Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Glam Magazine

Glam Magazine

Agenda: Danças Ocultas & Convidados

O colectivo Danças Ocultas prepara-se para apresentar na Casa da Música, Porto no dia 4 de Maio, e no CCB, Lisboa no 5 de Maio, um espectáculo especial inserido no ciclo Classic Waves promovido pela Uguru.

danças ocultas.pngEstes espectáculos fazem-se do encontro da música dos Danças Ocultas com uma dimensão orquestral.

Artur Fernandes explica que a colaboração com a Orquestra Filarmonia das Beiras nasceu há dois anos e já se traduziu em seis concertos que agora chegam a duas das mais importantes salas do país.

Nestes concertos, os arranjos orquestrais de clássicos das Danças Ocultas, que em 2015 celebram 25 anos de actividade, servem igualmente de cenário para os diálogos com uma série de importantes convidados: Carminho, Rodrigo Leão e os Dead Combo subirão ao palco nestas ocasiões especiais.

Ressalva-se o facto dos Dead Combo, tal como Rodrigo Leão bastas vezes, explorarem um universo instrumental, facto que facilita a comunicação entre os dois universos.

Já com Carminho, é um circulo que se completa: “O Diabo Tocador” era um tema de Tarab inspirado numa canção de trabalho recolhida por Giacometti.

O instrumental de Tarab volta assim a ser canção com a letra a tomar a voz de Carminho.

À frente da Orquestra Filarmonia das Beiras estará o maestro António Vassalo Lourenço, que, explica Artur Fernandes, é um profundo conhecedor da música dos Danças Ocultas e que “acarinhou esta iniciativa especial”. “

 

“O acordeão diatónico, em Portugal conhecido por concertina, é um instrumento concebido na primeira metade do século XIX, e depois aperfeiçoado por diversos construtores europeus, que hoje ecoa memórias de uma outra vivência do espaço musical: um tempo anterior ao disco, à rádio.

Continua, porém, a ser uma máquina de construir sonhos; e, por conseguinte, de inventar futuros possíveis, de fazer sentidos”.

 

Em Maio de 1989 Artur Fernandes, Filipe Cal, Filipe Ricardo e Francisco Miguel começaram por organizar-se em torno de um sonho: o de desenvolverem as aptidões da execução enquanto investigavam as possibilidades de afastar o instrumento do folclore tradicional, acatando o que então era entendido como a “vontade da concertina”, mas fazendo para ela uma música nova.

O desenvolvimento deste processo foi consolidando uma estética musical muito próxima do universo clássico da "música de câmara", pequena formação instrumental, acústica, com cada instrumento a desempenhar uma função musical.

No entanto o uso deste instrumento, conotado com o meio tradicional, terá condicionado a inclusão da proposta artística, tendencialmente, em circuitos da World Music.

 

Neste sentido, a junção com uma Orquestra de Cordas, a Orquestra Filarmonia das Beiras, sendo inédita para Danças Ocultas, é natural e vem evidenciar o carácter universal da proposta artística: entre o passado e o futuro: ou seja, produzindo sentido, em diálogo com a estética contemporânea.

Essa magia vai inundar os palcos da Casa da Música e do CCB em duas noites muito particulares e especiais, com convidados que representam igualmente o melhor da música portuguesa e o lado mais nobre do nosso espírito de aventura.

 

Casa da Música (Porto)

4 maio 2015 | 21.00h

 

CCB (Lisboa)

5 maio 2015 | 21.00h

 

Agenda: God Is An Astronaut de regresso a Portugal

Com uma carreira prestes a atingir o marco da década e meia, seis discos no currículo, e centenas de concertos esgotados por todo o mundo, os Irlandeses God Is An Astronaut encontram-se entre os mais eminentes nomes do post-rock e da música instrumental.

god-is-an-astronaut.jpgA banda, liderada pelos gémeos Kinsella, destacam-se pela precisão e complexidade dos seus temas, sem nunca, no entanto, desonrarem a sua inclinação para a criação de melodias flutuantes e cativantes.

