Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Glam Magazine

Glam Magazine

Noiserv com novo Single e vídeo e edição internacional

A 7 de outubro de 2013 noiserv editou o álbum “Almost Visible Orchestra”, segundo longa duração da carreira. Dois anos passados, e depois de ter sido distinguido como melhor disco de 2013 pela Sociedade Portuguesa de autores (SPA), chegou a hora da edição internacional. No próximo dia 6 de Novembro, “Almost Visible Orchestra” será editado para o resto do mundo pela naïve, editora francesa de artistas como Yann Tiersen e M83.

MNOS-Noiserv.jpgPara comemorar, noiserv disponibiliza o último video para “Almost Visible Orchestra”, o single “Don't say Hi if you don't have time for a nice Goodbye”, tema que encerra o alinhamento do disco. Para este vídeo, noiserv contou ainda com a participação vocal do músico francês Cascadeur, recentemente distinguido com o prémio de melhor disco eletrónico do ano nos Victoires de la Musique, os Grammy franceses.

Enquanto aguardamos pelo sucessor de “Almost Visible Orchestra”, noiserv prossegue a digressão com concertos dentro e fora do nosso País.

 

Fotografia: Paulo Homem de Melo

Justin Bieber revela alinhamento do novo disco "Purpose"

Foi de forma inesperada e inovadora que Justin Bieber revelou o alinhamento do seu próximo álbum, "Purpose", que chegará às lojas a 13 de novembro. Os títulos de cada uma das 18 canções que fazem parte deste disco foram utilizados em obras de graffiti, localizadas em diferentes cidades de todo o mundo, de Sydney a Londres, passando por Estocolmo, Paris, Oslo, Berlim, Nova Iorque, Miami ou Toronto.

Justin Bieber.jpgJustin Bieber foi revelando fotografias desses graffitis nas redes sociais e no seu site oficial, divulgando desta forma os títulos das suas novas canções. Através desta estratégia Bieber anunciou também os vários convidados deste seu "Purpose". Além dos já conhecidos Skrillex e Diplo, o álbum vai ainda contar com as participações dos rappers Big Sean, Travis Scott e Nas e da cantora Halsey.

Com esta forma inovadora de divulgar o alinhamento do seu novo disco, o músico canadiano volta a surpreender, depois do lançamento do single "What Do You Mean?" ter envolvido uma autêntica campanha viral que se espalhou entre o Instagram e o Twitter e que juntou artistas como Ariana Grande, Britney Spears, Skrillex, Ben Stiller, Ellen DeGeneres ou Larry King.

Cadernos de Poesia no CCB… Ruy Cinatti, José Blanc de Portugal e Tomaz Kim

Lembrar os “Cadernos de Poesia” é antes de tudo invocar a força da iniciativa e a memória dos seus primeiros impulsionadores, cujos centenários assinalamos. José Blanc de Portugal (1914-2000), Ruy Cinatti (1915-1986) e Tomaz Kim (1915-1967).

00.jpgO intuito da revista foi o de afirmar que “a Poesia é só uma” e “arquivar a atividade da Poesia atual sem dependência de escolas ou grupos literários, estéticas ou doutrinas, fórmulas ou programas”. A primeira série dos “Cadernos” (1940-42) foi organizada pelos três poetas referidos e engloba cinco números antológicos; a segunda (1951) foi concretizada por Jorge de Sena, Ruy Cinatti, José Blanc de Portugal e José-Augusto França com sete fascículos e a terceira teve três números (1952-53).

Os “Cadernos de Poesia” são uma verdadeira bússola num momento crucial da literatura portuguesa do século XX, contando com Sophia, Eugénio de Andrade e Jorge de Sena. Sente-se bem a criação poética como “compromisso firmado entre um ser humano e o seu tempo, entre uma personalidade e uma consciência sensível do mundo”.

(Guilherme d’Oliveira Martins)

 

Programa:

15.00h – Abertura

António Lamas // Guilherme d’Oliveira Martins // Pedro Mexia

15.15h – A Poesia é só Uma?

