Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Glam Magazine

Glam Magazine

Festivais: Super Bock, Super Rock… Cartaz Palco Carlsberg

A 21ª edição do Super Bock Super Rock não oferece apenas os melhores nomes representantes do rock, no Palco Carlsberg, vários dos géneros da eletrónica e da música compassada por rimas e beats vão ter lugar de destaque. Aos já confirmados Toro Y Moi e Gramatik, constituirão o alinhamento do Palco Carlsberg: Mirror People e Xinobi no dia 16 de julho, MGDRV e Stereossauro no dia 17 de julho e Criolo, Throes + The Shine e Djeff Afrozila no último dia do Festival

CRIOLO_01.jpgCriolo é um dos nomes do momento da música brasileira.

Com duas décadas de carreira, ultrapassou os tempos difíceis de uma infância pobre, dedicando-se de corpo e alma ao hip hop. Hoje, é elogiado por nomes como Caetano Veloso ou Chico Buarque, encantados, tal como o público e a crítica, com a capacidade aguçada e genial de manejar e interpretar as palavras de Criolo, envolvidas, sempre e melodicamente, por beats que tanto tangem o universo hip hop, mas igualmente dimensões reggae ou da música africana. Criolo vem ao Super Bock Super Rock, no último dia do Festival, apresentar o seu último disco “Convoque Seu Buda”.

mirror_pepplo.jpgO dia 16 de julho contará também com o projeto Mirror People do ex X-Wife, Rui Maia.

Mestre na fusão dos sons clássicos da eletrónica dos anos 80 com os dos nossos dias, Mirror People tem disco de estreia saído em 2015. Chama-se “Voyager” e resulta de 2 anos longos de trabalho, contando com colaborações de artistas nacionais e de além-fronteiras

xinobi.jpgA música de dança terá outro protagonista a 16 de julho: Xinobi. Bruno Cardoso (ex-guitarrista dos The Vicious Five) é um dos nomes mais reconhecidos da música eletrónica lusa do presente. Depois do passado rock - continua a gostar de bandas e do som orgânico que elas oferecem.

Na música de Xinobi a tecnologia pode imperar mas sente-se corpo na forma como a melodia de cada tema é construída. No ano passado estreou-se com o album “1975”, um disco marcante no mercado nacional discográfico de 2014

MGDRV.jpgNo dia 17 de julho é a vez dos MGDRV. Representantes do melhor hip hop português, o trio é formado por Miguel Pité (Macacos do Chinês), Yo Cliche (André Madeira) e Apache, produtor do EP de estreia, “MGDRV EP”, um manifesto poderoso de palavras e beats absolutamente irresistível e mais recentemente, voltaram às edições com “Abana a Cabeça.

Bombas-em-Bombos.jpgTambém no dia 17 de julho, Stereossauro, génio do scratch (foi campeão do mundo em 2011, com os Beatbombers), projeto que partilha com DJ Ride e que se estreou com o disco “Bombas em Bombos”. O primeiro avanço, com a colaboração de Gonçalo Santos e de Helena Veludo, chama-se “Hold On”. Ao vivo, com um gira-discos e um sampler faz e espalha magia.

throes-theshine6.jpgNo último dia do festival, dia 18 de julho, a fazer companhia a Criolo, o Palco Calsberg recebe os frenéticos e cativantes Throes + The Shine. Com eles a dança é obrigatória porque é impossível não nos rendermos ao som rock misturado com kuduro e outros universos musicais tropicais. Têm dois discos no reportório, “Rockuduro” e “Mambos de Outro Tipo”.

Djeff Afrozila.jpegDe Luanda, o produtor e dono da editora Kazukuta Records, Djeff Afrozila. Nasceu para fazer dançar e, com enorme reconhecimento, fá-lo através das suas incríveis produções cheias dos sons de áfrica e de outros que ressoam contemporaneidade.