A banda regressa a Portugal dois anos depois da sua última passagem por terras lusas. Dois concertos agendados para o Porto e Lisboa.

A primeira parte do concerto no Porto esta a cargo dos Portugueses Quelle Dead Gazelle.

No dia 4 de Maio o grupo apresenta-se no Armazém F em Lisboa com a primeira parte assegurada pelos Katabanic

 

Hard Club – Sala 1 (Porto)

3 maio 2015 | 21.00h

 

Armazém F (Lisboa)

4 maio 2015 | 21.00h

Eventos: São João do Porto 2015 de regresso às Fontainhas

Foi hoje apresentado o programa para a maior festa da cidade do Porto, o São João, que recupera as Fontainhas como epicentro das Festas

SJoao15 estrutura90x132 AF.pngDe 23 de maio a 4 de julho, o Porto vai celebrar a sua "festa maior", com seis semanas de programação contínua e propostas para todos os públicos, numa agenda que integra mais de 200 iniciativas que se espalharão por toda a cidade e terão o seu auge na noite de 23 para 24 de junho.

E se é certo que o São João veio para ficar na Rotunda da Boavista, os grandes destaques deste ano são o regresso do São João às Fontainhas, a estreia de um festival dedicado ao Fado e uma aposta cada vez mais forte na música portuguesa, com nomes como Rui Veloso, José Cid, Deolinda, António Zambujo e D.A.M.A a integrarem o cartaz reforçado dos Concertos na Avenida, que em 2015 se estendem por cinco noites.

Serão seis semanas de animação contínua e mais de 200 iniciativas que se espalharão um pouco por toda a cidade para celebrar o santo mais popular do mundo, numa agenda que tem este ano um enfoque especial na recuperação das tradições, na celebração da Portugalidade e no regresso do São João a um dos seus locais mais genuínos e historicamente mais festejados: as Fontainhas.

Se há um ano o São João do Porto trouxe de novo a animação à Rotunda da Boavista, numa aposta que se repetirá também em 2015, é agora de vez de devolver às Fontainhas um lugar de destaque na festa maior da cidade.

 

Uma festa que há muito deixou de ser de uma só noite para se prolongar por um mês e meio de muitas outras festas. Desde as mais populares até às menos tradicionais, que no seu conjunto abraçam verdadeiramente todas as gerações de portuenses e atraem, ano após ano, cada vez mais visitantes, nacionais e sobretudo internacionais, aumentando de forma exponencial a notoriedade da marca São João e, consequentemente, do destino Porto.

E se no ano passado o São João do Porto foi rotulado como o maior de sempre, a nossa ambição é torná-lo ainda melhor em 2015, recuperando as suas memórias, honrando as suas tradições, mas inovando também na sua programação, multiplicando os seus pontos altos e qualificando a oferta com eventos diferenciadores e com capacidade para atrair todo o tipo de públicos. No fundo, consolidando o São João como um marco incontornável da cidade e uma experiência única a viver no Porto.

 

Aqui fica o resumo do programa para o ano de 2015

 

As Fontainhas:

Bailes, arraiais, rusgas, concursos, corridas, regatas, lançamentos de balões, teatro e animação de rua, artes performativas, atividades para crianças, concertos e festivais de música para todos os gostos e idades. Tudo em seis semanas de programação contínua, com início a 23 de maio e encerramento a 4 de julho, nas Fontainhas.

A Alameda das Fontainhas será este ano o epicentro do São João portuense e é o local da abertura oficial das festas, a 23 de maio.

Este primeiro dia arrancará sobre trilhos de um carro elétrico (integrado no Desfile do Museu do Carro Elétrico do Porto) que transportará o primeiro Baile em Marcha deste sábado, numa viagem com partida e chegada da Praça do Infante e que convidará o público a juntar-se a este baile itinerante entre as suas várias paragens.