Fernando J. B. Martinho // Gastão Cruz // António Carlos Cortez

16.00h – Os Cadernos de Poesia

José-Augusto França // Luís Adriano Carlos // Fernando Cabral Martins

16.45h – Intervalo

17.15h – Três Poetas dos cadernos

José Blanc de Portugal, por Adília Lopes

Ruy Cinatti, por Joana Matos Frias

Tomaz Kim, por Fernando Pinto do Amaral

18.00h – Encerramento

CCB – Sala Almada Negreiros (Lisboa)

1 de Novembro 2015 | 15.00h

 

Rádio Comercial Homenageia Rui Veloso em emissão especial no próximo sábado

Em jeito de antecipação ao concerto dos 35 anos de carreira de Rui Veloso, a Rádio Comercial dedica uma hora ao cantor e ao seu reportório musical que marcou e continua a marcar a música portuguesa. "Especial Rui Veloso”, próximo sábado, às 12h00, com Nuno Markl e Vasco Palmeirim.

IMG_7086.jpg"Especial Rui Veloso: o guardador de mingos e samurais no auto da pimenta que nunca está fora de moda, nem no lado lunar onde se respira ar de rock nas avenidas”, uma emissão extra em homenagem aos 35 anos de carreira do músico que tem um título onde cabem todos os álbuns do cantor. À conversa com o Nuno Markl e Vasco Palmeirim, Rui Veloso fala das dores de crescimento, de como compõe as músicas e revela qual é o concerto no Rivoli de que fala no tema “Paixão”. Estas são algumas das histórias que se pode ouvir. Nesta emissão especial também vão ser reveladas as novas versões dos clássicos de Rui Veloso interpretadas por Rita Guerra, Tiago Bettencourt, HMB, António Zambujo, Miguel Araújo e Jorge Palma. Os músicos juntaram-se à Rádio Comercial para esta homenagem e interpretam alguns dos seus temas mais emblemáticos como “Porto Covo”, “Porto Sentido”, “Primeiro Beijo”, “Jura”, e “Todo o Tempo do Mundo”, entre outros.

              

Para Pedro Ribeiro, diretor da Rádio Comercial, “não podíamos deixar passar em branco os 35 anos de carreira de um ícone da música portuguesa, e esta pequena homenagem é um agradecimento à música com que ele nos brindou nestes últimos anos”.

 

Jameson Urban Routes… La Femme

Será perante uma casa esgotada que os franceses La Femme se apresentam, pela primeira vez, em Portugal. O concerto, marcado para as 23h30 de sexta, dia 30 de Outubro, serve para visitar “Psycho Tropical Berlin”, o disco que voltou a atenção da imprensa internacional para o seu psycho-rock de múltiplas influências.

La Femme.jpgA noite de sexta arranca com a energia do punk da dupla The Sunflowers, que sobem ao palco do Musicbox às 22h30. A noite de concertos encerra com a apresentação de Xinobi, em formato live band, e o seu “1975″, o disco de estreia, que é legado assumido no universo da música de dança celebrativa, tocando os espectros menos óbvios do house, disco, funk e pop. O clubbing do dia aponta para os universos do house com Hyenah e Mike Stellar.

A encerrar a nona edição do festival dia de viagem pelos sons mais negros e emocionais, com Ricardo Remédio (Ex-RA), naquela que será uma das primeiras oportunidades de ouvir temas do novo disco a lançar em inícios de 2016. Dia 31 de Outubro ficará ainda marcado pela estreia da colaboração especial que Suuns e Jerusalem in My Heart têm alimentado, em tour e em disco, ao longo de 2015.

A viagem da noite segue com o regresso do voodoo dub dos HHY & The Macumbas. No clubbing, palco aberto para um dos maiores nomes do Footwork de Chicago, RP Boo, e o nacional Blastah a fechar a noite.

 

Musicbox (Lisboa)

30 e 31 de Outubro 2015 | 22.30h

 

Benjamin Clementine nomeado para o Mercury Prize re-edita "At Least For Now"

Benjamin Clementine está de regresso a Portugal para 5 concertos únicos e acaba de re-editar "At Least For Now", aquele que é inegavelmente um dos principais discos do ano.

Benjamin Clementine.jpgBenjamin Clementine foi elogiado pela crítica e pelo público ao criar um estilo de assinatura e um dos momentos mais altos na música em 2015. Em Novembro regressa a Portugal e traz, na bagagem, uma nomeação para o Mercury Prize, o respeitado galardão britânico entregue por um painel de músicos, jornalistas, produtores, compositores e organizadores de festivais. Da shortlist fazem também parte Aphex Twin, Róisín Murphy, Florence + the achine, Jamie XX, Gaz Coombes, Wolf Alice, SOAK, Slaves, Ghostpoet, ESKA e C Duncan.

