Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Glam Magazine

Glam Magazine

Festivais: VODAFONE Paredes de Coura… Vodafone Vozes da Escrita

O Vodafone Paredes de Coura continua a inovar e na sua vigésima terceira edição lança as Vodafone Vozes da Escrita.

De 20 a 22 de Agosto, entre as 13.00h e as 14.30h, o Palco Jazz na Relva vai receber, pela primeira vez, autores reconhecidos do grande público como Carlos Vaz Marques, Matilde Campilho, Pedro Mexia e Rui Cardoso Martins. Ao longo de 3 dias, os visitantes do festival terão oportunidade de assistir a sessões de leitura (que podem incluir poesia, excertos de livros, crónicas e histórias) e a conversas informais entre os intervenientes.

Prevêem-se momentos únicos, que só podem acontecer num festival tão especial como o Vodafone Paredes de Coura.re.pngMatilde Campilho, fenómeno ímpar na poesia portuguesa recente, autora de Jóquei, que conta já com quatro edições, inaugura as Vodafone Vozes da Escrita na quinta-feira, 20 de Agosto. No dia seguinte, Carlos Vaz Marques e Pedro Mexia, duas das figuras intelectuais mais notáveis na produção jornalística e literária, e na divulgação da cultura e das artes em geral, levam as suas reflexões sobre estes temas e outras cumplicidades, sem espartilhos, para o palco, num diálogo entre ambos e com o público.

No sábado, 22 de Agosto, o encerramento das Vodafone Vozes da Escrita cabe a Rui Cardoso Martins, romancista premiado, co-fundador das Produções Fictícias e jornalista e cronista do Público desde a sua criação, no qual assinou a crónica Levante-se o Réu, durante quase 20 anos, que acaba de chegar ao formato livro, com a chancela Tinta-da-china, e pelo qual recebeu dois Prémios Gazeta de Jornalismo.

 

A primeira edição Vodafone Vozes da Escrita é uma parceria do Vodafone Paredes de Coura com a Tinta-da-china, editora independente, que desde a sua fundação em 2005 já publicou mais de 300 títulos e lançou a edição portuguesa da conceituada revista literária Granta, dirigida por Carlos Vaz Marques. A editora de Bárbara Bulhosa, que a 1 de novembro de 2015 celebra 10 anos, tem vindo a receber ao longo dos anos diversos prémios nacionais e internacionais, que destacam quer livros específicos, quer o trabalho gráfico da Tinta-da-china.

O Vodafone Paredes de Coura decorre na praia fluvial do Taboão, de 19 a 22 de Agosto e o cartaz inclui nomes como Tame Impala, TV On The Radio, The War On Drugs, Father John Misty, Temples e Lykke Li, entre muitos outros.

 

 

Festivais: VODAFONE Paredes de Coura… Hinds

Quem também não tem pudor e exibe orgulhosamente o seu garage rock, que já lhes valeu comparações com os Velvet Underground, são as madrilenas Hinds.

Depois de alguns problemas legais com a utilização do nome Deers, Carlolotta Cosials, Ana García Perrote, Ade Martín e Amber Grimbergen decidiram abdicar do título antigo para abraçar uma nova identidade como Hinds.

DSC_0205 (Cópia).jpgO projecto é ambicioso e o álbum de estreia deverá ver a luz do dia no final do ano. Enquanto isso, vão coleccionado elogios e críticas positivas de publicações de renome como a Pitchfork, The Guardian e NME.

Ao Vodafone Paredes de Coura as Hinds trazem os singles de “Demo”, “Barn” e “Davey Crocket”, trabalhos que já suportaram as tours de The Libertines, The Vacines e Black Lips e que as fizeram viajar em tour pela Tailândia e Austrália.

 

VODAFONE Paredes de Coura

Palco Vodafone.FM

20 Agosto 2015

 

Fotografia: © Paulo Homem de Melo

 

Discos: O “Relógio” de Pedro Madeira

Pedro Madeira pretende continuar a crescer no panorama musical português. “Relógio”, o último single, extraído do seu mais recente trabalho, “De Lisboa para ti”, conta com um vídeo gravado entre Londres e Lisboa. Com uma sonoridade muito própria, é Pedro Madeira quem compõe e escreve os seus temas em português

PedroMadeira_FotoPromocional.jpgNasceu a 11 de novembro de 1992 e é natural de Vendas Novas. Desde cedo que revelou uma forte aptidão para a música, que se foi desenvolvendo nas aulas de piano, o seu instrumento de eleição, e no coro Oficina do Canto de Montemor-o-Novo, ao qual pertenceu durante dois anos.

A sua primeira oportunidade no mundo da música surgiu em 2006, com a participação no Festival da Canção Júnior. Nessa altura, começou a compor, juntamente com um amigo, a música com a qual saiu vencedor, "Deixa-me Sentir". E a 2 de dezembro desse ano representou Portugal na Roménia, país anfitrião do Festival Eurovisão da Canção Júnior.

Depois de um ano de conquistas, lançou o seu primeiro álbum "Dá-me a tua mão", que o veio sedimentar no panorama musical nacional. Do segundo trabalho, "Viagem", lançado em 2009, o single "Descobre-me" fez parte da banda sonora da telenovela da TVI "Sentimentos", contribuindo para um maior reconhecimento do artista. O trabalho seguinte, "Onze", deu continuindade à aposta do cantor, autor e compositor na experiência com nomes de referência para apadrinharem a sua jornada: a Ramón Galarza juntaram-se João Martins e Carlos Juvandes. "Tempo para viver" foi o single de avanço e o tema "Inflamável" marcou mesmo a carreira de Pedro Madeira, batendo alguns recordes.

O ano de 2014 trouxe o quarto álbum, "De Lisboa para ti", e com ele nasceu uma nova responsabilidade: continuar fiel ao seu estilo, cativando novos públicos. Os dois temas de avanço, "A Lenda" e "Aprendiz", expressam bem essa evolução. "LX" e “Relógio” são os singles de apresentação e prometem "roubar" o coração dos portugueses.