A tarde prossegue com Uma Mão Cheia de Bailes em cinco largos do Centro Histórico, cada um dedicado a um tipo diferente de música e dança. O Baile ao Por do Sol, no Terreiro da Sé, antecipa o segundo Baile em Marcha, com início na Estação de São Bento e final no Largo das Fontainhas, onde a festa prosseguirá noite dentro: Primeiro com a inauguração do mural "Porto, Cidade de Cidades", da autoria do artista plástico Kino. E logo depois com o "Novo Baile dos Corpos Extraordinários", num espetáculo de dança concebido pelo Festival Internacional de Marionetas (FIMP).

CARLAO_photo-800x400.jpgO primeiro dia de festividades encerra com uma largada de balões, antecipando já o São Baloeiro da noite de 23 de junho, e um concerto gratuito de Carlão, ex-líder dos Da Weasel, também na Alameda das Fontainhas.

mini.jpgNo domingo, 24 de maio, a música transfere-se para o Parque da Cidade, onde terá lugar a primeira edição do MINI NOS Primavera Sound, noutra das novidades da programação deste São João. Será um dia totalmente dedicado ao público infantil, duas semanas antes do Festival e com entrada gratuita.

E por falar em mais novos, os Jardins do Palácio de Cristal voltam a abrir as suas portas para, de 30 de maio a 1 de junho, celebrarem o Dia Mundial da Criança. Este ano, o tema central das festas serão os 600 anos da Conquista de Ceuta. Como é habitual, serão instaladas várias diversões no local, exibidos diversos espetáculos (música, dança e teatro) e promovidas atividades para estimular o espírito descobridor de cada criança.

 

Serralves em festa começa na Baixa

serralves.jpgEsta segunda semana de programação terá ainda como ponto alto mais uma edição do Serralves em Festa, a 30 e 31 de maio, com 40 horas consecutivas de eventos gratuitos para públicos de todas as idades.

Na véspera, dia 29, a anteceder a jornada non-stop, o festival salta os muros da Fundação e faz um aquecimento na Baixa do Porto, concentrando toda a programação num único dia.

A Reitoria da Universidade do Porto, a Praça dos Lóios e as imediações da Estação de São Bento recebem diversas oficinas e espetáculos performativos de acesso grátis. Integrado neste evento, a Locomotiva - projeto da PortoLazer para dinamizar a zona de São Bento - inaugura uma nova instalação artística no Largo dos Lóios, da autoria do coletivo FAHR 021.3.

 

Primavera nas Fontainhas e a Estreia do Caixa Ribeira

nos.jpgA terceira semana de programação terá como inevitável destaque a quarta edição do NOS Primavera Sound de 4 a 6 de junho.

Um Festival que no ano passado atraiu mais de 70 mil pessoas ao Parque da Cidade e que em 2015 terá no Primavera Fontainhas o seu primeiro grande momento de apresentação. É que após a estreia em 2014 no Jardim das Virtudes, a festa de abertura e boas-vindas ao público do NOS Primavera Sound transfere-se agora para a Alameda das Fontainhas, a partir das 18h00 do dia 3 de junho, com um warm-up de entrada livre.

caixa.pngMas junho será também o mês do Fado no Porto.

Para chegar a novos públicos e recuperar um género musical que também tem larga tradição na cidade, estreia a 12 e 13 de junho o Caixa Ribeira. Um festival que trará ao Porto nomes consagrados como Camané, Carminho, Kátia Guerreiro, Ricardo Ribeiro ou Gisela João, mas também artistas emergentes e da região, em mais de 40 concertos divididos por 11 palcos na Ribeira.

 

Celebrar os 600 anos da Conquista de Ceuta

Pelo meio dos dois festivais, a 10 de junho, e sob o mote "Das Tripas Coração", a Câmara Municipal do Porto e a PortoLazer, em conjunto com outras instituições da cidade, promove um conjunto de iniciativas para assinalar a partida, desde a Invicta, de 70 embarcações que viriam a integrar a armada que rumou a Ceuta, em 1415.

