Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Glam Magazine

Glam Magazine

Portugal Fashion Reflector: Pedro Pedro

Portugal Fashion Reflector / Fall Winter 2015-2016

Pedro Pedro

DSC_0043 (Cópia).jpgDSC_0053 (Cópia).jpgDSC_0070 (Cópia).jpg

Uma coleção que começou por uma ideia. O ballet como representação de esforço, dedicação e bravura. A dança antes do glamour do palco. A dança enquanto exercício físico exigente e batalha contra o corpo. Depois vieram os desenhos e posteriormente a execução. Os desenhos e a execução foram-se afastando da ideia. O work in progress determinou o resultado. Uma coleção brutalista nos cortes e nos acabamentos, contrariada pelos materiais naturais e femininos. Roupa-casulo que contrasta com rachas e aberturas, sobreposições que não escondem por completo a sensualidade da pele.

DSC_0074 (Cópia).jpgDSC_0080 (Cópia).jpgDSC_0087 (Cópia).jpg

Materiais naturais. Feltros de lã, lã dupla face, bouclés, jerseys de lã, canelados de jersey estruturados e/ou transparentes.

DSC_0093 (Cópia).jpgDSC_0099 (Cópia).jpgDSC_0102 (Cópia).jpg

Paleta de cores esvanecidas em tonalidades de cinzento, castanho, caqui, rosa, com apontamentos vivos de mostarda e preto.

Coordenados que acompanham a silhueta natural, que se vai descontruindo à

DSC_0119 (Cópia).jpgDSC_0111 (Cópia).jpgDSC_0125 (Cópia).jpg

Medida que se acentua o jogo de sobreposições. Cortes longilíneos conjugados com peças desestruturadas e volumosas.  Sapatos Pedro Pedro para Basilius.

DSC_0148 (Cópia).jpgDSC_0158 (Cópia).jpgDSC_0170 (Cópia).jpg

Pedro Pedro nasceu em 1973 e completou um curso de Design de Moda na Academia de Moda do Porto, em 1997.

O criador iniciou o seu percurso profissional em 1996 e, nesse mesmo ano, venceu o concurso "New Expo-Wear Designers".

Pedro Pedro começou a fazer ilustrações de moda e desenvolveu vários projetos dentro da indústria: uniformes, linhas de jeans e roupa para Homem. Em 1998, o criador lançou a marca Pedro Pedro, apresentou coleções no Portugal Fashion e no Porto de Moda. Em 2003 conquistou o primeiro prémio na competição "I Mode You European Fashion Awards 03", realizada em Bruxelas.

Um ano mais tarde, Pedro Pedro colaborou com Júlio Waterland no lançamento da marca Pedro Waterland, exibida no Portugal Fashion e na ModaLisboa.

DSC_0208 (Cópia).jpgDSC_0192 (Cópia).jpgDSC_0217 (Cópia).jpg

O designer mostrou seu trabalho em 2006 e 2007 na Semana de Moda de Paris. Desde então, a marca Pedro Pedro continuou a ser exibida desde a coleção primavera/verão 2008. Este ano o criador regressa ao Portugal Fashion, após várias referências de destaque em revistas como a Vogue, a Elle ou a Collezione Dona

DSC_0227 (Cópia).jpgDSC_0223 (Cópia).jpgDSC_0252 (Cópia).jpg

Desfile Pedro Pedro

26 março 2015 | Palácio dos CTT (Porto)

 

Fotografias: Paulo Homem de Melo

Texto: Sandra Duarte Pinho / Portugal Fashion Press Kit

Portugal Fashion Reflector: João Melo Costa

Portugal Fashion Reflector / Fall Winter 2015-2016

João Melo Costa (Bloom)

DSC_0004 (Cópia).jpgDSC_0009 (Cópia).jpgDSC_0013 (Cópia).jpg

Uma coleção onde a imagem ultrapassa as palavras e a identidade da marca é confirmada

DSC_0919 (Cópia).jpgDSC_0019 (Cópia).jpgDSC_0023 (Cópia).jpg

João Melo Costa ingressou em 2008 no curso de Artes Plásticas da Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto, mas foi em Design de Moda que, em 2011, acabou por formar-se, no CITEX, atualmente designado Modatex. As suas coleções desfilam no Espaço Bloom Portugal Fashion desde esse mesmo ano.

