica, considerados os responsáveis pelo crescimento da e-music a nível global, desde 2008. A dupla sueca atua para multidões nos espetáculos em nome próprio e nos maiores festivais de música do mundo como o Ultra Miami, Tomorrowland ou o Coachella, e, pela primeira vez, sobe ao palco em Portugal a convite de Carlsberg.

Diego Miranda é, atualmente, o mais internacional dos DJ’s e produtores nacionais, que tem conquistado um forte destaque a nível mundial. Encontra-se na posição 58 da revista DJ Mag e tem atuado em algumas das maiores festas e festivais mundiais, como Creamfields, Rock in Rio ou Sensation White. Já o português DJ Ride é campeão do mundo de “scratch”, sound designer e produtor. Um dos primeiros trabalhos de Oliveiros Tomás Oliveira foi numa loja de bicicletas, para conseguir algum dinheiro para comprar equipamento de som. Vem daí a origem do seu nome artístico, Dj Ride, um dos orgulhos nacionais de “scratch”.

Também Club Banditz é um nome a fixar para os seguidores de música eletrónica. Depois do single "Endless Sunrise", segue-se "Mission Control", com a voz da cantora norte-americana Adara, dois sucessos da dupla de Coimbra, composta por Gonçalo Julião e João Coelho, responsáveis, nos últimos anos, por algumas das noites mais memoráveis em pistas de dança do Brasil, Espanha, Grécia, Croácia, Angola e França.

 

Os bilhetes já estão à venda….

 

MEO Arena (Lisboa)

18 de Dezembro 2015 | 20.00h