A viagem marcou o início dos Descobrimentos Portugueses e a data será comemorada com uma programação alusiva, que inclui eventos desportivos, espetáculos de música e dança, visitas guiadas, entre outras propostas de animação de rua. O objetivo é que a população fique a conhecer melhor a relação da cidade com este importante momento da história nacional, tal como o empenhado, apaixonado e crucial contributo das gentes do Porto, apontado como uma possível origem da expressão "das tripas coração".

E porque correr também é fazer "das tripas coração", a 14 de junho tem lugar a tradicional Corrida de São João. Na sua 16ª edição, o evento organizado pela Runporto inclui uma corrida (15 km) e uma caminhada (5 km), com partida e chegada na Foz do Douro. O objetivo é superar os 9.000 participantes da edição de 2014.

 

Música Popular nas Fontainhas e “Concertos na Avenida”

Preparando a chegada da noite mais longa do ano, as Fontainhas vão ter este um ano palco totalmente dedicado à música popular portuguesa, com uma série de espetáculos que se iniciam a 19 de junho, numa parceria entre a PortoLazer e a Rádio Festival. Banda R, Conjunto Iniciadores, Augusto Canário, Maria Lisboa e Banda Lusa (na noite de 23 para 24) são alguns dos artistas que prometem animar as noites das Fontainhas.

Também de 19 a 23 de junho estão de regresso aos Aliados os Concertos na Avenida, este ano numa versão alargada (serão agora cinco concertos) e totalmente portuguesa, com grandes nomes da música nacional. O cartaz inicia-se com os D.A.MA. no dia 19, prosseguindo com Rui Veloso no dia 20, Deolinda no dia 21 e António Zambujo no dia 22, sempre com início às 22h00.

A grande noite de São João começará ao som dos DJs de Vacaciones. Após o tradicional Fogo de Artificio que, mais uma vez, será lançado das plataformas instaladas no rio Douro e na ponte Luiz I, numa produção conjunta entre as câmaras municipais do Porto e de Vila Nova de Gaia, a festa regressará aos Aliados para o concerto de José Cid, a partir da 01h00.

 

Mas quem aqui chegar uma hora antes terá oportunidade de assistir ao São João Baloeiro. Uma largada de mais de 120 balões a partir da Avenida dos Aliados e que será o ponto alto de um projeto aberto à comunidade para a produção de balões de fogo ao longo de uma semana, com o envolvimento de artistas contemporâneos e do próprio mestre baloeiro, Luciano Britto. Uma das novidades deste ano será o lançamento de um balão estrela com 11 metros de diâmetro.

Após a grande noite de São João, destaque ainda para o Concerto de São João, agendado para a tarde de 24 de junho, na Concha Acústica do Palácio de Cristal, logo seguido pela 31.ª Regata de Barcos Rabelos.

A prova tem partida no Cabedelo e chegada na ponte Luiz I.

 

A Locomotiva também faz paragem no São João

loco21.jpgApós a noite de São João, o projeto Locomotiva ocupará lugar de destaque na programação das Festas da Cidade, com uma sucessão de iniciativas que envolverá grande parte dos parceiros que desde dezembro de 2014 aceitaram pensar criativamente o Centro Histórico do Porto e dinamizar a envolvente da Estação de São Bento.

A 27 de junho, por exemplo, conclui-se o projeto "Quem És, Porto?".

Na fachada de um edifício da Rua da Madeira, é inaugurado o maior painel de azulejos da cidade, com 3.000 exemplares intervencionados por profissionais e amadores. A obra, conduzida pelo artista Miguel Januário (também conhecido como ±MAISMENOS±), está a ser preparada em oficinas desde março.

Também a 27 de junho acontece a estreia de "Porto - Granito e Sonho", um grande e original espetáculo criado e produzido pelo Teatro do Bolhão para o projeto Locomotiva e que será apresentado nas ruas do Centro Histórico, a partir de São Bento.

 

O novo circo e o espetáculo deambulatório "Algures", desenvolvido pela companhia Erva Daninha, terá também lugar no fim de semana de 27 e 28 de junho, dia em que se estreiam os Passeios ao Por do Sol, com partida de São Bento e final nas Virtudes, encenados pelo grupo PELE.