DSC_0927 (Cópia).jpgDSC_0923 (Cópia).jpgDSC_0941 (Cópia).jpg

Em 2012, João Melo Costa ficou em segundo lugar, ex quo com Carla Pontes, no Concurso de Jovens Criadores do Portugal Fashion. No início de 2014, João Melo Costa participou, também no âmbito do projeto Bloom Portugal Fashion, na iniciativa Internacional Fashion Showcase (IFS), em Londres. Posto isso, o coordenado que produziu para o efeito foi um dos três coordenados selecionados para uma exposição comemorativa do 80º aniversário do British Council, a qual foi visitada por destacadas personalidades, entre as quais o príncipe Charles. Desfilou ainda na plataforma Fashion Scout, em Londres, em fevereiro e setembro de 2014 e em fevereiro de 2015. A estreia em Londres acontecera em setembro de 2013, num desfile com produção do Portugal Fashion, na Embaixada de Portugal, durante a London a London Fashion Week.

DSC_0952 (Cópia).jpgDSC_0958 (Cópia).jpgDSC_0983 (Cópia).jpg

Desfile João Melo Costa

26 março 2015 | Palácio dos CTT (Porto)

 

Fotografias: Paulo Homem de Melo

Texto: Sandra Duarte Pinho / Portugal Fashion Press Kit

Portugal Fashion Reflector: Júlio Torcato

Portugal Fashion Reflector / Fall Winter 2015-2016

Júlio Torcato “Two (2) Collection”

 

DSC_0748 (Cópia).jpgDSC_0761 (Cópia).jpgDSC_0754 (Cópia).jpg

“Two (2) Collection" é um trabalho sobre dualidade e duplicidade, sobre nós e o outro, sobre diferenças que aproximam, como uma energia (positivo/ negativo) que associa conceitos aparentemente antagónicos.

Claro e escuro, tradição e modernidade, curto e longo.

Os materiais, a forma e as texturas são a chave do conceito da coleção. Cropped trousers e long jackets, pelos falsos, veludo, pele, 100% lã, riscas e xadrezes compõem silhuetas contemporâneas e reforçam o look e statement da coleção.

DSC_0782 (Cópia).jpgDSC_0771 (Cópia).jpgDSC_0774 (Cópia).jpg

As cores são: preto, navy, bordeaux e cinza.

 

DSC_0803 (Cópia).jpgDSC_0793 (Cópia).jpgDSC_0796 (Cópia).jpg

Júlio Torcato, natural da Trofa, concluiu o curso de Design de Moda da Academia de Moda do Porto.

Em 1992 fundou o seu próprio gabinete de design, desenvolvimento e consultadoria, direcionado para o apoio à indústria têxtil e de vestuário. O estilista é, aliás, responsável pelo design e imagem de várias empresas e marcas nacionais, tendo já trabalhado com a Lion of Porches e com a Salsa, por exemplo.

Paralelamente, desenvolve a sua própria etiqueta, a JTMO–Júlio Torcato.

DSC_0825 (Cópia).jpgDSC_0821 (Cópia).jpgDSC_0849 (Cópia).jpg

A ele se deve a imagem concetual dp grupo musical The Fingertips e o guarda

roupa do FC Porto. Participa assiduamente em júris de concursos e leciona na Universidade da Beira Interior, a partir de 2007, a cadeira de projeto do curso de mestrado em design de moda. O seu trabalho vem referenciado em publicações como “Porto Cenários de Moda” (edição Porto 2001, S.A.), no livro “Moda Portuguesa” de Cristina Duarte e diversos artigos na imprensa nacional e estrangeira.

No passado mês de fevereiro, Júlio Torcato apresentou a coleção outono/inverno na Mercedes-Benz Fashion Week Madrid.

DSC_0890 (Cópia).jpgDSC_0883 (Cópia).jpgDSC_0894 (Cópia).jpg

Desfile Júlio Torcato

26 março 2015 | Palácio dos CTT (Porto)

 

Fotografias: Paulo Homem de Melo

Texto: Sandra Duarte Pinho / Portugal Fashion Press Kit

Portugal Fashion Reflector: Katty Xiomara

Portugal Fashion Reflector / Fall Winter 2015-2016

Katty Xiomara “Re-Evolution”

 

DSC_0356 (Cópia).jpgDSC_0371 (Cópia).jpgDSC_0382 (Cópia).jpg

Evoluir numa perspetiva revolucionária.

À semelhança da batalha que a natureza trava com a evolução da humanidade, esta coleção revindica o direito de sermos femininas. Com alguma irreverência, desenha um contorno mais feminino sobre aquela base tão masculina do uniforme militar. E numa visão mais otimista fala-nos da necessidade de respeitar o que é natural e vivo.

