Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Glam Magazine

Glam Magazine

Agenda: Verão na Casa… Criolo

Depois do bem-sucedido álbum “Nó na Orelha”, Criolo ganhou o reconhecimento do público e da crítica.

criolo.jpgNo seu trabalho mais recente, “Convoque Seu Buda”, o rap e as melodias misturam-se de uma forma simultaneamente subtil e mordaz, com um grande sentido crítico sobre a situação social do Brasil.

Com vários prémios e inúmeras colaborações com outros artistas, Criolo é uma das personalidades artísticas mais relevantes do panorama brasileiro.

O rapper Brasileiro passa no dia anterior pelo Festival Super Bock, Super Rock em Lisboa

 

Casa da Música – Sala Suggia (Porto)

19 de julho 2015 | 21.30h

Concertos: NOS Alive!… MUSE

Cerca de 55 mil pessoas aguardavam o momento mais importante do primeiro dia dos NOS Alive!

Os MUSE subiam ao palco NOS para apresentar o seu mais recente álbum “Drones”. De drones, apenas os que sobrevoavam o recinto a filmar o concerto.muse01.jpgOs britânicos MUSE já estão habituados a lotações esgotadas, é uma banda que se sente bem num ambiente em que conseguem mobilizar no concerto milhares de pessoas, e foi isso que aconteceu no dia 9 em Oeiras.

Cartazes, bandeiras, t-shirts, etc… eram milhares de fãs dos MUSE no festival. Por decisão da organização do festival os MUSE atuaram sozinhos, ou seja durante o concerto do trio britânico os outros palcos estiverem sem música. Toda a energia e envolvencia estava canalizada para o palco NOS, onde nos ecrãs, viamos imagens de alvos, radares, contagens decrescentes, explosões, palavras avisadas de JFK, etc.., todo um conjunto de imagens que remetem para um mundo controlado… talvez por “Drones”.muse02.jpgEntre temas do novo álbum como “Dead Inside”, a banda recordou alguns dos temas que marcam a sua carreira como "Starlight", "Time is running out" e claro “Madness”.

Ao fim de duas décadas no ativo, o rock dos MUSE continua a fazer estremecer, a conquistar o público que esta ali para ouvir e sentir a música, apesar do aparato visual com confetis e serpentinas, mas que em nada penaliza a presença em palco do trio, criticas… essas, apenas para a duração do concerto que se ficou pela 1h e 27 minutos.muse 03.jpgA banda terminava a sua prestação ao som de "Uprising" num “encore” entoado pelas milhares dos presentes.

 

Alinhamento do concerto:

- Psycho

- Supermassive Black Hole

- The Handler

- Plug in Baby

- Dead Inside

- Interlude

- Hysteria

- Munich Jam

- Madness

- Supremacy

- Apocalypse please

- Starlight

- Reapers

- Time is running out

- Mercy

- Uprising (encore)

 

NOS Alive!’15 – Palco NOS

9 de Julho 2015

 

Texto: Paulo Homem de Melo / Fotografias: Hugo Macedo