Finalmente, e como manda a tradição, as festas terminam com as Rusgas de São João. Desta vez, o desfile parte do Terreiro da Sé e segue em direção às Fontainhas, onde um júri irá avaliar os participantes.

Depois de anunciada a rusga vencedora, o Grande Arraial de São João marca o encerramento oficial de seis semanas de celebração na cidade.

 

Eventos: Iberanime Lx 2015

Imagina um mundo de Anime, Manga, Videojogos, Noodles, Cosplay, Cartas,

Jogos de Tabuleiro, Compras, Para Para Dance e muita, muita animação ao teu dispor.

iberanime.pngUm universo que te oferece o que de melhor existe na Cultura Tradicional Japonesa, em espaços diferenciados, que dão vida a Concertos, Concursos, Workshops, Karaoke, Demonstrações e Painéis de Discussão.

Consegues visualizar?

Caligrafia Japonesa, Retrogaming e Robótica.

 

Atualmente o IBERANIME realiza-se duas vezes por ano, em Lisboa em Maio, e em Gondomar em Outubro

O evento de Lisboa será realizado no MEO Arena - Sala Tejo, Centro de Negócios e Moche Room já nos próximos dias 9 e 10 de Maio de 2015, com abertura de portas às 10h30.

Festivais: TV on the Rádio (Paredes de Coura)

Os norte-americanos TV on the Rádio são a mais recente confirmação para o Festival Vodafone Paredes de Coura

tv.jpgDepois de terem sido anunciados 2 concertos da banda em Portugal para Fevereiro de 2015, e cancelados logo de seguida, a banda esta novamente na rota para um excelente concerto em Portugal no Festival Paredes de Coura.

O grupo traz ao festival "Seeds", o primeiro álbum composto na íntegra após o desaparecimento do produtor, baixista e amigo de longa data, Gerrad Smith, falecido logo depois do lançamento de "Nine Types of Light", em 2011.

"Seeds", editado em finais do ano passado, e que serve de mote à actual digressão da banda, perpassa um sentimento natural de capítulo seguinte.

 

Fotografia: Paulo Homem de Melo

Agenda: Gazelle Twin em concertos

O melhor disco de 2014 para a publicação britânica The Quietus é apresentado já hoje, quarta-feira, no Porto, e amanhã, 30 de Abril, no Musicbox, em Lisboa.

gazelle.jpg“Unflesh” é o trabalho de um animal selvagem chamado Gazelle Twin, o projecto de Elizabeth Bernholz, que tem vindo a abalar a crítica internacional.

Gazelle Twin brinca com a eterna dualidade corpo e mente, extrapolando-a e elevando-a a novos padrões. Ao mesmo tempo em que o seu som nos perturba e mexe connosco, há algo de libertário nas suas letras sobre o quotidiano, pelejadas por temas actuais e tão díspares quanto a eutanásia, a colonização ou o aborto.

Acima de tudo, “Unflesh” é uma visão refrescante, que joga com na spoken work, a pop, a electrónica e, claro, os beats industriais (bem à escola britânica dos Throbbing Gristle).

 

Maus Hábitos (Porto)

29 abril 2015 | 22.00h

 

Music Box (Lisboa)

30 abril 2015 | 00.00h

Agenda: Diogo Piçarra apresenta "Espelho"

Diogo Piçarra apresenta ao vivo, no Armazém F em Lisboa e na Sala 1 do Hard Club, o seu álbum de estreia, “Espelho”.

Em palco, teremos Diogo Piçarra na voz, guitarra e piano, acompanhado por Filipe Cabeçadas na bateria, Miguel Santos no baixo e Francisco Aragão nas guitarras e teclados.

Para além do single “Tu e Eu” e de todos os originais deste álbum, o cantor, compositor, autor e multi-instrumentista irá também proporcionar ao público algumas das versões emblemáticas que o celebrizaram ao longo dos últimos anos.

diogo.jpgDiogo Piçarra editou o seu álbum de estreia no passado dia 23 de março.