Esta coleção procura as orgânicas naturais do nosso sentido urbano, em contraste com o rural. Trata-se de compreender a natureza para depois integrá-la na nossa sociedade, numa lógica de valorização urbana.

Como resultado desta mistura militar, revolucionária e naturalista, numa onda de movimentos livres e espontâneos, surgem formas puras, limpas, envolventes e texturadas.

DSC_0389 (Cópia).jpgDSC_0399 (Cópia).jpgDSC_0406 (Cópia).jpg

Lãs meltons, tweeds e malhas esponjosas materializam a ideia de volume e textura.

A leveza e as linhas puras ficam ao serviço das rendas e voilles de algodão e seda.

Pequenos vivos coloridos e rendas requintadas contornam os recortes e as extremidades das peças.

As cores foram captadas na natureza: uma gama de verdes com verde Galápagos, floresta negra e verde-mar. Uma gama de azuis, composta por azul holandês, azul noite e azul pérola. Tons terra, pedra e areia, praliné, cinza chumbo, café e caviar. Por último, os nossos tons de destaque, destinados aos pequenos detalhes: ambrósia, alecrim e vermelho marsala.

DSC_0410 (Cópia).jpgDSC_0415 (Cópia).jpgDSC_0422 (Cópia).jpg

Diversos micro-motivos, camuflagem de espírito militar e a imagem do macaco inspirada na teoria evolutiva da humanidade são os padrões em destaque nesta coleção.

DSC_0432 (Cópia).jpgDSC_0447 (Cópia).jpgDSC_0458 (Cópia).jpg

Katty Xiomara é uma presença assídua nas edições nacionais do Portugal Fashion desde 1996, Katty Xiomara deu o primeiro grande passo para o exterior em 1998, ano em que representou Portugal no calendário da Absolut

Vodka.

Em 2000, estreou-se na passerelle parisiense com o apoio do Portugal Fashion e em 2005 iniciou a sua participação nos certames internacionais Bread & Butter, primeiro em Berlim e depois em Barcelona, onde continua a apresentar as suas coleções. Com a marca XIK, Katty Xiomara aventurou-se, em 2006, no underwear.

DSC_0488 (Cópia).jpgDSC_0510 (Cópia).jpgDSC_0534 (Cópia).jpg

Nos anos de 2013 e de 2014 foi nomeada para melhor designer de moda pelos Globos de Ouro.

Katty Xiomara é ainda formadora no Modatex, onde dá formação em temas como streetwear, tribos e subculturas urbanas.

Já em 2015, a criadora exibiu a coleção de Inverno 2015/2016 na semana de moda de Nova Iorque.

DSC_0566 (Cópia).jpgDSC_0664 (Cópia).jpgDSC_0702 (Cópia).jpg

Desfile Katty Xiomara

26 março 2015 | Palácio dos CTT (Porto)

 

Fotografias: Paulo Homem de Melo

Texto: Sandra Duarte Pinho / Portugal Fashion Press Kit

 

Portugal Fashion Reflector: Mafalda Fonseca

Portugal Fashion Reflector / Fall Winter 2015-2016

Mafalda Fonseca “K – Keep Moving Boys” (Bloom)

DSC_0285 (Cópia).jpgDSC_0291 (Cópia).jpgDSC_0294 (Cópia).jpg

Continuem rapazes!

Uma vez mais, e como diz a criadora “a minha coleção foi inspirada nos meus rapazes. O meu grupo de amigos move-se rodeado de tecnologia, que aparentemente lhes dá tudo o que é necessário para viver.

Na verdade, eles pensam que já têm tudo o que querem, mas esta não é a verdade”.

Eles vivem tudo de uma vazia, fria e sem exprimir sentimentos que os estimulem.

Os rapazes precisam de algum “calor”, mas apenas o Sol lhes pode responder a esta necessidade. Toda a coleção está relacionada com uma viagem até ao Sol. Desta feita, as cores são mais leves, brilhantes e animadas do que nunca, inspiradas no brilho solar. São cores que vão surgir do meio do escuro, que metaforicamente representa as tecnologias.

DSC_0298 (Cópia).jpgDSC_0304 (Cópia).jpgDSC_0310 (Cópia).jpg

As formas são oversized, como sempre, seguindo a linguagem habitual e a imagem “dos rapazes”.

As texturas são totalmente exploradas.