O regresso ao nosso país dá-se depois de uma surpreendente actuação no Super Bock Super Rock. Desta vez tem na agenda o Vodafone Mexefest, a 27 de Novembro, mas também 4 salas nacionais: o Theatro Circo, em Braga (a 22 Novembro), o Teatro Aveirense (a 24 de Novembro), a Casa da Música, no Porto (a 25 de Novembro) e o Teatro das Figuras, em Faro (a 28 de Novembro). Para acompanhar estas novidades, acaba de chegar às lojas uma reedição de "At Least For Now", com uma faixa nova, versões inéditas de "Tea & Croissants" e "Movies Never Lie", bem como duas canções ao vivo na BBC e na France Inter

UHF distinguidos pela SPA com Medalha de honra…

Hoje dia 29, pelas 18.30h, no Auditório Maestro Frederico de Freitas, será entregue a António Manuel Ribeiro e aos UHF, de que é fundador e líder, a Medalha de Honra da SPA pelo facto de o grupo ter cumprido 37 anos de carreira de forma ininterrupta e sempre com novos temas gravados.

uhf.jpgNa sessão usará da palavra o presidente da SPA, José Jorge Letria, e o administrador Tozé Brito, para além de David Ferreira, convidado dos UHF, que falará da vida e carreira da banda. As Medalhas de Honra da SPA, em regra entregues no Dia do Autor Português, a 22 de Maio de cada ano, também assinalam datas importantes na vida e carreira de cooperadores da SPA.

Maria Mendes está de regresso com o 2º álbum "Innocentia" e anuncia 2 datas de apresentação no Misty Fest

Um dos maiores talentos do Jazz europeu, a voz que conquistou Quincy Jones, está de regresso com o segundo álbum “Innocentia”. Tem ADN português mas é nos palcos internacionais que tem construído a sua carreira. Do Porto para Holanda, da Holanda para o mundo, o timbre doce e a flexibilidade vocal ímpares de Maria Mendes não deixam ninguém indiferente, sejam eles a crítica especializada - que a considera uma das vozes mais promissoras do Jazz Europeu, sejam "connaisseurs" como Quincy Jones que, sem hesitações, afirmou: “vejo um futuro brilhante e promissor para esta jovem cantora”.

maria.jpgEste ano, Maria Mendes está de regresso com o segundo álbum depois da estreia aclamada com “Along the Road”, editado em 2012. “Innocentia” é um disco com uma escrita mais pessoal, retrato da nostalgia e inocência de alguns episódios da vida da cantora traduzidos em canções do repertório Jazz bem como do repertório erudito clássico. Em busca de um som não convencional, fez-se rodear dos melhores músicos, de entre os quais, a famosa clarinetista do Jazz internacional Anat Cohen. Ambas compositoras e entusiastas do virtuosismo instrumental jazzístico cantado e tocado, juntas abraçam a nostalgia do legado do Jazz mainstream associando-o ao universo musical erudito brasileiro com incidência em obras de Hermeto Pascoal, Radamés Gnattali e Heitor Villa Lobos.

Maria Mendes lança agora “Innocentia” e anuncia duas datas de apresentação em Lisboa e no Porto. Os concerto, incluídos no Misty Fest, acontecem dias 6 de Novembro, às 21h30, no CCB e 7 de Novembro, às 22h00, na Casa da Música.

 

Alinhamento do disco “Innocentia”

  1. Fragile (Sting)
  2. Smile (Charlie Chaplin)
  3. When You Wish Upon a Star (Disney)
  4. Innocent Travels (Pat Metheny/Maria Mendes) Primeiro Single
  5. Inverso (Maria Mendes)
  6. Innocentia (Maria Mendes)
  7. The Summer Knows (Michel Legrand)
  8. Água de Beber (Jobim)
  9. Bachianas Brasileiras nº5 (Vila Lobos)
  10. O Ovo (Hermeto Pascoal)
  11. Sonatina Coreográfica mov.IV (Radamés Gnatalli)
  12. Handful of Soul (Jimmy Woode)

 

Misty Fest 2015 - CCB (Lisboa)

6 de novembro | 21.30h

Misty Fest 2015 – Casa da Música (Porto)

7 de novembro | 22.00h

 

Fotografia: Joel Bessa

Pág. 1/26