Produzido por Fred Ferreira (Banda do Mar, Orelha Negra, Buraka Som Sistema), "Espelho" mostra-nos Diogo Piçarra enquanto compositor, autor e multi-instrumentista.

 

Diogo Piçarra surge no panorama da música portuguesa como cantor, intérprete, músico e artista.

Natural de Faro, mas com os olhos postos no Mundo, é em 2006 que inicia um percurso que lhe mudaria a vida para sempre. Foi nas suas primeiras aulas de guitarra que começa pela primeira vez a dar voz a todos aqueles que o rodeavam.

Um ano depois, ajuda a fundar a banda algarvia Fora da Bóia, onde não só se destacou como guitarrista da banda, como também pelas suas qualidades vocais e de composição.

Tudo era novidade, escrever letras, compor, cantar e tocar ao vivo, gravar em estúdio, concursos e, foi neste ambiente que cresceu como músico, mas também como pessoa, onde desafiou os seus próprios limites e, acima de tudo, encontrou finalmente o seu verdadeiro objectivo em vida

Na procura do reconhecimento, Diogo concorre a várias audições de caça-talentos, nomeadamente TVI em 2008, Ídolos 2009, Operação Triunfo 2010, contudo, sem resultados positivos.

Após 4 anos de banda, e um relativo sucesso regional, Diogo Piçarra abandona o grupo para dar prioridade aos estudos e terminar a licenciatura fora do país.

De regresso a Portugal, Diogo renasce como artista, mas desta vez decide criar as bases para uma carreira a solo. Inicia-se no mundo cibernauta e das redes sociais, através de vídeos de versões acústicas de canções conhecidas

Os convites começam a aparecer, os concertos cada vez mais cheios, e, desta forma, decide concorrer à 5ª edição do programa Ídolos que se aproximava.
E foi neste ano, após cerca de 4 meses de audições, provas e atuações ao vivo, que Diogo Piçarra se sagra no novo Ídolo de Portugal, cujos prémios foram um curso de música com a duração de 6 meses na London Music School em Londres, e um contrato discográfico com a editora Universal.

 

Armazém F (Lisboa)

30 de abril 2015 | 22.00h

 

Hard Club (Sala 1) (Porto)

1 de maio 2015 | 22.00h

Agenda: Pedro e Os Lobos apresentam "Um Mundo Quase Perfeito"

Após o lançamento do EP “Um Mundo Quase Perfeito”, em outubro de 2014, o projeto Pedro e Os Lobos tem apresentado os temas que compõem este novo trabalho por várias salas do país.

No dia 16 de maio, Pedro Galhoz, mentor do projeto, sobe ao palco do Centro Cultural Gil Vicente no Sardoal para apresentar este trabalho ao vivo acompanhado por Marisa Anunciação (voz),João Novais (contrabaixo) e Alexandre Alves (bateria).

pedro_lobos.jpgComposto por sete temas originais, o EP, disponível em formato físico e digital, corresponde a meia etapa de um trajeto que chegará ao seu termino, com a edição do “Lado B” em 2015.

 

“Um Mundo Quase Perfeito”, realista, puro e sem subterfúgios, perdendo por vezes o equilíbrio das palavras e o politicamente correto, apresenta-se com letras desprovidas de grandes revestimentos, puras na sua essência e no relato da condição humana. É, igualmente, um título revestido de alguma ironia, pois assenta num paralelismo em que se compara o mundo que temos, com o que poderíamos ter.

 

Deste EP já foram retirados dois singles: “Alma e Sangue” com Aldina Duarte e “Volta à Morte” com João Rui dos A Jigsaw.

Agora é a vez do tema “Dança”, terceiro single retirado deste EP, que tem um novo vídeo produzido e realizado por Rafael Teles.

 

Centro Cultural Gil Vicente (Sardoal)

16 maio 2015 | 21.30h