Matérias nobres como as lãs frias, as peles e os pelos continuam a ser exploradas nesta coleção, sempre associados a materiais novos e tecnológicos. A construção de novas matérias continua, assim, a ser uma aposta, tal como o desenvolvimento de peças tricotadas

DSC_0313 (Cópia).jpgDSC_0320 (Cópia).jpgDSC_0324 (Cópia).jpg

Mafalda Fonseca concluiu, em 2012, a sua formação em Design de Moda no Modatex – Porto.

Já no ano de 2009 tinha frequentado o curso de Iniciação ao Desenho de Moda e o Curso de Modelação no mesmo centro de formação. Durante o a sua formação, teve a oportunidade de fazer um estágio extracurricular com o designer Ricardo Dourado. Desenvolveu ainda nesse período uma coleção cápsula, S/S 12, que esteve à venda na THE, no âmbito da parceria Modatex – THE.

Em Maio de 2012 foi laureada com o 2º lugar do concurso l’Aiguille d’Or, sendo que um dos coordenados da coleção esteve exposto no Espaço Bloom Portugal Fashion em outubro de 2012.

Completou o seu percurso académico ao fazer um estágio curricular no Atelier des Creatéurs, onde desenvolveu conhecimentos na área de alfaiataria, principalmente na vertente do vestuário masculino. Em Outubro de 2012, apresentou a sua coleção de final de curso no Espaço Bloom Portugal Fashion, em representação do centro de formação Modatex. Em fevereiro de 2014 participou numa exposição em Londres, representando Portugal no Internacional Fashion Showcase, uma iniciativa no âmbito do Portugal Fashion que repetiu este ano. Nos últimos dois anos, tem trabalhado como designer de roupa para homem na Petratex e na Mike Davis

DSC_0338 (Cópia).jpgDSC_0344 (Cópia).jpgDSC_0348 (Cópia).jpg

Desfile Mafalda Fonseca (Bloom)

26 março 2015 | Palácio dos CTT (Porto)

 

Fotografias: Paulo Homem de Melo

Texto: Sandra Duarte Pinho / Portugal Fashion Press Kit

 

Portugal Fashion Reflector: Hugo Costa

Portugal Fashion Reflector / Fall Winter 2015-2016

Hugo Costa “Nomad Coat”

DSC_0132 (Cópia).jpgDSC_0148 (Cópia).jpgDSC_0151 (Cópia).jpg

Esta coleção tem como principal inspiração a indumentária dos nómadas tibetanos.

Exposto a climas agressivos, este povo viu-se forçado à reinvenção da utilização do vestuário.

É com base neste pressuposto que a coleção se constrói, combinada com influências do vestuário clássico através das formas e matérias.

Casacos de estruturas clássicas e de volumes exagerados assumem outras funções e características, criando a ilusão de que foram construídos especificamente para esta nova função, abandonando a utilidade de abrigo que

convencionalmente lhe reconhecemos

DSC_0156 (Cópia).jpgDSC_0174 (Cópia).jpgDSC_0178 (Cópia).jpg

Hugo Costa concluiu, em 2008, o Curso de Design de Moda e Têxtil na Escola Superior de Artes Aplicadas do Instituto Politécnico de Castelo Branco.

Em 2006, foi um dos finalistas do Concurso Acrobatic, competição onde arrecadou o prémio de Melhor Coordenado Masculino em 2009 e 2010, sendo

que nesse último ano foi também seu o título de “Melhor Coleção”.

Em março de 2007, Hugo Costa vencera já o primeiro prémio no concurso de novos fardamentos da empresa MiniPreço. Nesse mesmo ano, foi selecionado para a final do Concurso AF Competition.

Em 2011, foi um dos vencedores do galardão Children’s Fashion From Portugal. Tem vindo a desenvolver coleções de vestuário e ilustração de estamparia para diversas empresas nacionais, nomeadamente a Cutting, a BECIGbasilius, a LCDInovação e Design, a Dicapri, a CPM–Criação e Promoção de Moda e a Confeções Bugalhos. Já desenvolveu também coleções de calçado para empresas como a Landina e a Artur Pinho. Atualmente, colabora na empresa Malha Apertada, onde desenvolve coleções de estamparia e de vestuário em malha circular, para apresentar a clientes internacionais, entre os quais o Grupo Inditex.

Em setembro de 2012 tornou-se formador da Escola de Moda do Porto.

Hugo Costa tem 29 anos e as suas coleções em nome próprio são apresentadas na plataforma Bloom do Portugal Fashion desde outubro de 2010.

