Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Glam Magazine

Glam Magazine

Agenda: Momo…. Ciclo Bi-du-á

O cantor e compositor brasileiro Momo, alcunha musical de Marcelo Frota está de volta a Portugal. Momo tem quatro discos de originais: “A Estética do Rabisco” (2006), “Buscador” (2008), “Serenade of a Sailor” (2011) e “Cadafalso” (2013), todos elogiados pela imprensa brasileira e internacional. Momo integra ainda a colectânea “A Tribute to Caetano Veloso” com o tema “Alguém Cantando”, ao lado de nomes como Rodrigo Amarante, Beck, Ana Moura e Marcelo Camelo, entre outros.momo.jpgRecém-chegado de uma temporada de concertos nos Estados Unidos, onde se apresentou no formato voz e violão, Momo promete repetir para essa nova temporada na Europa a mesma atmosfera intimista e minimalista na qual diversifica músicas de todos seus discos, além de tocar algumas releituras como “Munguengo”, de Waldemar Bastos.

“Cadafalso” será lançado fisicamente em Novembro nos Estados Unidos da América e digitalmente em todo o mundo. A nova edição conta com a participação de Laetitia Sadier (Stereolab) nalguns temas.

 

SMUP (Parede)

7 agosto 2015 | 22.00h

Comissão Vitivinícola da Bairrada promove nova categoria de produto: espumantes ‘Baga Bairrada’

“Uma Região. Uma Casta. Um Espumante: Baga Bairrada”, é este o lema do projecto ‘Baga Bairrada’, uma iniciativa da Comissão Vitivinícola da Bairrada (CVB) aberta a todos os produtores da região e que estabelece um standard colectivo para um espumante feito a partir da casa bandeira da região, a Baga. Uma nova categoria para um produto distinto, com regras de produção e identidade gráfica próprias, criada para melhor promover e vender a região, e seus vinhos, em Portugal e no Mundo.DSC_1477 (Cópia).jpg“A Baga é um património inquestionável, que tem que ser preservado e potenciado.”, in Plano de Ação para a viticultura bairradina.

A CVB pretende assim sinalizar, demarcar e autenticar a casta Baga como variedade típica da Bairrada, valorizando a casta, a região vitivinícola, e gerando notoriedade para o grande factor diferenciador: a Bairrada como região com massa crítica suficiente para fazer espumantes brancos de uma casta tinta. Embora a regulamentação desta nova categoria contemple brancos, rosados e tintos, a CVB tem como objectivo principal assegurar um denominador comum e estilo que faça crescer os espumantes “Blanc de Noirs Baga Bairrada”, em particular nos mercados de exportação, onde o espumante português ainda tem dificuldades em afirmar as suas especificidades.

Por questões climáticas, é difícil produzir todos os anos grandes volumes de vinhos tintos de Baga, já a qualidade de excelência nos espumantes desta casta é sempre garantida, o que faz a diferença para a região da Bairrada, ainda mais se “uniformizados” e consolidados numa categoria de produto. A importância da casta Baga na valorização e diferenciação dos espumantes Bairrada é hoje uma realidade indiscutível. Durante anos, vários foram os produtores que encontraram nela o complemento perfeito para os seus lotes de vinho base espumante. No entanto, nos últimos 8 a 10 anos os espumantes varietais de Baga têm ganho adeptos na produção, mas também junto da crítica especializada e do consumidor, que lhe atribuem uma conotação extremamente positiva.

DSC_1481 (Cópia).jpgEspumantes ‘Baga Bairrada’: da conceptualização à realidade

 

Liderado pela CVB, foi criado um grupo de trabalho composto pela entidade e por um corpo técnico de sete enólogos, que ao longo dos últimos dois anos tem vindo a definir regras, processos e estratégias para implementação, promoção e divulgação do projecto ‘Baga Bairrada’. Esta iniciativa posiciona os espumantes com assinatura ‘Baga Bairrada’ num patamar de valorização especial, evitando a guerra de preços e unindo os produtores na criação colectiva de valor para todos e para a região. O plano de comunicação, suportes informativos (microsite, folheto), assessoria mediática, eventos, presença em feiras, activação no ponto de venda, merchandising, tem como objetivo potenciar a projecção da marca ‘Baga Bairrada’ a fim de atrair novos públicos.

GamaEspumantesBagaBairrada_72dpi.jpgÀ data de hoje são cinco os espumantes com o “selo” de qualidade e a logomarca ‘Baga Bairrada’, todos eles 100% Baga. De destacar o facto de três deles serem novas referências, criadas de raiz para “dar vida” a esta aposta da região: ‘Aliança Baga Bairrada Reserva 2013’ (Aliança Vinhos de Portugal), ‘Quinta do Poço do Lobo Baga Bairrada 2013’ (Caves São João) e ‘Rama&Selas Baga Bairrada 2013’ (Rama & Selas). As referências da Adega de Cantanhede e das Caves São Domingos já existiam, muito embora as colheitas que agora chegam ao mercado, ‘Marquês de Marialva Baga Bairrada 2013’ e ‘São Domingos Baga Bairrada 2008’, tenham sido afinados a fim de cumprirem todos os requisitos do projecto ‘Baga Bairrada’.