DSC_0211 (Cópia).jpgDSC_0219 (Cópia).jpgDSC_0266 (Cópia).jpg

Desfile Hugo Costa

26 março 2015 | Palácio dos CTT (Porto)

 

Fotografias: Paulo Homem de Melo

Texto: Sandra Duarte Pinho / Portugal Fashion Press Kit

 

Portugal Fashion Reflector: Daniela Barros

Portugal Fashion Reflector / Fall Winter 2015-2016

Daniela Barros “NKA_002”

DSC_0003 (Cópia).jpgDSC_0010 (Cópia).jpgDSC_0019 (Cópia).jpg

Memória, recordação, reinterpretação de um facto, esta coleção manifesta uma viagem ao inconsciente. As memórias, as imagens que marcam a personalidade.

Elementos clássicos masculinos são reinterpretados e desconstruídos.

A silhueta é desestruturada e oversized

 DSC_0024 (Cópia).jpgDSC_0029 (Cópia).jpgDSC_0035 (Cópia).jpg

Materiais: Lã, seda, pele de peixe e matérias tecnológicas são os materiais principais da coleção.

 

Cores: Neutras em base, negras, iluminadas por brancos

DSC_0044 (Cópia).jpgDSC_0059 (Cópia).jpgDSC_0067 (Cópia).jpg

Formada em Design de Moda pela Escola de Moda do Porto, em 2008, a portuense Daniela Barros estagiou com o designer Ivo Calado e para a marca Heavy Jeans.

Integrou o Espaço Bloom desde a sua criação, em 2010.

Foi diretora criativa da Heavy Jeans e da Hush Puppies Portugal, além de designer assistente da marca Orgnlife. Já expôs num dos mais conceituados salões de moda parisienses, o Who's Next, e ainda no showroom Zip Zone, durante a Semana da Moda de Paris (setembro/outubro 2012), com o apoio do Portugal Fashion. Mais recentemente, com o apoio da ANJE, as suas coleções foram expostas no Scoop International Fashion Show (julho de 2013) e no Capsule Show em Paris (fevereiro de 2014).

Realizou um desfile em Maastricht, na Holanda, no âmbito da iniciativa Fashionclash 2012 e integrou, em dezembro de 2012, o grupo de jovens designers que o Portugal Fashion fez desfilar no Matadero–Centro de Creación Contemporánea, em Madrid.

Em setembro de 2013, desfilou com o Portugal Fashion na Vienna Fashion Week e em 2014 (em março e setembro) no Fashion Scout Londres, no âmbito da London Fashion Week, feito que acaba de repetir.

Ganhou o prémio de Melhor Coleção feminina (2013) do Who’s Next, foi nomeada para Melhor Jovem Criadora nos Fashion Awards e ganhou o título de Melhor Jovem Designer de 2014 no âmbito dos Prémios Novos.

Desenha para uma marca japonesa.

DSC_0074 (Cópia).jpgDSC_0088 (Cópia).jpgDSC_0110 (Cópia).jpg

Desfile Daniela Barros

26 março 2015 | Palácio dos CTT (Porto)

 

Fotografias: Paulo Homem de Melo

Texto: Sandra Duarte Pinho / Portugal Fashion Press Kit

 

Festivais: 10º Neopop Festival

No ano em que chega à 10ª edição, o Neopop Festival assume-se definitivamente como um dos mais importantes eventos europeus de música de dança.

neopop.pngDepois de anunciados Sven Våth, Dixon e The Martinez Brothers, a organização do evento acrescentou mais 21 nomes ao cartaz da edição deste ano, que decorre de 12 a 15 de Agosto, em Viana do Castelo.

 

Abdulla Rashim, Alex.Do, Dasha Rush, James Ruskin, Jonas Kopp, Joseph Capriati, Karenn, Loco Dice, Mano le Tough, Marco Carola, Paco Osuna, Paul Ritch, Recondite, Robert Hood, Rodhad, Schwarzmann, Shifted, Son Kite, Steevio, Tripeo e Vril são as confirmações de um cartaz que terá mais de 40 nomes e que, pela primeira vez, estará distribuído por dois palcos.

 

Mas as novidades não se ficam por aqui.

Com o objectivo de envolver ainda mais a população de Viana e de estender o fomento da economia local, este ano, em jeito de celebração de aniversário, o Neopop Festival vai ainda promover mini eventos anteriores à data do festival e que irão trazer outro beat a vários locais da cidade