 

Mais informações em: www.bagabairrada.pt

Festivais: Festival Para Gente Sentada… em Braga

O Festival Para Gente Sentada celebra a sua 11ª edição num formato inovador repleto de novas propostas programáticas. Nos dias 18 e 19 de Setembro, Braga é a cidade anfitriã do Festival com o Theatro Circo, o GNRation e vários espaços da cidade a receberam os 16 concertos que compõe um dos cartazes mais completos da história do festival.

A identidade mantém-se, com o conceito para gente sentada a ser o ponto central a partir do qual tudo o resto é estruturado. Com esta ideia bem presente, e tendo em conta a forte dinâmica cultural característica de Braga, foi dado um passo em frente e delineada uma programação variada e singular, ideal para assistir sentado ou até de pé. Ou ambos. Sucessivamente.

yasmine.jpgEste ano os destaques internacionais recaem na sensualidade e força femininas da libanesa Yasmine Hamdan, no experimentalismo avant-pop de Mercury Rev, no imaginário cinematográfico de Lydia Ainsworth e no grande grupo revolucionário da música americana Giant Sand. A fusão de folk, reggea e rock dos Time For T, a endiabrada guitarra eléctrica do tuareg Mdou Moctar e o ritmo alucinante de Dj Coco são igualmente alguns dos nomes em destaque nesta décima primeira edição do festival.

bruno.jpgTambém o panorama nacional está repesentado no Festival Para Gente Sentada 2015 com projectos distintos que reflectem a crescente consistência que a música portuguesa tem apresentado nos últimos anos. A ousadia de B Fachada, a subtileza criativa do compositor e multi-instrumentista Bruno Pernadas, a mestria da guitarra de Peixe, a viagem sonora por vários universos musicais de Filho da Mãe & Ricardo Martins, a intimidade de Benjamim, o rock blues cru de Serushio, a fusão de influências eruditas e jazzísticas de Box To Box, o indie dance de Electric Shoes e a irreverência de Sun Blossoms são as propostas nacionais que vão passar por Braga nos próximos dias 18 e 19 de Setembro.

 

A história de uma década marcada por actuações intimistas, de nomes como Patrick Watson, Sufjan Stevens, Bill Callahan, Devendra Benhart e Tindersticks, fez com que o Festival se tornasse numa referência para o público sempre fiel e exigente.

Este ano a organização eleva as expectativas e de braços dados com a Câmara Municipal de Braga, o Theatro Circo e o GNRation pretende tornar esta edição memorável e iniciar um novo cíclo desafiante no percurso do Festival Para Gente Sentada.

 

Fotografias: (c) Paulo Homem de Melo

Festivais: MEO Sudoeste… Portugueses com convidados especiais

Já só restam dois dias para o arranque da 19ª edição do MEO Sudoeste

A melhor semana de férias do verão está à porta e os principais artistas portugueses começam a levantar o véu aos concertos que irão apresentar no Festival. Momentos sempre especiais e marcantes nas suas carreiras, são objecto de produção e atenção especial.meo_palco.jpgNo dia 5, Kura, um dos Djs com mais reconhecimento da atualidade, e que já editou para a Revealed Recordings de Hardwell, o selo inglês Cr2 Records dos MYNC, a alemã Tiger Records, a norte-americana Juicy Music de Robbie Rivera, a Spinning Records entre outras, vai apresentar no MEO Sudoeste uma série de temas novos para privilégio de todos os festivaleiros que certamente o irão ajudar a subir o seu #42 no ranking da DJ Mag.

Os imparáveis D.A.M.A uma das bandas mais queridas do momento, convidam a talentosa Mia Rose para tornar ainda mais especial a noite que promete ser de apoteose. Mas as surpresas não ficam por aqui, também Salvador Seixas e o St. Dominic's Gospel Choir vão participar neste concerto que será um marco na carreira ascendente da banda.

Carlão, que celebrou este ano quatro décadas de idade, vem apresentar o seu disco mais recente “Quarenta”. Em palco juntar-se-lhe-ão Sara Tavares e Dino Santiago, ambos presentes no álbum, bem como um quarteto de cordas que dará o toque especial a esta atuação.

O rap, hip-hop, reggae, R&B, soul e funk de Jimmy P, vai ter a luxuosa companhia de Valete, Jepe e Diro.

Carolina Deslandes convida Agir para juntos encantarem com o dueto “Mountains”. Será certamente um dos momentos do Festival. De Angola, Pérola vai desfilar os seus hits recheados de R&B, kizomba, semba e soul, convidando para incendiar o palco MEO o conterrâneo angolano C4 Pedro.

O Palco Jogos Santa Casa será também ele um desfilar de nomes portugueses de Mundo Segundo, músico com duas décadas de carreira e responsável pela criação dos Dealema, convida outro veterano e sábio artista, NBC.

Estas são algumas das surpresas que os artistas do MEO Sudoeste têm preparadas para todos aqueles que passarem pela Herdade da Casa Branca entre os dias 5 e 9 de agosto